A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


sábado, 30 de julho de 2011

História e Profecia são a mesma coisa: 2012, tempo de mudança




Quem só tem o espírito da história não compreendeu a lição da vida e tem sempre de retomá-la. É em ti mesmo que se coloca o enigma da existência: ninguém o pode resolver senão tu!
(Nietzsche)
Se queres prever o futuro, estuda o passado.
(Confúcio)

2012, Tempo de Mudança: clique aqui para baixar o documentário e aqui para baixar a legenda

Frase estranha... História e profecia são a mesma coisa.

Tirei deste documentário que compartilho com vocês...

História e profecia são a mesma coisa.

Será?

História fala daquilo que foi.

Profecia fala daquilo que será.

Na atualidade estamos nós espremidos entre a História e a Profecia.

Sou da geração de 60, filho do movimento hippie, do psicodelismo de Terence Mckenna, do xamanismo de Carlos Castaneda e da ditadura militar, marcado pela separação dos pais, renascido pela união dos amigos e olho para a profecia: 2012.

História é passado. Profecia é futuro.

Dentro de uma concepção linear dos fatos é assim mesmo, mas apenas dentro de uma concepção linear, esta normalmente é apenas uma visão pequena, imediatista, que não percebe a curvatura do tempo, da mesma forma que antes os homens não percebiam a curvatura da Terra e acreditavam que para além do horizonte havia o abismo das águas.

Mas para os antigos maias, os antigos iorubás e outros povos tradicionais, a noção de tempo é cíclica, tal como vemos no arcano 10 do Tarot, a Roda do Tempo ou da Fortuna. O tempo é cíclico, tudo volta, tudo se repete, o que foi voltará a ser, e assim o início é igual ao fim mais a experiências do tempo. Desta forma a frase faz total sentido:

História e Profecia são a mesma coisa.

Quem conhece o que foi pode prever o que será, pois História e Profecia são a mesma coisa.

Mas então não há espaço para o novo, estamos condenados a repetir e repetir ad eternum?

Depende. Depende de nossa consciência sobre o que já foi, pois assim podemos evitar repetir velhos erros e reescrever a História. Afinal é um saco essa coisa de disco arranhado, o problema é quando esse disco é o próprio planeta girando pelas constelações num movimento tão amplo que não se pode ter noção do ponto de vista de uma simples existência mortal, mas graças aos antigos e ao seu legado podemos nos guiar.

Reescrever a própria História.

Poder ser que 2012 seja uma oportunidade de reescrever a História, o que numa outra perspectiva possui uma qualidade profética no sentido da instauração de algo novo, inusitado e completamente revelador. Nesse sentido a profecia é a possibilidade de reescrever a História a partir da consciência da própria História ou daquilo que já foi.

Voltando atrás no texto e fazendo uma associação com o Tarot, este antigo livro imagético, podemos dizer:

Se História fala daquilo que foi, então História é a Lua, pois a Lua é a memória ancestral, os antigos chamavam a Terra de Mãe e a Lua de Avó. Ela representa a ancestralidade e portanto a memória.

Se a Profecia fala daquilo que será então, em termos de Tarot, Profecia é Julgamento, que fala do fim de uma era e da instauração de um novo tempo ou aeon. Aeon é o nome dado a este arcano pelo tio Crowley.

E na atualidade estamos nós, na encruzilhada da História e da Profecia, tendo que escolher entre repetir ou inovar, estamos na posição dos Enamorados, arcano 6 do Tarot.

E o que possibilita esta escolha é o fato de termos criado uma sociedade da informação, completamente integrada e globalizada, onde a informação é arma de manipulação e ao mesmo tempo fator de conscientização.

Então 2012 é a oportunidade de reescrever a História a partir do presente tendo consciência do valor profético da História ou do seu caráter cíclico.

Para os antigos a Humanidade já foi destruída e reconstruída algumas vezes através de catástrofes naturais. Parece que a humanidade é um experimento que já foi realizado diversas vezes. O objetivo desse experimento é verificar se a humanidade é capaz de se tornar responsável pelo próprio destino, adquirindo consciência, autonomia e capacidade para não destruir a si mesma e poder agir no planeta e no cosmos em sintonia com a harmonia natural, tendo desenvolvido para isto know how tecnológico e cultural.

Mas 2012 é apenas um passo de uma longa caminhada. E um símbolo, um marco e nada mais, pois é a oportunidade para nos tornarmos salvadores de nós mesmos e não de esperar por um salvador.

Nada acontecerá de especial em 2012 se antes não acontecer em nós mesmos. Não se pode esperar nada, apenas o resultado de nossas próprias ações e a consciência que brota delas e que se expressa por elas, pois "a ação cria o criador".

O que se espera é que a humanidade cresça, amadureça e apareça para que outras humanidades existentes no cosmo possam nos receber como iguais e não como ininputáveis cósmicos.

É preciso muito cuidado com o tema 2012, pois o sistema que está aí adora criar datas fictícias que alienam as pessoas da responsabilidade pela ação presente.

