A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


sábado, 21 de maio de 2011

REFLEXÕES...

Somos o ínicio e o fim de tudo em nossa própria consciência.


No final de cada jornada rumo a evolução, descobrimos que o único ser a quem realmente devemos satisfações por nossos atos vividos, será sempre a nossa PRÓPRIA consciência.

Viver pelo espírito é colocá-lo a frente de tudo, é sentir os caminhos indicados por nossa divindade interior.
A meditação nos mostra a verdadeira consciência cósmica e em silêncio, aprendemos a nos curar. Quando eu me curo, curo também o mundo pois estamos interligados como um micélio cósmico gigante.

A matrix nos impede de enxergar esta realidade e nos faz pensar que somos seres fragmentados.

O espírito sabe;
O ego desconfia;

O espiríto tem coragem;
O ego vive no medo;

O espírito quer realizar-se em si mesmo com infinitas possibilidades de vivência física;
O ego prefere o comodismo ao invés de movimento;

O espírito liberta;
O ego se apega;

O espírito ama incondicionalmente;
O ego sente paixão;

O espírito já é;
O ego sempre busca ser;

O espírito é paz;
O ego ao comando da mente é inquietação;

O espírito é o caminho;
O ego é a beira do precipício;

O espírito é o centro;
O ego é a periferia;

O espírito é a consciência;
O ego é a personalidade;

** Poema classificado no 1° Concurso Nacional novos Poetas, Prêmio Augusto dos Anjos 2011.


Um comentário:

  1. Namastê....Querida Irmã

    como poemas no ar
    que me faz se encantar
    a cada respirar
    e sentir a verdadeira paz...

    Haribol

    ResponderExcluir