A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


sábado, 31 de março de 2012

Livre Arbítrio

Por toda programação mental que nos foi imposta desde épocas remotas, acreditamos que a MENTE está dentro de cada um de nós...MAS NÃO ESTÁ.
Tudo e TODOS é que está dentro dela, é uma mente universal, e esta mente é a matrix ou Prakrit (energia material física) como é conhecida na Índia.

Esta mente tenta a todo tempo nos escravizar, nos ditar o que devemos fazer, é o famoso diálogo interno incessante que nos acompanha 24 horas por dia dizendo o que você deve dizer, agir, como se comportar, o que você precisa e etc., onde a maioria das pessoas que dá ouvidos a este turbilhão de emoções e falatório mental, acaba ficando louco ou com alguma síndrome por medo deste mental, pois ela sempre é catastrófica, sempre acredita em desastre e esta energia tenta a todo tempo te segurar e te deixar com medo, tenta te amarrar cada vez mais na ILUSÃO da matéria.

O livre arbítrio é a ferramenta que nos foi concedida nesta experiência humana, como espiritos inteligentes. Ao invés de usar a palavra espirito prefiro CONSCIÊNCIA CÓSMICA pois, a livre escolha dentro desta grandiosa mente (PROGRAMA), só é possível com o despertar da consciência infinita que contém toda sabedoria universal. A frequência do seu espírito (consciência individual) é que escolhe por sintonia, o que é do seu ser interior e o que não é. 

Por exemplo, variadas vezes você pode estar simplesmente em um lugar tranquilo ou realizando alguns afazeres diários e de repente te vem alguns pensamentos macabros, raivosos, provocativos, de baixa vibração energética e se você ESTIVER ALERTA no momento, saberá identificar que aquilo não faz parte do seu verdadeiro ser, mas desta mente coletiva pois, como um infinito mar de amarras energéticas, ela está impregnada de energias trevosas e involutivas. Por isso o ditado subliminar, ''para descer todo santo ajuda'' mas para subir, evoluir...custa um tempinho de dedicação.

A proposta deste programa é simplesmente nos deixar cada vez mais amarrados nesta matrix, nesta dimensão humana, onde muitos que ainda estão dormindo, relaxados, nem um pouco alerta com a realidade, acha que fazer guerras, competir, enaltecer o próprio ego, ser 100% razão, entre outros exemplos, é ser NORMAL porque afinal de contas, satisfazer desejos é da ''natureza humana''...mas não é. Tudo isto é da NATUREZA ILUSÓRIA DESTA GRANDE MENTE, mas não sua, não da sua CONSCIÊNCIA OU ESPIRITO.


Buda já dizia a importância da observação desta natureza ilusória programada, desta capacidade que o ser humano tem de apego ao sofrimento, e também sobre a importância da MEDITAÇÃO ou a observação deste mar de emoções e a capacidade de NÃO SE IDENTIFICAR com o que NÃO PERTENCE A SUA CONSCIÊNCIA.


A natureza da consciência é um profundo estado de ALERTA, observação, felicidade, criatividade. Por isso muitos monges Budistas dizem ser TODOS OS SERES HUMANOS BUDAS EM POTENCIAL, mas a maioria não sabe porque ainda estão na mente e não no espirito.

A importância de viver o agora é fundamental dentro deste jogo da mente, pois ela sempre vive ou de lembranças (passado) ou no futuro (expectativas) e nunca no aqui agora. 

Viver o agora é estar exatamente alerta, observando tudo em silêncio e confiando no seu espirito, na sua consciência cósmica infinita. Assim que você deixa este estado de silêncio interior prevalecer em seu ser, a consciência vai aumentando e tomando conta de sua vida em todos os aspectos, a energia da prosperidade e gratidão flui naturalmente ao seu redor, pois aquela voz mental que diz que você que controla tudo, que você tem culpa por tudo e etc., cansa de te aborrecer, e você começa a sentir mais o seu corpo, em cada ação que realiza você está mais na presença, cada respiração, cada dia completamente, e não mais vivendo hoje e pensando no amanhã, não mais acordando logo cedo já pensando na noite... isto é o que acontece quando você para de acreditar (dar crédito) ao MEDO, para de crer na mente catastrófica.

Por isso o conceito de Bem ou Mal não existe além da dualidade mental, e somente em estados fragmentados do ser é que relativamente existem. Na sua realidade de vida, calar a mente é acordar e perceber o jogo da ilusão da dualidade. Toda catástrofe, doenças (desequilíbrio físico energético), emoções densas e etc., SÓ EXISTEM NA MENTE. Se você se deixa levar por esta mente, você se perde, perde a consciência, se perde de você mesmo, do seu próprio espirito e isto se transparece no seu corpo físico pois a lata de lixo mental é o próprio corpo.

Esta matrix (mente) tenta nos fazer acreditar que somos donos de algo, de alguém, que temos isto ou aquilo, que deveríamos ser daquele jeito ou de outro, enfim, nos pertuba com tantos deverias, com tantas ameaças de perdas, de desconfianças de nossa própria capacidade e infelizmente nem todo mundo está alerta para dar uma boa gargalhada de entendimento que ESTA É A NATUREZA DA MENTE não da CONSCIÊNCIA. A natureza do espirito consciência, é silêncio. Um estado de profundo alerta, aqui e agora, na realidade além dualidade.

Ninguém está aqui para salvar nada nem ninguém, ninguém jamais conseguiria acabar com tudo de ruim que existe nesta experiência coletiva planetária, mas cada um de nós está exatamente neste olho do furação (reencarnação), exatamente para ACORDAR. Voltar ao estado de absoluta observação e silêncio e não se envolver mais com esta loucura mental coletiva. Perceber que você não é nada do que esta mente diz que é, mas VOCÊ É O ALÉM...

Desespero, expectativas, catástrofes, medo de perdas...NADA DISSO É REAL. O que você é não se perde, jamais acaba, não tem como perder algo que você jamais tocou...(um dos princípios da física quântica).

Você é a consciência/espirito realizando uma experiência extraordinária de inúmeros aprendizados humanos. Sinta sua essência, deixe sua consciência tomar conta de você e de tudo na sua vida. CONFIE no seu silêncio interior e ouvirá a verdadeira voz além da mente.