Nosso sistema sócio-ecônomico vive de crises, o capitalismo padece da síndrome da fênix, renasce das próprias cinzas mais forte, com o capital cada vez mais concentrado na mão de uns poucos. Hoje o capital não é apenas dinheiro e bens, é também informação e tecnologia. O próprio capital está numa encruzilhada, pois não permite o avanço tecnológico para não destruir o mercado já estabelecido, e o maior exemplo disto é o petróleo que é uma matriz energética que já devia ter dado espaço para outras fontes de energia mais limpas e abundantes tal como água, ar comprimido, luz solar e energia elétrica. O capital é vítima de sua própria armadilha cumulativa, padece da maldição de Minos. Desde pequeno ouço os antigos falarem sobre a crise, estamos sempre em crise. A crise é inerente ao nosso sistema e um sintoma crônico. É inerente ao sistema, é a gen[etica do capital. O capitalismo nasceu condenado.

Mas esta crise é sobretudo um crise da consciência, sem ela não há escolha possível por um futuro diferente. E as possibilidades de se fazer algo diferente são na realidade poucas se formos olhar para o passado. Quisera eu dar uma notícia boa, nova, diferente, positiva, mas não há nada fora de nós mesmos que possa indicar esta direção.

Mesmo uma eventual volta de Jesus com toda uma trupe de mestres ascensionados não resolve, pois que antes já não resolveu. Não depende deles, depende de assumirmos a liderança do processo de mudança, mas quem tem ditado a agenda da mudança? Quem são os líderes mundiais? São gerentes políticos de máquinas corporativas? Sim. São empregados políticos de interesses corporativos. Meras marionetes na mão do Diabo, tal como no arcano 15 do Tarot. Isso nos deixa numa situaçao de aparente impotência pois em termos da arena política tudo está dominado. Não há saída. E essa desesperança abre as portas da igrejas apocalípticas alienantes e de toda visão catastrófica, como um desejo inconsciente pelo fim de um sistema fracassado. A frustração de poder é recanalizada para a salvação futura e assim o sistema se mantem.

Os antigos dizem o seguinte: se você não pode mudar o mundo você pelo menos pode mudar de mundo.

Pare e reflita sobre esta idéia: mudar de mundo em vez de mudar o mundo. Não se trata de reformar, se trata de mudar, ir para outro lugar. Impossível?

E alguns dissem que o próprio planeta está realizando esse movimento, fazendo um movimento dimensional.

Castaneda dizia que sua tarefa era mudar o ponto de aglutinação do planeta a partir de uma massa crítica de pessoas motivados por este intento.



Há alguns líderes no campo espiritual empreendendo esta mudança perceptiva e planetária.

A Terra é um ser consciente, auto-consciente e profundamente poderoso que deseja sair da condição em que se encontra. Não estamos mais falando da humanidade, estamos falando deste gigantesco ser onde vivemos chamado Terra.

Ao falar em mudar de mundo e não mudar o mundo estamos buscando nos alinhar com a consciência da Terra e promover todas as ações que possam fortalecê-La, fortalecer a nossa Mãe-Terra.

É aqui que talvez nos dividamos, pois então podemos ter duas humanidades e duas Terras como possibilidades quânticas. Com a qual vamos querer nos alinhar?


quarta-feira, 27 de julho de 2011

a anti-prece e o mistério do ser



O pequeno eu adora a diferença, apesar de saber que todos são iguais – com as mesmas dores e limitações. Esse senso de igualdade corrompe a ordem daquilo que você pensa que é. Definitivamente, seria o fim do pequeno eu aceitar a igualdade, a unicidade.

A mente prega a diferença entre todos – raça, idade, nacionalidade, religião, classe social – mas proponho que experimentem uma conversa aberta com os aparentemente diferentes e descubra que esta é uma noção mal investigada. Aproxime-se e veja que todos têm as mesmas dores e os mesmos prazeres, não tem diferença nenhuma; muda o idioma mas a mente continua a mesma. Aliás, a mente é universal. É por isso que estamos nos dedicando a olhar para dentro, porque voltar-se para dentro aniquila todas as idéias, ficando simplesmente você. Mas você se perde querendo ser reconhecido como alguém que fez algo grandioso, enquanto só consegue fazer as mesmas pequenas coisas, passageiras e insatisfatórias, absolutamente igual a todos.

Note que é a mente que projeta os grandes acontecimentos, é o pequeno eu que quer mais e mais, e é exatamente isso que te impossibilita de realizar aquilo que realmente importa. Esteja alerta e veja que, pousado no agora, não é possível encontrar opequeno eu. Mas fique atento, vigilância é necessária, porque ele fica à espreita de um mínimo movimento seu em direção ao lado de fora, para tomar seu lugar no palco.

Vivendo com os pés plantados no agora, chegará o momento em que todas as suas tristezas e infelicidade serão vistas como uma ingratidão abismal. Em algum momento você terá que se dar conta de que nada lhe falta. Esse é o incansável convite do agora: olhe para dentro e veja o que é que está lhe faltando. Qualquer coisa que apareça como um desejo para este momento retrata uma briga com o agora. Aceite tudo aquilo que você tem e veja o mistério que você é.

Se existe em algum lugar a ideia de que o acúmulo o fará feliz, temo dizer que você não é capaz de ser feliz consigo mesmo. Reconheça a mágica de ver, ouvir e sentir e acesse essa possibilidade como uma graça, como uma dádiva. Definitivamente não há uma prece para isso. Ser você é muito mais simples do que você pensa.

FONTE: http://satyaprem.blogspot.com





terça-feira, 26 de julho de 2011

Dividir E Conquistar


A natureza humana tornou-se beligerante ao longo da história devido às segregações que ascenderam em todos os campos da sociedade. A partir do momento em que o homem deixou de olhar para dentro, investindo toda a sua energia para o mundo da matéria, iniciaram-se as fragmetações de todas as espécies. Logo, cada ponto de vista tornou-se a verdade cabal, já que o não entendimento profundo de si mesmo fez do homem um ser contraído e concentrado, vendo apenas um ponto do cenário total.

Cada nova criação filosófica, científica ou social tornou-se uma fragmentação. Sendo um ponto de vista isolado, para aqueles que não enxergam uma imagem mais abrangente, cada nova criação adquiriu a condição de inimiga, pois desconstruía a verdade pessoal de cada indivíduo. Deste modo, religiões, filosofias, partidos políticos, escolas de pensamentos, partições científicas, tribos, nações, cores de pele, modos de se vestir, gostos musicais, tudo virou conflito.

O homem vê um inimigo em tudo, mas não percebe que não existe inimigo algum. Porém apenas através do autoconhecimento ele irá descobrir que o inimigo é uma ilusão da própria segregação, sendo então a ilusão de seu próprio eu.

Há novos inimigos surgindo todos os dias para o homem e nos tempos atuais um deles vem ganhando força. Trata-se de algo já antigo, mais velho que a maioria daqueles que visam combatê-lo, cujo principal objetivo é fundamentar a separação do homem para depois liderá-lo em meio à segregação. Esse inimigo não visa união, pois através da engenharia social implantou uma desconstrução agressiva em todas as cabeças da humanidade a fim de surgir como uma solução para o caos quando necessário.

A Nova Ordem Mundial que tantos combatem não tem relação com um mundo unificado. Ela visa centralizar o poder em um mundo segregado. Há uma grande diferença nisso. Todo o tormento da raça humana está na segregação. Só quando esta se faz presente é que somos capazes de maltratarmos uns aos outros de maneira tão vil. Quando estamos segregados, abdicamos de nossos poderes, gerando situações para que outros decidam por nós o que fazer e o que pensar.

Há pessoas que são contra a Nova Ordem Mundial pelo motivo equivocado e há outras que são contra sem nem compreenderem o motivo. Ao ouvirem falar em mundo unificado já fazem a relação com o totalitarismo, pois estão descontroladas pelo medo e pelo fascínio que o perigo lhes causa.

Porém, mesmo sob um governo mundial o mundo continuará segregado, portanto não tem relação alguma com a unidade da raça humana. Quem não entende isso está querendo lutar contra um fantasma, uma sombra de sua própria sede de enfrentar um inimigo.

Um mundo unificado é a única solução para nossa civilização sobreviver e evoluir. Enquanto houver barreiras filosóficas, religiosas, territoriais e culturais, sempre haverá segregação e conflito. A sua verdade sempre será maior que a minha, o seu país sempre será melhor que o meu, a sua filosofia sempre será melhor que a minha.

Mas a questão é que para se escolher combater a Nova Ordem Mundial é necessário ter a consciência de se estar lidando apenas com um possível efeito de uma doença mais profunda. Se você não tiver essa consciência, cedo ou tarde vai se encontrar andando em círculos e cheio de dificuldades. Porque qualquer combate gera tensão e mais motivos para se combater.

Logo, não seja contra ela, mas a favor de purificar a raiz do problema. Prefira semear no coração de cada um a importância do autoconhecimento, do amor e da tolerância. Pois um mundo unificado só poderá surgir quando toda a humanidade estiver preparada para isso. Ele não surgirá pelas mãos de terceiros, mas pelas mãos de cada ser humano deste planeta.

Apenas em um mundo segregado é que há chances de um governo totalitário ascender, pois apenas na segregação é que os seres humanos abdicam de seus poderes. Em um mundo unificado, cada um é seu próprio líder. Em um mundo unificado, nunca haverá uma Nova Ordem Mundial.






segunda-feira, 25 de julho de 2011

O Dia fora do Tempo



Durante a sua permanência no planeta Terra, os Maias ensinaram seus conhecimentos sobre os segredos do tempo galáctico, cientes dos ciclos lineares e limitadores a que todos nós, seres humanos, fomos submetidos.
Sabedores que tínhamos perdido a habilidade natural de perceber os ciclos naturais de Luz Cósmica ao longo de nossa existência, e que esta forma linear do tempo atual é controladora e esconde os verdadeiros aspectos multidimensionais do TEMPO.
A contagem do tempo Maia se baseia em 13 ciclos lunares de 28 dias por ano solar, perfazendo 364 dias, mais um chamado de ‘Fora do Tempo’, entre o Ano Velho e o ano Novo. Pelo calendário Maia, o dia fora do tempo é o dia 25 de Julho.

Os Maias consideravam este dia como uma grande oportunidade de reciclar, recomeçar, recarregar as energias, libertar o que já não é mais preciso, agradecer por tudo o que foi recebido no período anterior em todos os aspectos, agradecendo inclusive os momentos menos bons, pois eles também são aspectos importantes na nossa aprendizagem e evolução como seres humanos, cuja essência é espiritual.
Todo dia 25 de julho é o Dia-Fora-do-Tempo ou dia do Perdão, que antecede o Ano Novo Maia que se inicia em 26 de julho.