=) Paz é Luz!


quinta-feira, 29 de março de 2012

Desmontando a teoria oficial da necessidade da Vacinação

Finalmente "cai por terra" a teoria oficial sobre vacinação!


Que satisfação ler esse tipo de notícia sendo exposta em meios de comunicação "oficiais"!!! Isso "PROVA" que os "Teóricos das conspirações" como EU (rs) não parece ser tão "lunático" assim. O importante é que a informação está sendo exposta cada vez mais e virá mais e mais a cada dia (pode contar com isso). Hoje é sobre as VACINAS e suas campanhas absurdas que os governos "abraçam" idiotizando a população e "mal-educando", mal-informando e impondo vacinas sem nenhum estudo aprofundado. Daí, quando um estudo é realizado, o povo já tomou a vacina e ... tal estudo publicado não tem mais repercussão, pois o povo já até esqueceu que tomou essa vacina. Esse tipo de notícia NÃO sai nos jornais mais populares é óbvio!


                                 




Você que sempre duvidou e achava que as vacinas eram realmente necessárias para que seu "sistema imune" estivesse preparado para os "vírus", agora poderá contrastar e constatar o estudo publicado na Revista Immunity onde "Destrói" por completo a teoria oficial da necessidade de vacinas para produzir anticorpos para combaterem os vírus. Ou seja, você e seus filhos tomaram vacinas por um motivo completamente inválido científicamente!! Agora não adianta dizer que não foi avisado, pois muita informação foi exposta na internet que você ignorou por comodismo e/ou preguiça de pesquisar. E agora? Será que seu médico que tanto recomendou a vacina do H1N1 por exemplo, já sabe disso?


A teoria "oficial" era de que ao inocular a vacina, seu composto imita a infecção por estimular as céluas B (um dos tipos principais de células brancas do sangue no sistema imunológico) para produzir anticoporpos como parte do sistema imunológico adaptativo. Ou seja, eles dizem que estes "anticorpos" que fazem parte desse sistema imune adaptativo, introduzidos pelas vacinas, "ensinam" ao sistema imunológico a como responder diretamente a uma infecção antes que o corpo esteja exposto a ela.


Mas a nova pesquisa destaca o fato de que a imunidade inata desempenha um papel significativo no combate a infecções, e é talvez mais importante do que a imunidade adaptativa a prevenir ou combater as infecções. Em testes de adaptação realizados, os anticorpos do sistema imunológico se mostraram incapazes de combater a infecção por si sós, o que em essência, desmistifica a teoria de que anticorpos induzidos pelas vacinas servem a qualquer função legítima de prevenir ou combater a infecção.

"Nossos resultados contradizem a visão atual de que os anticorpos são absolutamente necessários para sobreviver à infecção com vírus como o VSV (vírus da estomatite vesicular), e estabelecer uma função inesperada para as células B como guardiões dos macrófagos na imunidade antiviral", disse o Dr. H. von Andrian Uldrich da Harvard Medical School. "Será importante para dissecar ainda mais o papel dos anticorpos e interferões na imunidade contra vírus semelhantes que atacam o sistema nervoso, tais como a raiva, vírus West Nile, e encefalite". 


http://www.sciencedaily.com/releases/2012/03/120301143426.htm


Como foi explicado pelo Dr. Russell Blaylock em uma recente entrevista com Mike Adams, o "Ranger da Saúde", as vacinas não só não funcionam como é anunciado, mas elas realmente prejudicam a imunidade inata do corpo. Em vez de ensinar o corpo como responder a infecções, as vacinas realmente inibem a capacidade do sistema imunológico de produzir as citocinas de tipo Th2, e suprimem a imunidade celular, que é a forma como o corpo se protege contra vírus mortais e bactérias. 


Então mais uma vez, o mito de que as vacinas servem a qualquer tipo de finalidade médica legítima, tem sido desconstruída pela ciência revolucionária/avançada. Independentemente de a comunidade médica em geral irá admiti-lo ou não, o conceito a favor das vacinas é cada vez mais tido como lixo da pseudociência antiquada. 


                                           
http://www.medicalnewstoday.com/releases/242403.php


Agora para complementar o estudo e a publicação, deixo os links onde se publicou muita informação sobre as vacinas de forma ordenada e resumida.


Por favor, LEIAM !!!


Vacinação: A verdade oculta:
http://www.taps.org.br/pdf/Vacinao%20A%20Verdade%20Oculta.pdf
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/filme-vacinacao-verdade-oculta.html


E colocamos um PONTO FINAL nesse assunto de vacinação. Mais um passo para desmistificar um dos assuntos das chamadas "Teorias da conspiração". O que demonstra-se por A+B que não são teorias confabuladas de lunáticos.


PS: Cadê os Phd's para refutar o tema? ... (rs).
Colaboração: http://elnuevodespertar.wordpress.com/2012/03/29/piedra-angular-de-la-teoria-de-la-vacunacion-se-desmorona-como-la-ciencia-revela-que-los-anticuerpos-no-son-necesarios-para-combatir-los-virus/


Fonte: http://rmorais76.blogspot.com.br


Fonte: 

terça-feira, 27 de março de 2012

Princesa do Japão Kaoru Nakamaru fala sobre 2012, ET's e os "3 dias de escuridão''

OBS: Pesquisei sobre a vida desta mulher antes de postar este vídeo. No Japão, ela é vista como louca pois era uma jornalista importante mas depois de suas experiencias espiritualistas, é hoje considerada maluca. E dizem não ter mais vínculo nenhum com a Casa Imperial depois de afirmar em público estes recados recebidos pelos extraterrestres. 



Texto complementar http://almaconsciencia.blogspot.com.br/2011/01/tres-dias-de-escuridao.html

Via http://sementesdomillenium.blogspot.com.br/

segunda-feira, 26 de março de 2012

Estudo de cientistas Russos afirmam que aquecimento global 'é mito'

Até o fim do século temperatura global vai cair, diz pesquisador.