Mas porque 25 de Julho?

No dia 26 de Julho recomeça um novo ciclo com o nascimento astronómico de Sirius, que se eleva no horizonte juntamente com o Sol, trazendo uma energia de limpeza e purificação interior, trabalhando os nossos corpos sutis, principalmente o emocional.
Esse é um acontecimento mundial, e milhares de pessoas já seguem este calendário, quando este número de pessoas for suficiente para criar uma ‘massa crítica’ mudará a frequência do tempo como conhecemos e entraremos no tempo real da harmonia e da Paz, onde o tempo deixa de ser dinheiro para ser arte.
O Calendário da Paz permite sairmos da frequência artificial para uma sincronicidade da Lei do Tempo e a frequência natural 13:20, que rege o nosso Sistema Solar e toda a Galáxia. A calendário de 13 luas de 28 dias é uma medida de exatidão biológica da órbita do nosso planeta ao redor da sua estrela, o Sol. É um padrão de medida perfeito que coordena e sincroniza as fases da Lua com os ciclos galácticos e o tempo.
Quando essa informação fica clara em nosso ser, passamos a vibrar com esta frequência e isso será a causa de uma revolução sem precedentes. Uma revolução onde o Tempo voltará a seu eixo e com ele toda a existência humana terá nova significação.
Tempo não é dinheiro.
Tempo é Arte!

FONTE: http://arautodofuturo.wordpress.com

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Não fuja do que existe em você

Dando continuidade aos estudos do pathwork como no post anterior, nesta etapa é possível compreendermos de frente o Eu inferior. Nas ciências ocultas é dito que antes de subir é necessário descer nas profundezas do subconsciente para entender de fato todas as partes que ignoramos em nós ou fingimos não ter, devido aos falsos valores morais impostos na sociedade que acabam por causar na maioria das pessoas um sentimento de inadequação ou inferioridade. É necessário também, admitirmos o quanto de obstinação, orgulho e medo há em nós pois estes três fatores podem nos impedir de nos descobrirmos e alcançar outros níveis de consciência expandida.

Nesta etapa, podemos perguntar a algum amigo ou familiar que realmente confiamos e amamamos, sobre a opinião que tem sobre nossas atitudes diárias. Isto ajuda muito pois, geralmente nesta situação há muita sinceridade principalmente no ambito familiar pois, é normal falar o que pensamos para as pessoas da convivência diária.

Daí podemos refletir em qual ponto podemos estar insistindo, ou em qual erro que fingimos não estar cometendo, simplesmente como desculpa ou conveniência, para termos motivos inexistentes de nos apoiar nesta farsa para não termos responsabilidade sobre nós mesmos e conduzir a própria vida para onde realmente queremos.

É comum as pessoas só reclamarem sobre tudo hoje em dia, mas o que elas fazem para reverter o quadro? o que fazem de melhor a si mesmas? quem roubou sua coragem e força de condução do próprio destino? o apego ao sofrimento ou a idéia propositalmente imposta no subconsciente coletivo é a crença do ''díficil'', da ''luta'' e da ''comparação'', e isto ofusca nossa verdade interior.

A seguir mais alguns trechos do livro NÃO TEMAS O MAL:


''Se você meditar sobre essas palavras e ao mesmo tempo tentar ficar consciente do seu medo do Eu Inferior, da sua vergonha por ele, e se você aprender a viver com essa verdade e esse conhecimento, você vai vencer. Então, vai encarar o seu medo de forma realista e não estará se escondendo dele como se esconde de algumas outras coisas em si mesmo.''

''Você gasta tempo com o seu corpo físico, alimenta-o, repousa-o e o limpa; certamente você não sente que isso tira alguma coisa dos seus outros deveres ou prazeres. Você tem como certo que é uma parte necessária e óbvia da sua vida. Contudo, quando surge a questão de fazer ou não o mesmo pela sua alma, então medos, duvidas e questionamentos barram o seu caminho.''


''Você não se da conta de que os seus medos causam um grande dano, não apenas na sua própria vida, mas também na vida dos outros. Eles também ocultam a sua luz de amor, compreensão e verdade. ''

''Ser você mesmo, como você é realmente, com pelo menos uma pessoa, com um mínimo de máscaras e defesas, é um excelente remédio. Ao mesmo tempo você oferece um ato de amor à outra pessoa, a quem você ajuda mais ao mostrar as suas próprias fraquezas humanas do que tentando parecer superior.''

''Você pode não achar que o medo seja um defeito, mas eu estou lhe dizendo que o é; uma pessoa sem falhas não teria medo.
Todos vocês sabem que o oposto do medo é o amor, porém esse conhecimento em si mesmo não será suficiente para que compreenda por que o medo é um defeito. ''

''Se eventos ou sentimentos infelizes se repetem constantemente, isso é uma pista para a sua própria alma. ''




sexta-feira, 15 de julho de 2011

PATHWORK



Olá!

De hoje em diante abordarei aqui no blog o método Pathwork de transformação interior. Este método foi criado por Eva Pierrakos e que resultou em um livro chamado NÃO TEMAS O MAL, que pode ser baixado no site http://www.ivomaioli.com.br, após um simples cadastro.

A importância deste método está em perceber com profunda rapidez, todas as falsas crenças que adotamos desde criança, pensando ser nossa. Seja através do que a família, a sociedade ou qualquer fonte de influência em nossa vida que tenha de certa forma ''moldado'' nossas crenças ou até mesmo das religiões que costumam rotular o ''mal'' como algo repugnante, nos fazendo julga-lo como um agente externo, mas que sempre nos impede de enxergá-lo DENTRO de nós mesmos.

Como este método é extenso, pretendo resumidamente postar por partes, e assim dando um tempo para que cada leitor reflita, após a leitura de cada ponto estudado e vivencie cada passo da mudança interior progressivamente alcançando e estabelecendo a expansão da consciência.


O primeiro passo é tentar recordar através de uma profunda auto análise, qual é o seu verdadeiro Eu? não aquele que te disseram ser, ou o que a religião prega como ideal, mas aquele ser extraordinário e expansivo, simples, cheio de oportunidade de criação construtiva, cheio de amor incondicional que está escondido no subconsciente.

Depois, é importante descobrir o que é seu Eu Inferior?
aquele que vive na fragmentação, comparação, idealização e tudo o que não enxerga a magnitude e completude da divindade que tudo é.


Também questione, onde pode existir uma Máscara, uma falsidade? aquilo que você faz de conta que é, seja por tentar agradar a todos ou por uma crença de falsa modéstia. Reflita.


Aqui, de forma clara deixo algumas frases profundas deste método que já pode auxiliar a cada um a entendê-lo:

''Você só pode atingir a perfeição atravessando as suas imperfeições, e não contornando-as.''

''Dessa maneira você dissolverá imagens interiores que são diretamente responsáveis pelos seus conflitos.''

''O preço é: nada de autopiedade, nada de ilusões a respeito de si mesmo, rompimento total em relação ao pequeno ego, tempo, esforço, paciência, perseverança e coragem.''

E assim, a cada post progressivamente nos aprofundaremos cada vez mais em cada camada da inconsciência para que o conhecimento de quem somos nós realmente, nos torne a própria consciência cósmica.

Paz!

segunda-feira, 11 de julho de 2011



Saia da zona de conforto que faz a sua vida interior estar no preto e branco da apatia . A paixão é uma enegia movida pelo atrito, se não há atrito, não haverá a Luz da realização.


O outro está no seu meio para lhe ensinar lições a respeito daquilo que você admira e não admira, e sobre o que você precisa mudar em si mesmo para que o outro mude ou deixe de interferir em sua convivência. Sem o outro não teriamos lições a compreender. Quando reclamamos e ficamos indignados com o sistema e com o outro, essa realidade só pode ser expandida. Tudo que recebe fagulhas da sua emoção é expandido! A atenção que é dada para uma realidade pode lhe trazer recompensas ou frustrações. Quando você compreende o valor do seu poder no presente, entende também que sua força energética é capaz de alterar o passado e muito mais os eventos que estão por vir. Toda vez que você olha para um evento, para alguém ou para o passado através de emoções negativas você está modelando a realidade e até mesmo as experiências que a sua consciência determina ter. As nossas opiniões sobre os outros e sobre tudo estão gerando e fortalecendo nossas crenças.

Depois de muito sofrer com relação ao que a vida tem nos devolvido é que começamos a perceber que o nível vibrátil da reclamação e do descontentamento não altera essa realidade. Toda e qualquer constatação verbal, mesmo numa conversa informal, vem agregada de emoções e essas emoções, carregadas de vibrações. Quando você assume o seu desejo, ele lhe mostra um belo campo visionário e então, seus olhos não poderão olhar para outro lugar se não para este maravilhoso campo. O desejo lhe ensinará a ser meditativo, contemplativo, compreensivo, focado e leve porque o seu sonho de realização representa o ponto de conexão com o divino. Deus se autorealiza através de você. Deus é aquilo que está sempre no ponto crucial de uma vibrante realização, constantemente extasiado de felicidade. É para essa intimidade que o desejo lhe levará, se não for assim é porque você não está fazendo isso direito!

“O Julgamento é sinal de que você está infeliz. Todos os seus: “isto é bom, isso é feio, isso é ruim, odeio isso, isso sempre me acontece, isso me deixa triste...” são resultados do mental mal direcionado. Reclamar dá aquela sensação fugaz de que nos libertamos da causa. É uma sensação falsa que satisfaz apenas a mente. Na verdade, estamos nos vinculando a manifestar ainda mais este resultado. A criança mimada age assim através dos mecanismos de autodefesa, mas você já é crescido.”

Como devo agir? Finjo que não vejo?
Não se trata de fingir; você tem que ser incrivelmente autêntico para viver com inteligência e olhar além das pequenas aparências. Quanto mais além você visionar, mais intuitivo será para que a força direcionada do universo lhe mostre um outro rumo. Tudo o que a vida oferece está de acordo com o que você está dando a si mesmo. Se há um chamado em seu interior para sair do campo local e observar um campo maior, então a vida lhe apresentará oportunidades de sentir além do capricho das emoções da mente. A proposta aqui é justamente que você salte os desafios com uma consciência mais ampla. Toda vez que ficamos descontentes com algo, é uma pista certeira de que estamos perdendo o potencial de admiração e de olhar para aquilo que nos apaixona. O desejo existe para isso, para promover o seu alinhamento com o que há de melhor.