Cientistas da Rússia disseram nesta segunda-feira (26) que os ciclos de aumento e diminuição do gelo no Ártico demostram que o aquecimento global contínuo “é um mito” e que haverá um resfriamento global até o fim deste século.
A informação foi divulgada pelo pesquisador Nikolái Dobretsov, presidente do Conselho Científico de Ciências Naturais da Academia de Ciências Russa.
“O recorde mínimo da massa de gelo foi registrado em 2007. Entre 2008 e 2011, e provavelmente em 2012, o gelo voltou a crescer. Os invernos no Ártico estão mais frios e, por isso, já é óbvio que o aquecimento global contínuo é um mito”, afirmou Dobretsov.
Os estudos feitos por especialistas do país indicam que a massa de gelo no Ártico cresce e diminui ciclicamente, de modo que após as fases de aquecimento há um resfriamento. “Até o fim do século deverá iniciar um esfriamento global e não um aquecimento”, disse o especialista russo.
Ele ressaltou também a necessidade de se construir uma complexa rede de estações no Ártico para verificar mais detalhes sobre os fenômenos do clima.
Sobre este tema recomendo também o texto http://resistir.info/climatologia/uma_mentira_conveniente.html .

HO'OPONOPONO

 


Sinto muitoMe perdoeTe amoSou grato - Processo de cura Havaiano: Ho'oponopono significa amar-se a si mesmo.


Já ouvimos muitas vezes que criamos nossa realidade, que o mundo é um reflexo de quem somos, que somos todos um, que tudo começa e termina em nós.
Acredito que vocês já saibam disto. Mas, outra coisa é verificar se, de fato, compreendemos a essência de todas as afirmações que fazemos.
Existe um processo de cura e perdão criado por uma tribo havaiana, a dos Kahunas. O método chama-se: Ho´oponopono.
Parece estranho dizer que existe um processo de perdão, mas vejam só:
Você julga ou condena alguém por algo que tenha dito ou feito, ou deixado de dizer ou fazer?
Você julga ou condena quando sabe que alguém está doente, porque não teve bons hábitos alimentares ou higiênicos ou sexuais?
Você julga ou condena quando vê alguém repetir uma situação?
Você julga ou condena quando alguém sofre por um mal, que outra pessoa tenha feito?
Então, você é humano!
E por ser humano, tem consciência de seus pensamentos, portanto, condições de modificá-los, se quiser...
Esse processo consiste em curar e perdoar primeiramente você, porque somos espelhos do mundo, o mundo reflete nossos pensamentos e ações, as pessoas refletem nossos pensamentos, ações, emoções e comportamentos.
Devemos também sempre nos lembrar que o perdão é um processo, não é um fim em si mesmo. Estamos sempre precisando perdoar algo, seja em nós mesmos, nos outros, nos eventos ou nas instituições. Portanto, tenha em mente que hoje é um bom dia para perdoar.
Falando assim, parece estranho, mas se você desejar melhorar a sua vida, você deve cura-se e perdoar-se. Se você deseja curar ou perdoar alguém, mesmo um criminoso mentalmente doente, você faz curando a si mesmo.
É tão simples!
Nada está do lado de fora, mas dentro de você, da sua mente.
Para todos e para cada um de vocês: Sinto muito, eu te amo!
Não importa que tipo de problema existe, trabalhe com você mesmo.

Fonte: DR. LHALEAKALA HEW LEN - Terapeuta 


segunda-feira, 19 de março de 2012

Vocês todos são leões

Toda ignorância começou com os pastores. Pastores são para ovelhas. Eu confio que vocês são leões. Leões não são para serem arrebanhados; aonde eles andam é sua própria trilha. Não há rebanho de leões; há somente rebanho de ovelhas. Vocês são todos leões – então vá pelo seu caminho. Não andem em caminhos batidos feito ovelhas; um após o outro. Não sigam nenhum caminho. Leões, não seguem um ao outro como as ovelhas. A maioria das pessoas são ovelhas, seguem pastores pelo mundo todo. A religião começou com pastores e as pessoas os seguem como ovelhas. Mas aonde vocês forem serão leões, e não há caminhos para leões. Onde o leão andar, é o caminho. Para o leão o não-caminho, é o único caminho. Então não se coloque no meio de ovelhas precisando de um pastor. O seu caminho é o não-caminho – isso é saber quem você é. Isto é não seguir como uma ovelha. Este é um novo caminho, decididamente desconhecido. Uma vez conhecido, isto é bem conhecido. Aquele que sabe completou o propósito do esforço de toda vida humana. Ele é feliz e em paz. Ele aproveita ambos: aqui e depois.
Por favor, não se torne uma ovelha. Não siga ninguém. Não olhe aqui e ali. Não olhe para nenhum lugar. Pare de procurar. Pare toda sua imaginação pelo o que ainda não aconteceu ou a conceitualização do passado. Mantenha seu ser neste momento, que é um não-momento. Descubra de onde esse momento vem, de onde o tempo vem, de onde o pensamento surge, e você verá que você sempre esteve em casa. Você não precisa de mais nada!

PAPAJI (Trecho de Satsang)

domingo, 18 de março de 2012

O FIM DO CAPITALISMO


Todos nós sabemos que tudo o que depende o ''capetalismo'' e seu domínio tem a ver com sistemas elétricos. Sim! os bancos não funcionariam hoje em dia se não fossem seus computadores, caixas eletrônicos e etc., Os governantes precisam da grande massa hipnotizada pela mídia, que se faz através do controle total dos meios de comunicação e a grande TVLESÃO que hipnotiza a maior parte das pessoas para que não prestem atenção a suas próprias vidas e na consciência cósmica que somos, mas sim somente nas novelas e reality shows que só idiotizam cada vez mais a população.


Uma grande parte possui carros movidos a motores elétricos, sem os quais a manutenção sem energia elétrica para recarregar baterias e etc., não funcionariam. Mega indústrias que necessitam de máquinas ligadas a computadores, hospitais, semáforos...
A mídia faz de tudo para ocultar o benefício da energia solar, e infelizmente este conhecimento se reduz a grupos alternativos ou pessoas que de certa forma estão ligada a ecologia e respeito a natureza. Aquecedores solares, fogões solares, placas fotovoltaicas...enfim, um grande número de alternativas assim como tratamento e captação de água de chuva e o famoso RESPONSABILIZE-SE POR SUA PRÓPRIA EXISTÊNCIA e não mais dependa de governos para nada em sua vida. Assim como plantar seu próprio alimento, viver de uma forma mais natural e retornar a origem onde, alimentos contaminados, fast-foods, congelados e a máfia da indústria farmacêutica e etc, não mais terão tanto poder de manipulação em nossas vidas...