O universo é tão abundante de tudo que é deslumbrante! Quando você recolhe uma fruta desse arsenal imenso, várias frutas iguais nascem no mesmo lugar!

Você não pode olhar para dois lugares ao mesmo tempo; ou você escolhe olhar para a felicidade ou você escolhe olhar para o que não está dando certo. Toda vez que você tenta salvar o sistema é sinal de que alguém muito importante está abandonado em seu interior. O egoísta espiritual é o homem mais belo para o universo, porque ele está concentrado e absorto em seu mundo interior. É alguém que encontrou a sua importância no mundo, ele está cuidando de si mesmo, da fonte onde tudo nasce — concentrado no lugar certo. Só o homem que encontrou esta importância pode, de fato, olhar para o outro com um profundo amor. Antes disso, são apenas duas crianças querendo se intrometer uma na vida da outra.



Você é bem-aventurado quando reconhece o quão importante a sua felicidade é. Então, o mundo se beneficiará da sua energia, do seu magnetismo, da sua pulsação, do reino de Deus em seu interior mesmo que você seja silencioso e estático, mesmo que você não faça nada. Você não pode salvar o mundo com sua indignação, nem com as considerações a respeito e nem mesmo com suas atitudes... Contudo, você pode emitir luz salvadora se resolver fluir no melhor que existe em todos os níveis da existência. E essa luz curada faz bem para o seu destino e bem para o planeta.

Cuidem de vocês mesmos. Esse é o nosso pedido. Se um de vocês mudar, muitos outros mudarão! Não importa o que pensam sobre o que está a acontecer nas vossas vidas e na Terra; o Plano é muito mais grandioso! Aquilo que fazem é muito importante. Continuem. Elevem a vossa própria vibração.

[contexto retirado de uma Canalização Kryon, desconheço a data, local e o nome do canalizador.]





sexta-feira, 8 de julho de 2011

QUEM É D' EUS ?



Só é possível experienciar a expansão da consciência quando você aceita todas as partes e eus dos quais rejeita no decorrer da vida devido a crenças ilusórias fundamentadas na inadequação.

Quando você rejeita algo em si, projeta nas pessoas ao redor mesmo estando inconsciente deste fato, e somente quando você integra tais partes humanas e não digo aqui DEFEITOS pois, na natureza da consciência só existe perfeição, é que somos capaz de compreender que nunca fomos parte alguma...

É simplesmente impossível para o TODO, ser parte fragmentada e o que causa dor e o sofrimento, é a crença somente nas partes de inúmeros Eus que se manifestam através da inconsciencia.

Unidade é compreender a consciência cósmica incondicional que permeia tudo e todos e permite cada ser vivente, acordar da ilusão mental das partes, quando assim quiserem.

Que a luz da consciência nos guie para mundos cada vez mais equilíbrados e permeados de luz e paz pois, este mundo nada mais será que o REFLEXO interior de cada UM.

UMA VERDADE NADA CONVENIENTE



A matrix só existe na cabeça de cada pessoa. A ilusão da dor, manipulação e sofrimento não existe, tudo o que é real é a oportunidade de acordar do sonho da mente linear. Somos seres grandiosos e para compreender isto basta retirar o véu de maya dos nossos olhos.

Não iria adiantar se realmente existisse SALVADORES E MESSIAS pelo mundo afora pois, os salvadores da pátria podem acabar com a fome e o frio dos que vivem na pobreza física mas, o mais importante que é o despertar da consciência que cabe somente a vontade própria de cada um, devido o livre arbítrio, eles JAMAIS poderiam dar a ninguém.

Se a maioria dos seres humanos ainda preferem viver na ilusão semelhante a um coma mental INDUZIDO pelo inconsciente coletivo, não existe nada nem ninguém que os farão acordar para a grandeza de quem realmente somos. E este é o jogo do UM, nascemos neste mundo físico e acreditamos que o jogo mental que se materializa nas sociedades, é a realidade...

MAS NÃO É! A mente é mentirosa por isso, de fácil manipulação.

Paz!


sábado, 2 de julho de 2011

A Realidade é uma "Matrix" - Mecânica Quântica



" Não existe o que chamamos de 'matéria', toda matéria surge e existe apenas em virtude de uma força que leva as partículas de um átomo a vibrar e manter equilibrado esse diminuto sistema solar que é o átomo. Temos de aceitar a existência de uma mente consciente e inteligente por trás dessa força. Essa Mente é a matrix de toda a 'matéria' ”. - Max Planck (1858 - 1947)

" Se você tiver uma consciência do tamanho de uma bola de golfe, quando você ler um livro, terá o entendimento do tamanho de uma bola de golfe, quando você prestar atenção em algo, terá compreensão do tamanho de uma bola de golfe e quando acordar de manha, você terá um despertar do tamanho de uma bola de golfe. Mas se você pudesse expandir sua consciência(E você pode), então você leria um livro com mais entendimento, prestaria atenção com mais compreensão e acordaria mais desperto e consciente. Existe um oceano de pura consciência dentro de cada um de nós, e fica bem na fonte e base da mente, é a fonte do pensamento, e também é a fonte de toda 'matéria' " - David Lynch


Estamos atualmente aprendendo pouco a pouco que a realidade física é um tipo de 'ilusão' coletiva. A Física Quântica veio para nos explicar de forma cientifica e lógica como isso funciona. Basta saber que todo universo é composto por átomos, e os átomos não são sólidos. Os elétrons orbitam em volta do núcleo, mas eles nunca se encostam, assim como você nunca encostou em nada na sua vida, pois os elétrons que orbitam o átomo se repelem, logo o que você sente é nada mais que impulsos elétricos que trafegam em nosso sistema nervoso em direção ao cérebro, que decodifica esses impulsos. Todo esse mundo físico de 3 dimensões(Altura, largurae profundidade, são 4 se você contar o tempo, não confundir Dimensão comDensidade) é percebido por nossos 5 sentidos, visão, audição, olfato, tato e paladar. A física quântica mostrou que o Tempo e o Espaço são ilusões da percepção desses nossos 5 sentidos. Sendo assim, podemos afirmar que TUDO que ocupa espaço é parte de um código. Nossos corpos são um conglomerado de um conjunto de códigos. Esse conglomerado ou esse conjunto de códigos está contido numa "chave biológica" chamado DNA, o nosso Código Genético.

Como já mencionei em outro post, e falarei mais sobre isso no futuro, dos 64 códons de nosso DNA, apenas 20 estão "desbloqueados", mas isso não quer dizer que não podemos desbloqueá-los. Dependendo de nossos pensamentos, as vibrações geradas podem ativar esses Códons e assim podemos ativar habilidades das quais nos suprimiram. (Pesquise NEXUS)



Voltando ao assunto, a "matéria" parece um bom lugar pra começar a estudar o mundo, pois a solidez do mundo parece inquestionável, assim como seu corpo e seu computador parecem ser coisas fixas que você pode ver e tocar, mas o que vem sendo discutido desde os tempos de Einstein com o nascimento da física moderna, os físicos vem nos mostrando que essa solidez é uma miragem.

 O físico nuclear Ernst Rutheford realizou uma experiência em Manchester que revelou a forma interior do Átomo. Os cientistas ficaram surpresos quando descobriram que o átomo é praticamente um espaço vazio. E daí surgiu uma pergunta intrigante para a "razão" da ciência ortodoxa: "Como é possível um átomo vazio formar o mundo sólido que nos rodeia ?" .
[Veja aqui o Modelo Atômico de Rutheford]
[Veja também o Modelo Atômico de Bohr ]

Toda 'matéria física', ou seja tudo a nossa volta é resultado de uma vibração, uma frequência, isso significa que se você alterar a frequência, a estrutura de matéria também vai mudar. Nós vivemos em um Universo holografico, e em um holograma cada pequena parte é um reflexo do TODO, por exemplo, o átomo e o Sistema Solar, e podemos ainda ir mais além, pois uma galáxia se comporta da mesma maneira. Quanto mais perto do núcleo de uma galáxia, mais Radiação/Luz existe.
Sabemos que no centro de uma galáxia existe um enorme Buraco Negro. Isso nos faz concordar com a teoria de Nassin Haramein, onde no núcleo de cada átomo há uma "mini Buraco Negro". Se lembrarmos que no núcleo do átomo há o Próton e o Nêutron "lutando" para se equilibrarem, percebemos que aSingularidade é o equilíbrio entre as polaridades, ou seja, matéria e antimatéria, vibração e a não vibração ou caos e harmonia.

Toda matéria no universo é "expelida" e "controlada" pelas Singularidadesou Buracos Negros. Desde o nível atômico até o de uma galáxia (ou além), tudo que está "fora" ou em volta de um Buraco Negro, é VIBRAÇÃO. O único lugar que a vibração encontra a não vibração é dentro de uma Singularidadeou Buraco Negro. O espaço que pensamos ser o "vazio" é na verdade um elemento básico para a estrutura perceptível da existência. Ele é maleável e pode ser moldado pela INTENÇÃO. Isso significa que a realidade é então formada pela nossa Consciência. A consciência é a única que cria e modela a realidade individual e coletivamente. Pensamento é vibração, assim como as nossas emoções, é a consciência se manifestando num "caos" criado para gerar experiências. O universo então é um reflexo de nossa consciência coletiva que cria sem cessar, respeitando a fractalidade dos estados vibratórios. Você acha difícil "enxergar" dessa forma? Então pare já de usar apenas o hemisfério esquerdo do cérebro e pensar apenas tangivelmente. Use os dois hemisférios e equilibre suas "crenças". A sozinha é uma forma de crença imutável e rígida, onde nenhuma nova informação entra. Você se encarcera e inconscientemente não se permite aprender.

Muito se fala da entrada de nosso Sistema Solar no "Cinturão de Fótons" detectado pelos astrônomos desde as décadas de 60 e 70. A extensão desse tal Cinturão é 25 mil vezes maior que a nossa própria galáxia. A medida que nos aproximamos desse Cinturão, a Ressonância de Schumann aumenta de acordo com a Matemática de Fibonacci (1, 1, 2, 3, 5, 8, 13). Se é assim, então em 2012 essa frequência estará nos 13hz. A Cimatica demonstrou que quanto maior a freqüência, mais complexo se torna a matéria. Ou seja, a fisicalidade ou o meio é definido por um padrão que acompanha uma freqüência/energia. Nós estamos passando exatamente por essa experiência. O movimento dos corpos celestes nos dá a chave para entender as mudanças vibratórias que mudam os padrões de existência dentro desse gigantesco holograma vibratório chamado Universo.