Vários cientistas comprados pela elite aparecem com seus scripts de conforto a população mundial, nos dizendo que nada está acontecendo com o SOL. Está tudo bem...as explosões solares não afetam a terra...não causam absolutamente nada...

Eles apenas estão protelando a informação do inevitável...sabemos que em todas as galáxias tudo funciona em ciclos que se renovam. Recentemente ouvi dizer que um satélite Japonês chamado Hinode, é capaz de analisar campos magnéticos complexos do sol para saber quando os fenômenos podem ocorrer e assim, todos os geradores de energia elétrica de um local do planeta que seriam potencialmente atingidos, seriam desligado com antecedência causando um enorme blecaute e que seria normalizado a energia do local, somente após as tempestades acabarem.

Como se o ser humano em sua ínfima sabedoria fosse capaz de controlar TUDO ETERNAMENTE...claro! tudo até agora está sob o controle, o clima, a comida, as informações para a grande massa, você paga para nascer, para viver e morrer...tudo depende da sua grana no banco movido a energia elétrica para você SE AJUSTAR a este sistema capetalista. Sem o vil metal eles te DOUTRINAM dizendo que você se tornará um indigente, um mendigo, um morto de fome, sem roupa de marca, sem remédios (drogas que acabam com sua saúde), sem o carro do ano ''elétrico''...toda a programação que nos foi imposta gira em torno do CAPITAL e seus mega bancos...


Como seria acordar e não ter sua tevelesão para se distrair da sua realidade medíocre que você tenta insistentemente fugir diariamente? Como seria ir ao banco e não ter nada funcionando? pane no SISTEMA...


Só para refletir...é bom estar informado que nossa realidade está mudando...nossos corpos físicos já não precisam de tanta comida assim...podemos viver muito bem e muito saudavelmente sem o domínio deste sistema para tudo em nossas vidas...REFLITA. Esta será a oportunidade para começar a viver mais...começar a olhar nossos vizinhos como parte de uma com-unidade onde teremos que viver de um sistema comunitário de trocas inicialmente...andar de bicicleta...como faz bem a saúde! Muitos estão desenvolvendo a telepatia...desenvolvendo percepções extra
sensoriais...a natureza é sábia e sabe de tudo o que você precisa antes mesmo de você tentar entender com sua razão ou teses...


Saia da programação deles antes que você seja obrigado a se virar...de qualquer forma teremos que viver de um jeito diferente e mais saudável mais cedo ou mais tarde...não acho que eles conseguirão controlar a fúria do astro rei por muito tempo...música? o som dos passáros e de um violão rsrs...coisa boa!


Irmãos planetários nós somos UM e existe inúmeras formas de viver e não mais sobreviver nesta existência. Não olhe mais para seu semelhante reparando suas roupas só porque não se vestem na moda...só porque não tem os bens materiais que você possui...só porque sua religião diz que são coitados por causa do carma pesado deles e só por isso tem que sofrer...TUDO ISTO É UMA PROGRAMAÇÃO MENTAL RIDÍCULA que te obrigará a olhar seu próximo como a você mesmo...na mesma condição...NA MESMA NAVE ESPACIAL CHAMADA TERRA.


E que venham os novos tempos...valorizando o simples...a arte...a liberdade de ser em COM-UNIDADE...



terça-feira, 13 de março de 2012

Transição planetária na visão quantica

Ótima palestra com Margarete Áquila.

Um grande resumo de tudo o que já foi compartilhado aqui neste blog.






Manipulação climática, Contato com seres extrafísicos, Illuminatis, fim do mundo em 2012, Crop circles...entrevista com o grande astrólogo QUIROGA e com a física ANNA SHARP





1° Parte





2° Parte



3° Parte




4° Parte



terça-feira, 6 de março de 2012

Como as recentes labaredas solares estão afetando os seres humanos

"...É sabido que a atividade solar influi na consciência humana..."



Recentemente estamos experimentando uma quantidade enorme de atividade no Sol, o que está afetando tanto a Terra quanto os seres humanos

Que é exatamente uma erupção (labareda) solar e como nos afeta?

Uma erupção solar é uma tempestade magnética no Sol, que aparece como um ponto muito brilhante e uma erupção gasosa na superfície, tal como a fotografia acima. As labaredas solares liberam enormes quantidades de partículas de alta energia e gases que são tremendamente quentes.

São lançadas a milhares de quilômetros da superfície do Sol.

Segundo Mitch Battros – no site Cambios em La Tierra, “Uma das melhores profecias/predições conhecidas de nossos anciãos maias é a mensagem de uma mudança de paradigma de nossa era. Nas palavras dos maias, se diz que agora estamos em uma época de “mudança e conflito”.

A mudança está chegando do “exterior” em forma de mudanças climáticas, fenômenos naturais, distúrbios celestes (labaredas solares) e traumatismos auto-infligidos, causados pelo homem.

O conflito vem desde o “interior” em forma de desafio pessoal, dor, confusão, depressão ansiedade e medo. Diz-se que estamos “na encruzilhada”. Um tempo para escolher um novo caminho, decidindo sobre uma nova direção individual e da comunidade, aventurando-nos no desconhecido, encontrando nossa verdadeira identidade do Ser.

Outros optarão por ficar no mesmo caminho, ficar com o conhecido e fazer um grande esforço para manter a “previsibilidade”.

Um estudo recente publicado na revista New Scientist, indica uma conexão direta entre as tempestades solares do Sol e o efeito biológico humano.

O canal que facilita às partículas carregadas do Sol perturbar os humanos é o mesmíssimo canal que dirige o clima da Terra através do campo magnético terrestre, e também através dos campos magnéticos que circundam os humanos.

As recentes tempestades geomagnéticas estão causando os últimos acontecimentos nas mudanças terrestres, em forma de terremotos, erupções vulcânicas, furacões, tornados e tempestades de vento.

A ATIVIDADE GEOMAGNÉTICA DO SOL INFLUI EM NOSSOS PENSAMENTOS

É sabido que a atividade solar influi na consciência humana.

As labaredas solares afetam:- O sistema nervoso central (revestimento do estomago)
- toda atividade do cérebro (incluindo o equilíbrio)
- junto ao comportamento humano e todas as respostas psico-fisiológicas (mental-emocional-fisica)

As labaredas solares podem nos causar os seguintes sintomas:- nervosismo
- ansiedade
- preocupação
- enjôos (como nas viagens por mar)
- instabilidade
- tremores
- irritabilidade
- letargia
- esgotamento
- problemas de memória a curto prazo e palpitações do coração
- náuseas
- intranqüilidade
- pressão prolongada e dores na cabeça

Você teve ultimamente alguns destes sintomas?

As labaredas solares e as ondas de fótons estão mudando a trama de nossa realidade física, uma vez que tem um poderoso efeito em nosso nível físico celular, causando o despertar e conhecimento de nossa memória celular. Frequentemente experimentamos isto como se o corpo estivesse se aquecendo em um calor intenso.

Nossas emoções são energias de baixa freqüência armazenada em nossas células como experiências passadas e traumas que tivemos e nunca foram assimilados – pelo que são armazenados como memória celular. A energia fotônica é uma energia de freqüência muito mais alta que eleva a freqüência emocional mais baixa, de maneira que se possa trazê-la a uma freqüência mais alta... Portanto, encontramos a nós mesmos liberando estas baixas emoções como a tristeza e a dor sem saber porque. Isso terá uma duração de uns 20 minutos e ficamos nos perguntando de onde vieram estes sentimentos, sem aviso, do nada. Os elementos de nossa planilha estão interconectados na consciência celular e quando a planilha é amplificada através de energias de fótons, diversos elementos dela se filtram para a consciência e começamos a recordar nosso verdadeiro propósito. Somos impulsionados ou pressionados a fazer mudanças em nossa vida, mas não nos damos conta do porquê.

O fato interessante a respeito desta energia é que, apesar de uma freqüência mais alta, ela cria o poder de manifestação instantânea de nossos pensamentos, o que significa que, seja lá o que pensemos, criamos no mesmo instante. Isto nunca havia ocorrido antes em nossos lapsos de vida e é por isso que muitas pessoas estão escrevendo livros sobre o tema do “Poder de Atração”.

A energia fotônica se liga a nossos pensamentos, pelo que é importante que saibamos o que queremos pois, do contrário vamos criar mais daquilo que não queremos.

Se você está no processo de mudança e transformação, esta energia funciona bem para você.

Por outro lado, se você está agarrado ao passado através da vitimização e da ira, você simplesmente manifestará mais razões para permanecer agarrado à vitimização, até que esteja pronto para liberá-la.

Nota: Os textos antigos nos dizem que olhemos para os céus, já que estes criaram o catalisador que poderia provocar uma mudança na Terra nestes tempos.

OS EFEITOS DE RECENTES LABAREDAS SOLARES

Muita gente atualmente se sente agitada e inquieta.

As labaredas solares podem romper os velhos padrões que já não são necessários, para que possam surgir os novos. Isto pode fazer-nos sentir agitados e esgotados ao mesmo tempo. Também pode causar estragos com a tecnologia, nos computadores.

Temos começado a notar muitos sintomas novos:- o tempo e o espaço estão começando a cambalear ainda mais erraticamente do que antes.
- parece que estamos perdendo facilmente a noção do tempo
- perdemos as palavras quando estamos falando
- o dia simplesmente desaparece
- não estamos dormindo muito bem... outra vez
- damos um monte de voltas na cama durante a noite e muitos estão tendo sonhos estranhos
- estamos sentindo que surge uma enorme energia no corpo, seguida de grandes baixas de energia
- recebemos muitas notícias de náuseas e dores no corpo, mal-estar e enjôo (como a bordo)
- muitos sentem uma profunda dor
- alguns sentem como se estivessem caminhando sobre a água (sem razão aparente)
- outros disseram que quando fechavam os olhos à noite, tudo estava girando
- foram produzidos:
- alterações visuais
- problemas no ouvido interno
- zumbido nos ouvidos
- problemas na tireóide e garganta
- pés frios
- até um sintoma raro de secura na língua

Você tem experimentado alguns destes problemas?

Não há o que temer... somente esteja consciente do que isso é e descanse mais e beba muita água.

Isto também passará...

* fonte: Carlini Institute (original, em inglês) e Anjo de Luz (em português)
* tradução (do espanhol): Lélia Zanfrancesh
* Para informações sobre atividade solar, do Observatório SOHO, da NASA, acesse






segunda-feira, 5 de março de 2012

A MATRIX É PURA ILUSÃO


Coloquei um post sobre os Illuminatis e surgiram alguns comentários que me fizeram pensar em escrever sobre a ilusão da Matrix. Já há algum tempo venho percebendo que o pessoal que se liga em ufologia e em conspirações esbarrou, literalmente, no controle da "Matrix", a ilusão na qual estamos inseridos. Meu marido sempre fala que estas pesquisas que faço não me levarão a nada, porque estou tentando entender a ilusão, e ilusão é ilusão, não há nada para entender, apenas para tentar sair dela. E a saída dela é pela espiritualidade.

Quando nos permitimos conceber que tudo, absolutamente tudo isto aqui, toda a matéria e todos os sistemas sociais em que estamos inseridos é uma ilusão, uma ilusão que é controlada por dentro e por fora da Matrix, assim como no filme as máquinas controlam a ilusão de fora e de dentro através de seus agentes (os agentes internos penso eu que são os Illumintis), fica fácil perceber como, às vezes, ficamos nos degladiando sobre questões que são absolutamente indiferentes, não nos levarão a nada. Porque ficamos discutindo se é melhor a ilusão atual ou a futura, se é melhor a ilusão em que somos escravos do dinheiro, ou se é melhor a ilusão em que seremos escravos da tecnologia, de chips e coisas do gênero. Tudo continua sendo apenas uma ilusão, da qual podemos nos desprender, quando estivermos realmente dispostos a fazer os sacrifícios necessários a tanto, como fizeram os Budas do passado, que largaram tudo e ficaram lá, em meditação, buscando, de fato, alcançar a iluminação e cair fora da ilusão da Matrix. Isto não é proibido dentro da Matrix, mesmo porque são pouquíssimas, senão raríssimas pessoas realmente dispostas a largar todos os prazeres dos sentidos da matéria oferecidos pelas ilusões da Matrix para obter esse resultado. Então as "perdas", para os que têm interesse em nos manter na ilusão, são bem poucas de cada vez.

De outro lado, para a grande maioria das pessoas como nós, comuns, que tentam levar suas vidas da melhor maneira, até buscando a espiritualidade, às vezes, mas sem, de fato, fazer os sacrifícios que seriam necessários para realmente cair fora da ilusão da Matrix, é do nosso interesse que a Matrix ofereça um formato o menos sofrível possível. Neste aspecto (mas sem perder de vista que a Matrix continuará sendo parte da ilusão), as mudanças que estamos passando trarão uma nova configuração da Matrix, com upgrade, um formato mais avançado, com possibilidades mais interessantes que o formato atual. Mas continuará sendo a Matrix, uma ilusão da qual precisamos sair, um dia, quem sabe, talvez depois de muitas encarnações.

Neste aspecto, fico pensando: as almas, como nós, que estão imersas nessa ilusão e não conseguem ainda sair fora dela, sucumbem todos os dias ao comodismo da matéria, a viver o dia a dia, curtir os prazeres dos 5 sentidos, e buscar só de pouquinho a espiritualidade, frequentando algum lugar ou realizando algumas práticas, como meditação, mas sem realmente mergulhar nessas coisas, fazer só de pouquinho, como a maioria faz (leva a vida, trabalha etc, curte a matéria e frequenta algo da espiritualidade, mas apenas como um complemento), tem que haver algum lugar para todas essas almas ficarem, até alcançarem a iluminação e sair desse estado de ilusão. Admtindo-se que tudo, na matéria, tudo, é ilusão e estamos neste mundo, nesta ilusão, destinado a almas nesse nível de consciência do seu estado de ilusão. E a grande maioria de nós não irá se iluminar e cair fora da Matrix tão cedo, ainda levará muitas e muitas encarnações. Logo, a conclusão a que cheguei é que o mundo da ilusão é necessário para abrigar almas nesse nível de consciência e, como os níveis são muitos variados, há vários mundos de ilusão, inferiores e superiores. E este aqui está passando por um upgrade para um nível de ilusão melhorzinho, para abrigar almas um pouco mais conscientes, mas ainda em estado de ilusão. É uma melhora geral, mas continua sendo ilusão e esta é num formatinho de prisão, sendo que para escapar dela não é nada fácil.

Lembrei do final do filme O Pequeno Buda, que conta a história do Buda até atingir sua iluminação (curiosamente, o ator desse filme também é o Keanu Reeves, o mesmo do Matrix), quando ele enfrenta o demônio Maya, da ilusão, e consegue superá-lo, ele termina dizendo a ele "Òh grande Arquiteto, você é pura ilusão". Isto sempre me chamou muito a atenção, porque ele chama o demônio da ilusão como O Grande Arquiteto. Logo, O Grande Arquiteto = Demônio = Ilusão. Este mundo da matéria, todinho ele, é do capeta, como dizem os evangélicos, e eles estão certos. Mas ele é um Grande Arquiteto, porque criou este mundo e ele é necessário para almas como nós, que precisamos dele para tentar passar um tempo e ter lições que nos levem até a iluminação, um dia. Acho que o mais difícil para todo nós é tomar consciência de que não temos grande nível de consciência, tomar consciência de que somos todos iludidos, fazemos parte das massas presas na ilusão, como muitos dizem (e estão certos - machuca, ofende, mas é verdade - o machucar e se ofender só faz parte de nossos egos imensos que não consegue lidar com a verdade, é só mais uma ilusão e a pior de todas, que nos deixa tapados para perceberr a verdade e nos deixa mais vulneráveis ainda para continar a sermos manipulados e megulhados nesta ilusão).

Sei lá, só uma reflexão.

abração
Iara De Lorenzo



sábado, 3 de março de 2012

Conexão com o centro da Galáxia

Saudações Ventanias;

O tema Hunab Ku é interessante porque é um mito das origens. Aqui começa o primeiro ponto a ser bem trabalhado na nossa abordagem do tema, para que tal abordagem não seja limitada, obliterada e até falseada pelos paradigmas ainda dominantes de nossa cultura. Os mitos de origem que temos falam de um deus criador, que não tem começo e que cria tudo e todos e ao criar o ser humano o faz senhor de toda criação, depois começa a escolher um tipo de humano contra outro (povo eleito), depois favorece o povo eleito no deserto e a religião dominante foi difundida em um clima de total intolerância com morte e destruição para todos que dela discordavam. Temos uma religião dominante que vem de um deus do deserto, interessante este dado pois como deus do deserto ele está dissociado da vida e da natureza e onde quer que a religião do deus do deserto exista há sempre uma degradação absurda da vida.

Hunab Ku não é um Deus criador nos mitos originais, ele é a Fonte. A Fonte é de onde tudo emana, mas a fonte em si não cria. Quando Hunab Ku toma a lama (terra e água) e cria os seres originais estamos lendo de novo um mito recorrente em vários povos, um momento em que as forças criadoras emanadas de Hunab Ku, seu sonhar podemos dizer, unem elementos criando vida que além de ser a expressão da Fonte pode se tornar auto-consciente. Ir além dos conceitos limitados de Deus é fundamental na compreensão do Xamanismo Guerreiro que aqui estudamos e na compreensão da forma de sentir e pensar o mundo destes povos ancestrais. Estamos presos ao arquétipo do Deus judaico cristão que é "pai", "pastor", que é antropomorfizado, pois tem "vontade", "ouve os fiéis", "castiga os infiéis" e por aí vai. A busca desse tipo de Deus é bem estudada pela psicanálise quando se refere ao "pai psicológico". Toda criança tem sempre um adulto por perto, isso cria a ilusão que sempre haverá alguém para "salvar do perigo", "eliminar o desconforto".

A vida revela que na realidade não temos isso, estamos expostos a uma realidade predadora que não tem por que nos proteger. Assim a tremenda carência que surge é superada por poucos, a grande maioria recorre ao sucedâneo de um "pai psicológico" e/ou uma "mãe psicológica", um Deus ou Deusa, um partido político, um messias, enfim, alguém a quem o crente, o (a) seguidor atribui este papel de "cuidar" dele, esta carência não superada.

Esse verdadeiro deus tribal elevado a categoria do abstrato conceito de Divindade cria problemas demais e faz com que as pessoas passem a vida dedicando sua energia a algo que é no fundo um conceito, pois o fato Transcendente, a real divindade que este conceito quer aludir está bem longe do que hoje este conceito representa. No xamanismo a divindade não é feita à imagem e semelhança do homem e assim o elege para rei da criação, no Xamanismo somos panteístas, vemos a Eternidade manifestar-se em cada face sua, em cada sinal de vida, na natureza, no sorriso da outra pessoa que conosco interage, no pôr do sol, na chuva e no vento forte. Mas sabemos que há algo além, um algo que é tão tremendo e transcendente que mal aludimos ao mesmo, para não falsear com palavras. Mas existe, está lá, pronto para ser contatado, é uma consciência da Eternidade, sempre ali, sempre mudando, a qual podemos acenar através de atos impecáveis e restabelecer nosso elo de conexão com a Totalidade.

Até hoje só conheci duas palavras que não falseiam esta realidade além das realidades, essa fonte das fontes:

Tao e Intento.

Bem... aí a pergunta 1... falou-se aqui de Hunab-Ku ser a primeira constelação de certo ciclo do universo que duraria 26.000 anos... o texto refere-se ao mesmo como um deus... alguém poderia dar uma ajuda neste ponto?

A maior parte dos mitos antropomorfiza o que em leituras mais esotéricas vamos reconhecer como princípios. Um mito do passado hoje descrito por "pesquisadores" está para a realidade do mito vivo e presente na sua cultura de origem como uma foto em PB está para uma pessoa viva e atuante. Alude, diz que existe, mostra até alguns contornos, mas só, nada mais. Quando falamos que Hunab Ku gerou o primeiro homem e a primeira mulher do barro é uma forma de falar que das emanações dessa fonte vieram as forças que levaram a energia e a consciência a se organizarem em sintonia com a força da vida até surgir o que chamamos vida humana. E os mitos Maias são conscientes dos ciclos, pois só esta civilização dominante que nega os ciclos, para tentar criar sua própria continuidade, todos os povos anteriores sabiam que tudo era cíclico, não se refugiavam em teorias que não funcionavam. É interessante e seria cômico se não fossem trágicos os efeitos, ver esta civilização dominante se dizer racional e mais evoluída, mais "instruída" e "prática". Hoje dentro de uma "universidade", centro pensante oficial do mundo oficial, se investiga a natureza da matéria, os genes, a mente, o espaço distante, mas a verdade é que ainda "é mais difícil quebrar um preconceito que o núcleo do átomo". Os povos ancestrais tinham um conhecimento muito prático da realidade e os calendários Maias e de outros povos devem ser vistos assim. Cada criação de vida, cada reino, cada filo que surge, cada família, cada gênero, cada espécie é um momento de criação, de algo novo que surge entre a interação constante da consciência com a força vital. Os (as) xamãs se interessam em observar atentamente a vida e suas manifestações. A consciência é algo real e sensível, como o Tempo e o Espaço, para os (as) xamãs. Interagindo com a força vital surgem formas de vida que até então não existiam. Em nossa época isso é mais raro, os grupos que destroem formas de vida, que extinguem espécies, estes têm mais poder sobre a consciência coletiva.

Minha questão 2 vai sobre o que se disse aqui "Sexto Sol"... isso propõe outros 5... é a determinação de uma "era"? Dura ela 26.000 anos?? Eis outra questão...

Essa coisa de 26.000 anos é muito, muito relativa e não pode ser pensada em termos de anos lineares, é só um jeito de falar de coisas que são muito complexas. O jeito de medir o tempo dessa era é por voltas da Terra ao redor do Sol. Cada volta completa é um ano, o detalhe é que cada Kin é um período que vai do nascer ao pôr do Sol, assim sendo cada Kin é único em si e também tem um padrão que se repete. Quando lidamos com calendários como o dos maias, vamos ter em cada dia um tom dominante, uma força regente e por aí vai, tudo vai estar ligado a uma busca de saber quais são os tipos de energia que nos chegam e como melhor aproveitá-los. A organização de um povo assim é completamente diferente dessa organização ainda resultante da era industrial que temos em nossos cidades. Levantamos mais ou menos na mesma hora, comemos na mesma hora, dormimos na mesma hora, tudo para fazer valer os princípios organizacionais que pretendiam servir a Era Industrial. Fomos padronizados. Para uma abordagem pelos calendários mágicos dos antigos nossa relação com o tempo seria outra. Mas o fato é que estamos aqui, nesta Era pós-industrial ainda sob paradigmas que sabemos ineficientes, que sabemos conduzir a degradação da vida em todas suas formas, mas que ainda servimos.

Os maias marcaram 20 signos e 13 vibrações. Por que 20? Será porque contavam os dedos dos pés e das mãos? Nós só contamos das mãos e temos 10 como base. Já o 13 é um número mais complexo, primo, não se apresenta facilmente, mas o calendário lunar tem no 13 sua marca, são 13 luas um "ciclo lunar completo". As pessoas ficam criando "cabalas" com esses números mas eles são o que são, marcos, medidores, revelam ciclos objetivos, de energia.

Como estariam nossas Artes e Ciências se fosse a compreensão matemática dos Maias e não a dos helenos que tivesse sido usada como base? Os maias sabiam marcar o tempo como sabemos marcar num mapa um caminho a percorrer. Eles deixaram um rota, uma rota de tempo para nos conectarmos a fim de escaparmos da escravidão. Tempo é uma coisa que foi muito deturpada em nossas habilidades perceptivas. O tempo linear no qual somos forçados a acreditar é totalmente ilusório, embora dentro dele a mandíbula das horas nos cerceie como uma armadilha para ursos. Mas a mudança de sincronização com o Tempo, que tem relação com conectar-se a Hunab Ku, à Fonte, isto pode ser feito como forma de nos libertarmos da condição de escravos na qual fomos colocados, podemos nos libertar percebendo que a percepção é a chave.

Assim um kin em 787 a.c. Séc X e 1976 são tempos muito diferentes. Em 1976 o Tonal dos tempos, a forma fundamental da realidade era similar a nossa, já no século X estávamos em outro tonal dos tempos, ali, sem muito trabalho, poderia entrar numa névoa e sair num mundo paralelo, já no ano 787 a.c. dependendo da área do mundo que estivesse estaria entre os reis sacerdotes, as rainhas magistas que sabiam ser condors e serpentes, que sabiam ir e vir entre os mundos, poderia estar entre uma das tribos que estava ali começando sua jornada a outros mundos, sabendo que a conexão com Hunab Ku estava frágil demais para lidar com os Conquistadores que em alguns katuns chegariam.

O desaparecimento "misterioso" dos Maias está muito mais ligado a sua migração consciente para outras realidades, já que estavam cientes dos perigos que se aproximavam. O fato que suas cidades, seus livros de pedras, deixados para serem lidos por um futuro então distante, hoje presente, o fato que essas cidades foram depois ocupadas por outros povos faz com que muitos queiram ter "descoberto" nos achados dos restos, desses povos ocupando os locais, pistas do "fim dos maias". Aconteceu uma mudança na realidade, como a primavera prenuncia à fartura do verão, que tempos de escassez se fazem visíveis no horizonte, e assim quem sabia foi, quem entendeu migrou e quando veio a destruição puderam escapar.

Foi um ciclo, esse ciclo se encerra em algum momento de 2012, o momento exato é fruto de cálculos muito sutis, ainda sendo determinados, porque o tempo flui "aparentemente" de forma uniforme, mas tem dia que passa mais depressa, tem dia que passa mais devagar, tem dia que tem mais tempo nele, tem dia que tem menos tempo nele. Tudo isso interfere até o momento cósmico no qual o sistema solar vai entrar noutro feixe de vibrações oriundas de Hunab Ku.

O que os (as) xamãs perceberam é que tudo está em sintonia com tudo, algo que nossos cientistas mais arrojados tem percebido também, estamos dentro de sistemas que se inserem em sistemas mais amplos e temos uma teia de interconexões inenarrável em sua complexidade. Fazemos parte disso, portanto temos que saber que cada rito que os ancestrais criaram, cada momento do xamanismo é um processo complexo, relacionado com o Todo. Acessar o animal de poder, aprender um caminho de trabalho mágico, tudo isto faz parte de restabelecer conexões muito complexas com a Totalidade. Os Maias sabiam que tem Kin (período do nascer ao por do sol) que tem níveis e tipos de tempo diferentes de outros. Tem Kins que são portões, tem kins que são dias em que certos tipos de emanações chegam na Terra e em certas regiões da Terra que mexem com o tempo de forma muito própria. O poder de um Kin no qual ocorre um solstício ou um equinócio é diferente de um outro kin, assim cada kin tem sua vibração própria, tem sua "onda" e sua harmônica" que são palavras que aludem a estados diferentes de diferentes energias em momentos planetários diferentes.



O que seria um erro agora seria virarmos "maistas", isto é, seguidores dos maias. Temos que recuperar o paradigma maia, este é interessante, esse calendário lunar que trabalha sincronicamente com pulsos da vida, da vida telúrica e da vida emanada de Hunab Ku. Mas os Maias vieram e tiveram seu tempo, deixaram seus relatos e sinais como um farol, para que escapemos dos rochedos e voltemos a navegar no vasto mar escuro da consciência e não apenas nos laguinhos perceptivos precários que nos prenderam.

Agora vai quanto ao sonho de mil gatos... (3) Teria esta história toda a ver com os 144 mil ditos por Crowley? E com os veneráveis da Blavatsky?

A idéia dos 144 mil está em vários tipos diferentes de tradição, 144, 144 mil, tem várias idéias sobre esse número, o "numero de eleitos" ou algo assim. Não creio que seja um número exato, creio que é aproximado e é uma noção de algo. Precisamos atingir certa massa crítica, temos que conseguir gerar um padrão de consciência coletiva que vibre em tal freqüência, que nos coloque em sintonia com Hunab Ku. Tem gente que vale por dois, tem dois que não vale um , em termos de consciência esse número 144 deve ser a somatória de seres com um nível desperto no mínimo, cujo poder de sonho pode ajudar a humanidade a sair desse pesadelo onde está presa e ir para um outro sonho.

Existe um exemplo, podemos dizer que Hunab Ku vai soltar uns tentáculos, uns tubos em direção a Eternidade, estamos no caminho desses tubos, mas temos que criar um lugar para esse tubo se fixar, criar uma "rugosidade" no tecido da realidade, que está liso e sem um lugar onde o filamento enviado por Hunab Ku possa se enganchar. Temos que mudar nossa compreensão do espaço, existem modelos da astronomia contemporânea que podem nos ser úteis, como aqueles que comparam o universo a um vasto colchão d’água e os planetas e astros em geral são bolas que curvam esse espaço da superfície do colchão, criando curvaturas dimensionais. Podemos dizer que os fluxos que queremos conectar em Hunab Ku vão passar a certa distância de nossa posição, mas se "curvarmos" o espaço e o tempo de forma suficiente esses fluxos virão fluindo até onde estamos.

A "AMORC" (prefiro chamar de "R+" dá menos trabalho...) fechará suas portas em 2012 tb... Tem algo a ver? Em sumo a pergunta seria: Até onde isto para no Xamanismo e até onde outros grupos "detectaram" isto espontaneamente e até onde outros grupos souberam disto por estudos e têm planos para tal??

Se tu estudas os movimentos do sol e dos planetas vai perceber as mesmas coisas que outros que fazem o mesmo estudo, independente do nome que de ao sol e aos planetas. Da mesma forma grupos diversos herdeiros de tradições ancestrais sabem quando algo realmente importante vai acontecer no planeta e se preparam para isso.

As idéias que quero tirar da ultima pergunta são duas:

1 - O que há "por trás da gramática"?

Isso foi um koan?

2 - Possíveis grupos "misticos" (guiados por entes ou não) agindo contra a reconexão.

"Qualquer um que não foi libertado da Matrix é um agente em potencial " - Morpheus.

Eu, Nuvem que passa falei, passo o bastão para que o assunto prossiga, enquanto com meu cocar espero nova mensagem.

Data: Seg Jan 8, 2001 11:53 pm
Assunto: Re: [ventania] Hunab Ku, Sexto Sol, "144" mil gatos