Mas devemos estar sempre preparados para enfrentar essas mudanças, e isso me assusta pois mundo está sempre com medo e sempre em disputa uns contra os outros. Enquanto estivermos nesse estado mental, vibraremos na freqüência do Medo, uma freqüência baixa e densa, e esse é o propósito de todo o sistema. A estrutura da sociedade atual é feita pra criar um estado de medo constante, para termos estresse, para nos deixar preocupados quanto ao amanha, nos fazer sentir culpados pelo ontem, e esquecer o AGORA. A psicologia moderna hoje ja sabe(para aqueles que não vivem em caixas) que as únicas emoções que nós sentimos é AMOR ou MEDO, todo resto é derivado desses dois, como a nossa raiva que nada mais é do que um ato de medo, uma sensação de impotência perante uma situação que não se tem 'controle', ou pelo menos a ilusão de controle(que MUITOS vivem hoje). É bom deixar claro que nossas emoções afetam diretamente a estrutura de nosso DNA, que por sua vez afeta diretamente a fisicalidade no mundo ou meio em que estamos assim como a nossa percepção da 'realidade'. Temos que compreender que se você modificar o campo(nossas emoções alteram seu campo eletromagnético, o que os médiuns chamam de 'aura') em que o átomo está, você modifica o átomo, e nós somos feitos desses átomos, portanto quando nós temos pensamentos, e por consequencia sentimentos(ou vice-versa), nós estamos modificando o campo que conecta os átomos que nos compõe, portanto estamos literalmente nos modificando e modificando o ambiente em que vivemos de acordo com nós mesmos.
Fica nítido então, perceber que alguém está manipulando nossa percepção dessa fisicalidade para nos aprisionar num perpetuo estado vibratório. Não querem que entendamos além desse estado, pois assim, recuperamos nossaliberdade. Todos nós devemos tomar muito cuidado com o que pensamos, acreditamos e sentimos, porque a realidade é um holograma controlado pela vibração de sua consciência você está literalmente ajudando a criar o futuro com a sua corrente de pensamentos. Desde o nível sub-átomico a realidade se comporta de acordo com a expectativa do observador(que somos nós), porque o observador é a consciência em sua forma mais pura, e como foi falado antes, é a consciência que molda o universo TODO.


Informação é a chave dessa 'matrix', essa realidade 'ilusoria', a informação cria Fractais (Pesquise Cimatica), se a informação (vibração, frequência) aumenta, o numero de fractais aumentara. Se você pesquisar sobre Fractais eTeoria do Caos, e olhar em termos de sociedade compreenderá a filosofia dos 'Ocultistas' chamada 'ordo ab chao' (ordem vinda do caos), no sentido de que quando o sistema começa a ficar altamente desestabilizado, acontecem re-pradronizações 'aleatórias'(para a fisica atual, mas eu não acredito que nada seja aleatório) que se re-organizarão em maior complexidade. Por isso é necessario para nós TODOS compreender melhor a nossa natureza, a natureza da nossa existencia, do nosso corpo e da nossa essência (que é pura consciência em ultima instância), no momento que você compreender sua natureza, compreenderá muito melhor o porque do mundo ser estruturado da maneira que é. As pessoas não enxergam o que está em baixo de seus narizes porque elas olham pro mundo e aceitam o que elas vêem como realidade, mas elas estão erradas, essa Densidade em que nós vivemos é apenas uma pequena fração de uma frequência de Infinitoscampos de frequências, é basicamente como uma TV ou um rádio, quando você muda de canal, o canal que você estava para de ser visto, mas isso não significa que ele deixou de existir, somente você deixou de perceber determinado canal, e o mesmo se aplica para o nosso corpo.
Finalizando...

Consciência é a linguagem programadora do universo, e nós somos condutores dessa consciência, é isso que nós somos e isso que nós fazemos, ela emana de dentro de nós, é o ato da consciência que cria tudo que nós percebemos, não conseguiriamos nem sequer imaginar um universo sem nós, porque o ato de observar é o mesmo que criar algo para nós vermos. A compreensão intelectual sobre o assunto não é tão importante quanto a experiencia do mesmo, porque é isso que cria TUDO. Não existe o que nós chamamos de morte, o que existe é a consciência transcendendo as frequências no que chamam de salto quântico na física atual, você perderia seu 'Avatar' mas continuaria existindo como consciência, isso é a negatividade retrocedendo e você entrando em um campo consciência mas você continuaria projetando seu histórico de informações da maneira que você conhecia o universo antes do 'salto'.

"A morte é quando a consciência pára de causar o colapso das possibilidades quânticas em eventos reais da experiência" - Amit Goswami.

Obs: O conceito da física quântica sempre trabalhou com duas premissas:Partícula e Onda. Atualmente sabe-se que na realidade nunca houve partícula, pois o que se postulava que era partícula, é na verdade uma rotação/giro da Onda que gera uma inércia, e essa rotação "junta" a Onda que então se apresenta como "Matéria". Resumindo, tudo é ONDA e a realidade é uma ilusão!


Para melhor compreensão do assunto sugiro o documentário "Quem somos nós?", que reúne varios cientistas e físicos, que explicam de uma maneira simplificada o que o texto acima trata. Link das partes do documentário abaixo: