A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


segunda-feira, 12 de abril de 2010

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre!

A Manada Desnorteada




Afinal, quem é você? O que encontra-se atrás dos seus olhos? Quando você olha em um espelho, o que você enxerga? Você vê o verdadeiro você ou aquilo que você foi condicionado a crer que é você? Os dois são tão tão diferentes. Um é uma consciência infinita capaz de ser e criar tudo aquilo que escolhe, e o outro é uma ilusão aprisionada por suas limitações percebidas e programadas.
Que beleza é viver na terra da liberdade. Você é livre para ver as notícias e os jornalistas e correspondentes te dizerem, sem questionamento, a explicação oficial dos eventos – explicações projetadas para garantir que você veja o mundo da forma desejada e que reaja da forma desejada. Você está livre para fazer o que nós dizemos a você; livre para pensar da forma que dissermos a você; livre para viver da forma que dissermos para você. E você está inclusive livre para morrer como nós dissermos a você, nas guerras friamente criadas para destruir, controlar e manipular.
Deixamo-nos transformar em um rebanho. Uma vez que nós aceitamos a mentalidade de rebanho, nós podemos ser controlados e dirigidos por algumas poucas pessoas. E nós somos! Nós paramos de pensar por nós mesmos e entregamos as nossas mentes [poder]. Quando nossas respostas ao medo são ativadas, nós corremos para aceitar o que nos for imposto.
É razoavelmente fácil alguns controlarem toda a população do planeta, quando você controla a educação [na realidade, a doutrinação] e os meios de comunicação – as fontes de “informação” e as mensagens [mantras] que bombardeiam a mente consciente e subconsciente desde o berço até o túmulo.
Vá a uma rua lotada e observe as pessoas que passam. Você não está vendo o todo real e infinito delas. Você está olhando para a máscara que elas projetam para o mundo. É a máscara que elas acreditam ser aceitável para o resto dos prisioneiros, para evitarem ser ridicularizadas ou condenadas por pensarem e agirem de forma diferente às demandas da Zona Livre de Controvérsias/Embaraços.
Se você deseja ser livre, pare de viver uma mentira. Pare de negar você mesmo. Você é um aspecto único de tudo que existe, a soma total de todas as suas experiências únicas desde que você primeiramente tornou-se uma consciência, uma infinidade de tempo atrás. Esta é uma razão para ficar alegre. Não existe nenhum aspecto da consciência, em toda a criação, que é igual a você. Você é especial, assim como todo mundo é igualmente especial. Mas, ao invés de sermos alegres e orgulhosos de sermos especiais, nós acabamos deixando que esta situação única se transformasse em algo a se temer: “Oh meu Deus!”
É comum sucumbirmos ao mito sobre “homem e mulher ordinária na rua” ou “pessoa comum”, à idéia de que as massas são apenas “ordinária” e apenas algumas pessoas, que são “extra-ordinárias”, conseguem algo na vida. Este sistema de crença nos diz que nós somos “ordinários” e, portanto, devemos saber qual é o nosso lugar. Na verdade, não existe um homem, mulher, criança ou folha de grama “ordinária” em toda a criação, mas as pessoas são persuadidas a acreditar nesse mito e, portanto, acabam atuando no papel de um ser “ordinário”. É um ato que eles foram condicionados a desempenhar, como um ator no palco. Ordinário não é o que somos, é meramente o que nós escolhemos acreditar que somos. Mas isso é muito poderoso no sentido de diminuir nosso senso de valor; é uma outra motivação para entregarmos nossa mente para aqueles que nós acreditamos que são “melhores” que nós. Tudo parte do condicionamento que inclui a baboseira de que nós nascemos todos pecadores, seja lá o que isso queira dizer.
Não ficamos com medo pelo que os presidentes, primeiros-ministros, banqueiros globais pensam a nosso respeito – é a reação de nossos amigos, família e colegas de trabalho que nos preocupa e nos amedronta para nos conformarmos. A reação dos outros escravos! A força policial mental, emocional e espiritual, que controla as massas, é formada pelas... massas. É como ter uma cela cheia de prisioneiros e quando um dos prisioneiros encontra um meio de escapar, todos os outros prisioneiros correm para bloquear a saída.
Preconceito é a palavra vital aqui. As pessoas são condicionadas para terem preconceitos contra outros membros e grupos dentro de cada cultura e sociedade, e essas diferentes formas de preconceitos são usadas para dividir e governar a manada. O preconceito pode ser racial, religioso ou político, ou baseado em antecedentes, ganho financeiro, tipo de trabalho ou estilo de vida. Isto permite a manipulação da consciência coletiva florescer e, no entanto, se parássemos de procurar impor NOSSA versão do certo e errado, bom e mal, moral e imoral, em cima dos outros, nós removeríamos os meios de tal manipulação global. Nós precisamos nos livrar de TODOS os preconceitos – AGORA!
Nós julgamos as pessoas, e a nós mesmos, não pelo que somos, mas por aquilo que possuímos ou por aquilo que “fazemos”. O “papel” que desempenhamos não é “nós”, assim como o personagem que um ator representa não é a personalidade real do ator. Nossos trabalhos e “papeis” são veículos temporários para adquirir experiência, só isso. Somos consciência em evolução em uma jornada eterna em direção de um maior amor, conhecimento e compreensão, mas nós nos esquecemos disto e nós temos sido encorajados a esquecer disto. Somos como atores que pensam que o filme é a realidade. É apenas um jogo, mas nós pensamos que ele é real. Estamos levando o jogo muito a sério. É apenas um filme e ele deveria ser alegre.
Democracia não é liberdade, é uma ditadura camuflada de liberdade. A mesma força controla, direta ou indiretamente, todos os principais partidos políticos e movimentos. Quando você vota em uma eleição, você está escolhendo entre diferentes aspectos da mesma força. O dinheiro e a mídia decide quem torna-se presidente dos Estados Unidos e o dinheiro e a mídia são possuídas e controladas pelas mesmas pessoas. 30 pessoas dizendo a outras 49 o que elas devem fazer não é liberdade. Na realidade, a maioria dos governantes são eleitos por uma minoria da população. Liberdade é o direito de TODAS as pessoas expressarem quem elas são, o que elas pensam, e como elas desejam viver suas vidas: livres de imposição ou constrangimentos de ninguém. É poder celebrar nossa individualidade única sem regras, regulagem, ridicularização ou condenação daqueles que procuram impor seus pontos de vista da vida sobre o resto de nós.
Até que aprendamos a respeitar o nosso, e de todos, direito de ser diferente, de fazer nossas próprias escolhas, e criar nossas próprias realidades conscientes, livres de imposições e pressão para nos conformarmos, nós iremos permanecer em uma prisão fabricada por nós mesmos. Continuaremos a ser, ao mesmo tempo, o policial e o prisioneiro. E um punhado de pessoas, com uma agenda muito desagradável, irá continuar a mandar no mundo. A escolha, como sempre, é nossa. Podemos aceitar a prisão ou podemos caminhar para a liberdade. E a liberdade está apenas a um pensamento de distância...

Defendendo o Dogma
Junto com a ilusão de que somos livres, existe a ilusão de que somos diferentes. Parece uma contradição, mas não é.
Somos únicos dentro de nossa consciência multidimensional, mas dentro da visão limitada da “Zona Livre de Embaraços” existem “diferenças” sem fim, que nós chamamos dogmas que, na verdade, não são diferentes. David Icke passa a fazer uma comparação do métodos de terrorismo [para incutir medo] aplicado pelas religiões católica, judaica e islâmica, visando todas o mesmo fim: manipular os fieis, via medo. Todas dizendo que Deus está de seu lado, e portanto elas podem praticar a matança das pessoas entre si, em nome de Deus. Existe um tema comum nessas religiões: atemorizar a população para fazer ela se conformar aos seus ditames. Ninguém “nasce” um cristão, um judeu ou um muçulmano. As pessoas são condicionadas para se tornarem um cristão, judeu ou muçulmano após seu nascimento.
Nós continuamos a acreditar demais e pensar de menos. Intuitivamente, nós “sentimos” menos ainda. A rigidez e a manipulação das “crenças” [dogmas e preconceitos] é a forma como somos controlados. Os conflitos através das eras não têm sido entre opostos, mas versões do mesmo estado mental: o desejo de controlar os outros. Além das religiões, pode-se citar, por exemplo, os esquemas políticos: o Comunismo [extrema esquerda] não é diferente do Nazismo [extrema direita]. A extrema esquerda, simbolizada por Josef Stalin, acredita em controle centralizado, ditadura militar e campos de concentração. A extrema direita, simbolizada por Adolf Hitler, acredita em controle centralizado, ditadura militar e campos de concentração. Conseguiu ver diferença? Claro que não. Comunismo e Nazismo não lutaram pela liberdade na Segunda Guerra Mundial; foi uma guerra para decidir qual aspecto do mesmo padrão de pensamento iria controlar as terras da Europa Oriental.
Em toda as Zonas Livres de Embaraços dos dogmas religiosos, políticos, “científicos” e econômicos você encontra estes não-opostos [“oppo-sames”, no dizer de Icke] brigando e condenando-se entre si. A velha tática de dividir para governar sobre todos. Não se pára uma ditadura com outra ditadura. Você não pára a violência com violência [Vide o Bush, com sua “guerra ao terrorismo”...]. E você não elimina o ódio com mais ódio. Você apenas dobra o ódio. Nem você remove divisões abanando sua bandeira, colocando os desejos de seu país acima das necessidades dos outros do planeta, e dizendo que sua pátria e população é a melhor do mundo.
Você pára uma tirania com liberdade para todos; você termina a violência sendo pacífico; você elimina o ódio com amor; você termina o dogma com liberdade de expressão; e você remove as divisões compreendendo que todos nós somos UM – todos aspectos da mesma consciência infinita que chamamos Deus.
Dentro da Zona Livre de Embaraços existe muito poucas diferenças entre as pessoas, em suas atitudes básicas e respostas. As pessoas são aspectos do mesmo rebanho. É fora da Zona que descobrimos nossa verdadeira situação única. No interior, as “diferenças” precisam ser fabricadas para nos presentearmos com a ilusão de escolha e de variedade, caso contrário iríamos logo perceber que a humanidade é um conjunto de pensamentos programados e uniformes. Esta é a razão para os “iguais” serem apresentados como “opostos”. Opostos não brigam entre si. Os não-opostos brigam entre si. O oposto do desejo de brigar e de se impor é o desejo de amar e de libertar. Estes opostos não podem brigar porque um irá sempre se recusar a fazer isso. Portanto, quando você ver conflito físico e verbal isto será sempre entre aspectos do mesmo estado mental – não-opostos – e nunca entre opostos. Aqui reside toda a base do dividir-e-governar: criar divisões com “diferenças” fabricadas, não existentes, e , então, por as partes uma contra a outra.
Recapitulando, a humanidade está em uma prisão porque:
A. Ela entrega a outros sua mente e entrega a outros sua responsabilidade e poder de pensar por si mesma.
B. Ela é consumida pelo temor, especialmente o medo do que a outra pessoa vai pensar de você – o medo de ser diferente e único.
C. Ela procura impor seus dogmas sobre todos e nega o direito de cada um de nós de ser diferente e de ter nosso ponto de vista próprio e único.
Em vista disso, para escapar da prisão global obviamente temos que:
A. Pensar por nós mesmos e recusar que outros nos diga o que fazer, ser ou dizer.
B. Sumir com o medo, já que o medo é nossa criação. Não precisamos ter medo, se escolhermos isso. Não precisamos esconder nossa unicidade, se escolhermos isso. Podemos facilmente fazer uma outra escolha.
C. Respeitarmos nosso direito próprio de acreditar naquilo que escolhermos e, crucialmente, respeitarmos o direito de todo mundo fazer o mesmo, livre de pressão, de ridículo, condenação e imposição de qualquer espécie.
Nestas poucas sentenças você tem os meios para transformar este mundo, de uma prisão para um paraíso. Nenhum revolver precisa ser disparado, nenhuma trincheira precisa ser cavada, nem mais um movimento político precisa ser criado. Tudo que precisa é que você respeite o seu direito de ser diferente e que respeite o direito de todos de ter essa mesma liberdade.
Sim. É só isso.

A Ditadura Global
O controle do mundo durante um longo período de tempo tem sido conseguido pelos meios que já descrevi: manipulação da mente, divisões fabricadas e, o mais importante de todos, pelo medo. Esta é a emoção que tem dado o controle de nossas vidas para um grupo manipulador que eu chamo de Elite Global.
Quando você consegue fazer as pessoas ficarem amedrontadas, elas irão procurar alguém para protegê-las daquilo que foram condicionas a temer [Obs: este livro foi publicado, pela primeira vez, em 1996, antes que o Bush ordenasse os atentados de 11 de setembro de 2001, para praticar exatamente o dito nesta frase].
A Elite Global, os poucos que decidem os rumos do mundo e da humanidade, estão no topo de uma pirâmide de manipulação. Quase todas as organizações de hoje estão estruturadas na forma de uma pirâmide. No topo você tem a elite diminuta que sabe tudo sobre a organização, sabe qual a sua agenda verdadeira e o que se deseja realmente alcançar. Quando você vai descendo do pico, você vai encontrando mais e mais pessoas que sabem cada vez menos da agenda verdadeira. Isto é chamado de compartimentalização. Aqueles no topo se certificam que todos abaixo, na pirâmide, tenham conhecimento apenas de suas contribuições individuais para a organização, companhia, sociedade secreta, etc. Como resultado, a maioria deles pensam que seus trabalhos são totalmente inocentes, não sabendo que seus trabalhos se encaixam com outros da pirâmide, para criar um padrão que não é nada inocente. Os maçons e outras sociedades secretas são óbvios exemplos deste método, com os seus níveis de iniciação. Cada nível não tem idéia do conhecimento existente nos níveis acima de si. A maioria dos maçons não progride acima do terceiro nível, apesar de existir outros 30 níveis acima [e mais outros 13 níveis não oficiais, chamados de níveis Illuminati]. Quando é dito que a rede maçônica participa de uma conspiração, as pessoas ficam com a falsa idéia de que você está dizendo que todo maçon está procurando controlar o mundo. Isso é simplesmente ridículo. As sociedades secretas, como todas as demais, consistem de líderes [uns poucos] e dos liderados [o resto].
Dentro da pirâmide global estão as organizações [também com estruturas piramidais] que controlam nossas vidas – o sistema bancário, o sistema político, a rede de corporações multinacionais, a mídia, a “educação” [doutrinação], as agências de inteligência, as forças armadas e por aí afora. Os picos dessas pirâmides individuais se fundem formando o pico da pirâmide global, controlado por pouquíssimas pessoas, que eu chamo de Elite Global. Neste nível da Elite, todos os bancos, partidos políticos, jornais e meios de difusão, agências de inteligência, companhias multinacionais e sociedades secretas, são propriedade e controladas pelas MESMAS pessoas. O mito da escolha é difundido para nos enganar dizendo que somos livres.
O verdadeiro poder em uma pirâmide está na sua base, não no topo, mas a raça humana tem sido condicionada para acreditar no oposto.
Toda Zona Livre de Embaraços é uma pirâmide com os ditadores religiosos, políticos e econômicos sentados no topo, impondo suas vontades sobre o resto. Eles conseguem isto porque aqueles abaixo na pirâmide aceitam fazer o que o pico diz, e acreditam na propaganda enviada pelo pico, que condiciona seus pensamentos e percepções da vida, para si e para os outros. É possível uma pessoa passar a vida inteira sem ter um único pensamento original. Viver na cadeia é segurança? Ter a sua vida controlada e seu futuro ditado é segurança? Nós somos robôs!
A raça humana não é má, mas parou de pensar de tal forma que a Elite Global pôde condicioná-la a nível de atividade cerebral e, portanto, controlar a direção do mundo. Isto é um golpe de estado sobre a mente. A Elite Global não deseja apenas controlar o que nós pensamos, mas principalmente deseja nos condicionar para não pensar. Existem muitos métodos para obter isso. A técnica chave é algo que chamo de Problema-Reação-Solução [PRS]. Você cria um Problema, seja uma guerra ou corrida ao dinheiro, um colapso governamental, ou qualquer coisa que se ajusta aos planos do momento. Você se certifica, porém, que outra pessoa seja culpada por este “problema”, e não você. Isto é essencial. Você, então, usa a mídia global, que te pertence e que você controla, para pressionar a opinião pública para exigir uma Reação – a síndrome do “algo precisa ser feito”. Em resposta a este “problema” manipulado e da “reação” pública estimulada, você então oferece abertamente a “Solução” para o problema que você criou. Esta “solução” é aquilo que você planejou fazer desde o começo, mas o uso do PRS não apenas evita uma oposição séria aos seus planos, como você na realidade manipula a população para exigir que você faça aquilo que você desejava fazer desde o início! [ex: Bush e o 11 de setembro de 2001, etc].
Para um governo mundial existir precisa-se usar uma estratégia para desacreditar o status quo, a comunidade e o país. Se o status quo está funcionando bem e a harmonia reina, as pessoas não irão aceitar um governo mundial ditando o que elas devem fazer. Pode ser provado que os mesmos banqueiros globais, e suas redes, deram fundos para todas as partes envolvidas na Primeira e na Segunda Guerra Mundial, além de fornecerem fundos para a Revolução Russa que nos trouxe a tirania chamada “comunismo”. O principal objetivo de uma guerra manipulada é mudar a natureza da sociedade pós-guerra. O mundo ficou mais centralizado como resultado da Primeira Guerra Mundial e ainda mais após o segundo conflito global. Esta era a idéia.
Está em andamento uma agenda para diminuir o uso do dinheiro vivo e nos mover em direção ao dia em que todo o dinheiro será eletrônico e as transações financeiras serão processadas via computador e minúsculos microchips sob a pele irão levar todos os detalhes pessoais e financeiros das pessoas. Muitas boas razões serão apresentadas para isso. A razão verdadeira, no entanto, é o controle. Uma vez que o dinheiro vivo tenha desaparecido nós entregamos o poder de nossas vidas a um computador e ao seu programador. Hoje, se seu cartão de crédito é recusado pelo computador, você tem a opção de pagar em dinheiro vivo. Mas o que acontece quando não existir mais dinheiro e o computador diz não para o seu cartão de crédito ou microchip? Como você vai fazer a compra? Não vai! O computador, e aquele que programa sua resposta, controla o que, quando e se você vai comprar. Mais ainda, engenheiros eletrônicos têm alertado que, uma vez que tenhamos um microchip dentro de nós, mensagens podem ser transmitidas do computador para o chip, podendo criar raiva coletiva, histeria, agressão e uma série de outras emoções [e também a morte]. Então nós seremos literalmente robôs. Esta tecnologia já existe e a única coisa que falta é manipular a mente humana para aceitá-la. A colocação de microchips em animais domésticos já está virando rotina.
Veja como opera a televisão via satélite [Direct TV, Sky, etc]. Cada assinante possui um cartão programado para aceitar os canais que você pagou. Se você deseja acrescentar outro canal, você poderia pensar que precisa pedir um novo cartão. Não, não. Você telefona para o departamento de assinantes e eles pedem para você colocar a televisão no canal que você deseja receber. Nessa altura você só vê chuviscos nesse canal. Aí, ante seus olhos, o canal passa a aparecer corretamente, após alguns segundos. Como vocês fizeram isso?, eu perguntei. Eles enviam um sinal que reprograma seu cartão e o de mais ninguém! Eles têm a condição, até em televisão via satélite, de isolar um cartão em uma televisão em um lar. E eles não podem fazer isso com um microchip dentro de uma pessoa? Claro que eles podem, e essa é a idéia.
O sistema bancário é a atividade mais lucrativa e a atividade criminal mais destrutiva do planeta. As pessoas que plantam os alimentos e produzem os bens necessários para viver estão todos em débito e muitos são levados à falência e ruína por pessoas que nada mais fazem do que digitar caracteres em uma tela de computador e cobrar juros por eles. Uma fantástica soma de “dinheiro” está em circulação na forma de cheques e créditos de várias formas, mas menos que 10 % disso está na forma de notas e moedas. Mais de 90 % do dinheiro não existe!!
A maioria do “dinheiro” é colocado em circulação não pela impressão de notas e moedas pelo governo, mas pelos bancos privados emprestando dinheiro que não existe e cobrando juros sobre ele. Nos dizem que a inflação é causada pelo governo imprimindo muito dinheiro. Não, não é. O governo não imprime dinheiro suficiente! 90 % do “dinheiro” colocado em circulação é “criado” na forma de débito pela rede de bancos privados controlada pela Elite Global.
Dois presidentes dos Estados Unidos propuseram imprimir dinheiro livre de juros [ex. impressos pela Casa da Moeda do Brasil] e começaram a fazê-lo e a introduzi-lo em pequenas doses. Um era Abraham Lincoln e o outro era John F. Kennedy. O que mais estes dois presidentes têm em comum??
Vimos algumas conseqüências de entregar a outros o nosso direito de pensarmos por nós mesmos. Quando nós fazemos isto, nós:
1. permitimos uma minúscula Elite decidir nosso destino, e de nossos filhos.
2. permitimos essa Elite programar tanto nosso sentido de limitação que nós acabamos vivendo em uma fração do nosso potencial verdadeiro.
3. permitimos que nossas mentes sejam manipuladas minuto-a-minuto no sentido de ver os eventos e as pessoas exatamente como a Elite deseja.
4. permitimos que um punhado de banqueiros controlem as finanças de bilhões de pessoas, cobrando juros sobre dinheiro que não existe.
Quando você entrega sua mente, você entrega sua vida. Quando um grande número de pessoas fazem isso, elas entregam o mundo. É exatamente o que fizemos. Nós somos responsáveis por tudo o que ocorreu, por aquilo que está ocorrendo e pelo o que ocorrerá.

As Profundezas do Mal
A risada é um bom antídoto para o medo. Chamamos “mal” a um desbalanceamento negativo extremo da consciência. O “mal” não dura para sempre. Dura enquanto a mente escolher ficar nesse estado de ser.
As pessoas que desejam dominar o mundo e controlar as vidas e o pensamento [é a mesma coisa] de bilhões de pessoas, estão seriamente desbalanceadas. Muitas delas são psicopatas. O conhecimento não é positivo ou negativo, ele é sempre neutro. É como o conhecimento é utilizado que é positivo ou negativo.
O cristianismo foi logo tomado pelas forças da dominação e transformado em um veículo de controle de massa. Qualquer pessoa que expressasse pontos de vista que desafiasse os absurdos fabricados era sistematicamente removida, via inquisição que queimava como heréticos aqueles que não fossem vistas como cristãos “verdadeiros”. A definição de “verdadeiro” era seguir sem questionar a doutrina imposta pelo Papa. Enquanto o cristianismo continuou a exportar seu credo através da morte e destruição para as Américas, África, Austrália e outros locais, o conhecimento esotérico foi perdido ainda mais, quando as culturas nativas foram destruídas e “cristianizadas”.
Os níveis avançados de conhecimento têm sido passados pelas Escolas de Mistério da Babilônia, Egito, Grécia, etc., além de outras civilizações mais antigas [ex Atlântida]. Com o passar dos séculos, e com o cristianismo retirando esse conhecimento da arena pública, o trabalho dessas Escolas de Mistério evoluiu para uma vasta rede de sociedades secretas que nós vemos hoje em dia, que inclui a maçonaria e os Cavaleiros de Malta, ambas controlando o Papa e o Vaticano. As cerimônias de iniciação dos maçons já são bastante negras e bizarras até nos níveis mais baixos, e elas se tornam ainda mais negras conforme mais alto se vá.
No topo da pirâmide de manipulação, e também em outros níveis, a mentalidade atrás dessa manipulação está baseada no Satanismo e na magia negra. O que chamamos vudu é a habilidade de implantar formas mentais no campo energético de outra pessoa, causando a ela doença, dor ou sofrimento mental e emocional. A mente controla o corpo e, portanto, é possível programar a mente de alguém para fazer o corpo morrer. Esta é a forma como algumas figuras públicas morrem de “causas naturais” nas épocas mais convenientes do ponto de vista da Elite.
Um método de criar robôs humanos é chamado de Desordem de Personalidade Múltipla [DPM], também conhecida como Desordem de Identidade Dissociativa [DID]. Pessoas, ou melhor zumbis, em um estado programado são usadas para muitas coisas. Por exemplo, elas podem ser ativadas para cometer assassinatos, como os assassinos de John Lennon e de Robert Kennedy [são chamados de “loucos solitários”]. É comum as pessoas ficarem loucas desta forma tomando uma droga chamada de Prozac, um anti-depressivo vastamente receitado e produzido pela Eli Lilly, uma companhia bem relacionada com George Bush Sr. Os efeitos colaterais dessa droga incluem nervosismo, ansiedade, tendências suicidas, hipomania e comportamento violento, quando a droga é retirada. Os médicos são aconselhados a não receitar Prozac para pessoas com histórico de “manias”.
A Elite Global também deseja remover todas as armas da população em geral, em preparação para seu golpe de estado final. Adolf Hitler introduziu leis de restrição de armas logo antes de começar o transporte de pessoas para seus campos de concentração. Estes campos de concentração já foram construídos pelos EUA através de uma organização chamada de FEMA [Federal Emergency Management Agency].
A Elite Global, através da CIA [Central Intelligence Agency], controla a rede internacional de tráfego de drogas ilegais [cocaína, heroína, etc]. Pessoas programadas via DPM aparentemente desenvolvem uma memória fotográfica e, quando acionadas via uma palavra, frase ou ação, viram robôs humanos que repetem mensagens palavra-por-palavra, como um gravador magnético.
Uma coisa doentia é o uso de robôs, incluindo crianças muito pequenas, para prover sexo bizarro para presidentes, lideres estrangeiros, políticos e homens de negócio que a Elite, ou deseja encorajá-los no seu modo de pensar, ou comprometê-los e chantageá-los a fazer como eles [da Elite] desejam. Esses robôs, ou estão em seu modo de zumbi [quando não podem relembrar o ocorrido], ou, quando já passaram de certa idade, eles são assassinados e algumas vezes as partes de seus corpos são usadas em rituais de magia negra horrorosos, freqüentemente vistos por pessoas muito famosas. Um desses robôs é Cathy O’Brien. Ela consegue também descrever detalhes físicos das pessoas envolvidas que ela apenas poderia saber se ela tivesse visto essas pessoas nuas. Ela diz que foi estuprada por Gerald Ford, o “Rei da Pornografia” [e, posteriormente, presidente dos EUA, obviamente]. George Bush Sr é também um estuprador de crianças, segundo ela.
O movimento Jesuíta “católico romano” é um importante veículo de manipulação da conspiração global e, como os Cavaleiros de Malta que ajudam a controlar o Vaticano, ele inclusive não acredita no cristianismo! Os Jesuítas, os Cavaleiros de Malta e a hierarquia católica romana são partes dos illuminati – os iluminados.
Ela [Cathy] diz que foi estuprada por Pierre Trudeau, primeiro ministro do Canadá que, como Jesuíta, trabalhava de perto com o Vaticano; estuprada novamente por Gerald Ford, quando ele já era presidente; estuprada por Ronald Reagan, quando ele era presidente; e muitas vezes estuprada brutalmente por Dick Cheney, atual vice-presidente dos EUA. Lá [base militar no Monte Shasta] ela viu uma enorme frota de helicópteros pretos sem marcas, que, conforme pesquisadores revelaram, são parte do exército privado da Nova Ordem Mundial que está em instalação para instigar um golpe de estado quando o momento for julgado adequado. Quando “casada” com um agente da CIA [Alex Houston], ela era engravidada e fazia muitos abortos artificiais para que seus fetos fossem usados em rituais satânicos. Existe um “playground” sexual no norte da Califórnia, chamado de Bohemian Grove, onde pessoas da elite [Clinton, Bush, Ford, Kissinger,...] se divertem com rituais satânicos, torturas, sacrifícios e beber sangue. O constante tema sexual se relaciona com o poder da energia sexual. A Máfia e a CIA trabalham muito juntas. Pequenas câmeras eram instaladas para registrar as atividades sexuais de políticos dos EUA e do exterior para que eles pudessem ser chantageados no sentido de apoiar a Nova Ordem Mundial. O principal pornógrafo de Reagan era o Larry Flint, dono da revista Hustler. Ele tinha conexões com a CIA, Máfia e o Vaticano.
O comércio mundial de drogas ilegais é controlado pela Casa Branca e pela rede de crime organizado/serviços de inteligência globais/USA para gerar vasta quantidade de dinheiro para as operações secretas projetadas para implementar a dominação global pela Nova Ordem Mundial e para desestabilizar a sociedade visando tornar as pessoas mais fáceis de controlar.
Durante a “guerra contra as drogas” do governo Clinton, ele parou os testes de drogas para o staff da Casa Branca porque muitos de seus associados, que controlavam o país, eram viciados em drogas! Os EUA é uma ditadura fascista de um só partido [republicano = democrata] enquanto milhões de norte-americanos continuam acreditando que o país é a terra da liberdade.
A CIA está envolvida com o tráfego de escravos em todo o mundo. Existe planos para um golpe militar nos EUA. A ONU [Organização das Nações Unidas] é apenas um veículo para a Elite Global, na implantação da Nova Ordem Mundial. Estima-se que existem 3.750.000 satanistas praticantes nos EUA e entre 50.000 e 60.000 sacrifícios humanos por ano naquele país.
Os adultos e crianças traumatizados [robôs] são amedrontados para não irem fazer denúncias à polícia porque eles sabem que a rede satânica inclui os policiais, juízes, servidores civis, pessoal da mídia, políticos e muitos outros que controlam nossa sociedade “livre”. Coisas inacreditáveis ocorrem: beber sangue, comer a carne de corpos mortos, milhares de adultos e crianças enterradas em túmulos profundos, matança de pessoas em frente a câmeras na produção dos chamados vídeos “snuff”, etc.
Você controla sua realidade; todos nós controlamos, e coletivamente nós acabamos criando a realidade global aqui exposta. Nós podemos criar uma nova realidade. Requer apenas uma mudança de atitude, de pensamento e de escolha. Não existe tempo a perder. O momento de fazer esta escolha é... AGORA. Nós, e apenas nós, possuímos a chave que, com uma volta, uma mudança de percepção, pode transformar este mundo de uma prisão para um paraíso.
Eu Sou Eu, Eu Sou Livre!

Parte 2

Por Rui Fragassi
Baseado no livro "I am me, I am Free: The Robots' Guide to Freedom" de David Icke

Está aqui olhando para você, rapaz
Nada acontece isoladamente. Tudo tem uma conseqüência. Quando você entrega sua mente e sua responsabilidade, você permite que algumas pessoas controle a grande massa. O que chamamos de mundo é uma réplica física segundo-a-segundo do pensamento humano, da imaginação humana, ou falta dela. Somos o que pensamos e sentimos. A supressão do conhecimento nos últimos séculos de fascismo psicológico [também conhecido como religião, educação, “ciência” e mídia] sempre procurou nos negar a informação que nos abriria os olhos e nossas mentes para o que realmente somos.
Nada tem tido mais sucesso no controle da mente humana que a religião e esse controle tem dependido, para a sua sobrevivência, da supressão do conhecimento [da verdade], como, por exemplo, do conhecimento de que a vida é eterna, para todos, e que nós não estamos separados de Deus, pois nós somos Deus.
Existe uma conexão vital entre as visões da maioria das religiões e da “ciência” oficial. Ambas acreditam que nossas vidas e nosso destino estão nas mãos de outros. A religião diz que Deus está no controle de nossas vidas. A “ciência” diz que acidentes aleatórios estão no controle de nossas vidas e apenas os mais fortes e os mais adaptados sobrevivem na jornada. Portanto, saia do meu caminho, por bem ou por mal. É a lei da natureza, sabe. Os “cientistas” provaram isso. É, meus amigos, façam suas escolhas. Está Deus no controle de sua vida ou uma série de acidentes aleatórios? Nenhum deles, VOCÊ está!
O corpo físico é uma expressão de nossa consciência durante uma vida física e, portanto, o corpo também reflete nosso estado mental. Desarmonia na consciência reflete-se como desarmonia [doença] no corpo. Tornamo-nos doentes. Da mesma forma, podemos pensar em retornar à saúde descobrindo a harmonia dentro de nossas consciências. Mas o corpo não é o eu “real”, é a casca física temporária para o verdadeiro eu. Eu chamo o corpo de vestimenta espacial genética, o veículo físico através do qual a parte eterna de nós – a alma – pode experimentar este mundo físico denso. Nossa consciência é eterna enquanto que o corpo físico tem uma vida finita e retorna ao solo e à fonte de energia, quando nós “morremos”. Mas nós não “morremos”. Nossa consciência, nossos pensamentos, sentimentos e emoções, retira-se da vestimenta espacial e move-se para outro mundo, uma outra realidade tempo-espacial ou freqüência. Isto está acontecendo durante nossas experiências de quase-morte. Os “deuses” vieram literalmente do céu [via UFOs]. A palavra da qual o “Lord” bíblico [“Senhor”] foi traduzido, na realidade significas Lords [Senhores], no plural. Acontece o mesmo com o “Deus” bíblico. Foi traduzido de uma palavra que, no original, significa “deuses”.
A enganação de que Deus está “lá em cima” e é de uma certa forma física, nos levou à idéia de que a criação é um armário de gavetas, com o céu na gaveta do topo e o inferno na gaveta mais baixa. Isto tem obscurecido a compreensão de que o céu, inferno e Deus estão em todos os lugares. Céu e inferno são estados da mente que nós podemos experimentar a qualquer momento. Podemos ter inferno na Terra ou céu na Terra. É nossa escolha, nosso estado mental, que decide sobre isso. Deus está literalmente em todo lugar porque “Deus” é uma consciência/campo de energia gigante que é tudo. É seu corpo, sua mente, a grama, as árvores, o firmamento, a chuva. Tudo. Junto com a consciência/energia dos animais, insetos, árvores, flores, extraterrestres, intraterrestres, tudo, nós formamos um oceano chamado “Deus”. Os animais não estão separados de você. Eles são você. Assim como as árvores, a grama, a água. Tudo é você e você é tudo. Se você prejudica uma outra expressão de Deus, você está apenas prejudicando você mesmo, um outro aspecto de você mesmo.
Longe de estar “lá em cima”, a consciência infinita que chamamos Deus está em tudo e em todos os lugares. É você e tudo em volta de você, inclusive todos os outros “mundos” que você não consegue ver com seus olhos físicos. A consciência/campo de energia que chamamos de Deus não é um armário de gavetas. Consiste de realidades infinitas de tempo-espaço [mundos], onde todos compartilham o mesmo espaço e interpenetram entre si. Existem freqüências ou dimensões diferentes, exatamente como as freqüências de rádio e televisão compartilham o mesmo espaço que o seu corpo físico está ocupando agora. Neste momento, sua consciência está sintonizada na “estação” que nós chamamos de universo físico denso. Mas todas as outras freqüências da Criação continuam a existir no mesmo espaço que nós estamos ocupando, apesar de não estarmos alertas para elas. O corpo físico e o cérebro filtram de nossa percepção muito mais coisas do que aquilo que nós, na prática, sentimos e vemos. O total da Criação existe dentro do mesmo espaço “vazio” que você está ocupando agora – “O reino dos céus está dentro de vós”. Quando “morremos”, nossa consciência deixa o corpo físico e esta freqüência física densa, e se sintoniza com outra “estação” para continuar nossa evolução eterna em outro lugar. Durante nosso sono, nossa consciência passeia através de algumas dessas outras freqüências, daí surgindo os sonhos “estranhos”.
Energia e consciência são a mesma coisa, e é por isso que todas as coisas estão vivas e possuem uma percepção, a habilidade de reter informação. Tudo tem sua própria “impressão digital” vibratória pessoal. Quando um sensitivo segura uma pedra ou um velho anel ou objeto, ele pode sintonizar sua consciência com o seu campo de energia e “ler” a informação que o objeto absorveu. Isto pode se relacionar com a pessoa que certa ocasião possuiu esse objeto ou a um evento que aconteceu próximo a esse objeto. Seja qual for o caso, o objeto irá reter esse conhecimento dentro de um campo magnético, exatamente como um disco magnético de computador. A energia magnética absorve informação e tudo é uma forma de energia elétrica-magnética. Uma manifestação física dessa energia em nosso mundo é aquilo que chamamos de eletromagnetismo.
Nenhuma experiência é jamais perdida. Muitas pessoas que vivem próximas de linhas de transmissão de alta tensão sofrem de uma doença rara [leucemia]. A “ciência” afirma que não existe conexão entre linha de alta tensão e doenças, porque a identificação desta ligação iria resultar muito custosa para as empresas de energia elétrica. Estas doenças são causadas pela interferência prejudicial dos campos eletromagnéticos emitidos pela linha de transmissão com os campos eletromagnéticos do corpo humano. Estou convencido que o aumento da incidência de câncer e o aumento correspondente de tecnologia eletromagnética em nossos lares, locais de trabalho e cidades, estão intimamente conectados.
É o que imaginamos de nós mesmos que cria nossa realidade física. Tudo é um campo de energia único de vibração eletromagnética e a todo instante estamos emitindo nosso padrão único de energia magnética. O que difundimos como padrão magnético retorna a nós como uma realidade física. “Toda a matéria é meramente energia condensada em uma baixa vibração; não existe algo chamado morte; a vida é apenas um sonho; e nós somos a imaginação de nós mesmos”.
Nosso padrão magnético reflete nossa sensação interna de ser. Nossa realidade interior torna-se, então, nossa realidade física porque nosso padrão magnético atrai para nós outros campos magnéticos de pensamentos – pessoas, lugares, modos de vida, experiências, que espelham precisamente o padrão que estamos emitindo [difundindo, radiando]. Quando você olha através de seus olhos, você está olhando em um espelho de seu ser interno. Tudo estará refletindo parte de você, ou a sua necessidade de aprender ou experimentar algo. Mude seu eu interior [sua atitude mental] e você muda sua réplica física – sua vida. A realidade que você agora experimenta é o resultado daquilo que você pensa de si. É a imaginação que você tem de si, dentro de sua mente consciente e subconsciente. Criamos com o nosso pensamento e experimentamos essas criações através de nossas emoções e nossos sentimentos.
Quando somos dominados pelo medo, nossa evolução cessa. Você não gosta de seus amigos? Mude a você mesmo e seus amigos irão mudar a forma de o tratar ou irão se afastar de sua vida e outros irão aparecer para refletir sua nova forma de ser. Tudo que acontece em sua vida é criação sua.
Criamos também a realidade que chamamos de doença. Todo desconforto, desde os menores até aqueles que ameaçam a vida, é acionado por nós mesmos. A natureza da doença física está relacionada com o estado mental e emocional que está criando a doença. O corpo é um barômetro constante de nossas emoções. Armazenamos em nossos corpos as emoções que não desejamos trabalhar. Chorar vem a ser algo bom para nós, já que libera emoções suprimidas. Mas nos é dito que “homens não choram” e, portanto, os homens morrem de ataques cardíacos que resultam da tensão de energias não liberadas dentro deles. Ninguém tem uma doença devido a falta de sorte. Nós as criamos e, portanto, nós podemos as descriar. Nossos corpos são um espelho fiel de nossas mentes, emoções e espírito. Sua mente está no controle de seu corpo a todo momento.
Criamos nossa própria realidade e nossa experiência física. Se você sempre fizer aquilo que você sempre fez, você irá sempre obter aquilo que você sempre tem obtido.
A palavra “carma” é, para mim, outra forma de dizer que nós criamos nossa própria realidade. Se, no entanto, aprendermos vendo os efeitos de nossas ações, nosso senso de nós mesmos irá mudar, assim como nossos padrões. Nossas vidas são a imaginação de nós mesmos. Nós escolhemos quando, onde e com quem nós encarnamos, e nós criamos nossa própria realidade. A perda e supressão desta compreensão é razão fundamental dos sofrimentos que têm ocorrido na Terra por tanto tempo. Este conhecimento revela que estamos no controle de nosso próprio destino, enquanto que a versão de “vida” que nos é doutrinado pela religião e “ciência” insiste que uma outra força está no controle, seja um Deus julgador ou acidentes aleatórios.
Ninguém me controla. Não sou uma vítima, eu sou eu, eu sou eu no controle de mim. Para isso precisamos nos desintoxicar de nossos vícios emocionais. Emoções, como medo, culpa, ressentimento, raiva, preocupação, depressão e outras, são todas viciantes, tal como drogas e bebidas. Pessoas que são viciadas em preocupações, por exemplo, estão sempre procurando por algo com que se preocupar, porque o sistema delas se tornou tão dependente de sentir aquela energia que ele necessita de sua constante “dose”. Sentir-se miserável e deprimido é outro vício emocional que as pessoas acham muito difícil de romperem. Torna-se o estado vibracional delas.

Coitadinho de mim
A mentalidade do “coitadinho de mim” é o estado mental mais destrutivo que é possível de ser experimentado. A mentalidade de vítima cria a realidade de vítima. Não existem vítimas. Nós apenas pensamos que somos e portanto criamos esta realidade física. Somos persuadidos que a vida não é para ser vivida, mas para ser sobrevivida.
Através da história, tem-nos sido vendida a idéia que você precisa sofrer e se sacrificar agora para criar as coisas boas que desejamos no “futuro”. O que realmente desejamos ter em nossas vidas está sempre no futuro, nunca no agora. As religiões nos têm dito que precisamos sofrer e nos sacrificar nesta vida para nos qualificar para o paraíso... amanhã. Políticos e economistas nos dizem que precisamos fazer sacrifícios agora para criar prosperidade econômica... amanhã. É a síndrome do “um dia”: um dia eu terei o que desejo, mas não agora. Se essa é a nossa realidade, nossa imaginação de si mesmo, nós nunca teremos o que desejamos porque aquela energia é sempre projetada no futuro e não no presente. A esperança é outro exemplo de viver no futuro. Esperança é uma experiência de futuro, não uma experiência de agora. “Eu estou sem esperança. Eu estou sem medo. Eu estou livre.”
Existem pessoas revoltadas que possuem tanta raiva dentro de si que elas estão constantemente procurando pessoas e circunstâncias contra as quais ficarem com raiva. Elas ficam bravas com alguém para evitar olharem para a fonte da raiva – elas próprias.
O verdadeiro amor é dizer o que a pessoa precisa ouvir, não necessariamente aquilo que ela deseja ouvir para confirmar seu sentimento de Coitadinho de Mim. Qualquer que seja as circunstâncias nas quais nascemos, nós as escolhemos antes de nascer. Portanto, aprenda e mova-se para frente. Veja as coisas de uma forma positiva e você pode deixar ir embora a culpa e o ressentimento do passado que tanto contribui para destruir nosso presente. Você pode ver a vida como uma série de problemas ou como uma série de soluções. É uma escolha e as vidas que esses estados mentais criam serão muito diferentes.
Existem os radicais robotizados que brigam pela liberdade das vítimas. Na realidade, eles geralmente criam vítimas ao invés de as libertarem. Apenas nós podemos libertar a nós mesmos. Ninguém pode fazer isto por nós. Os radicais robotizados vêem a si próprios como vítimas e eles acabam alimentando a mentalidade de vítima com suas ações. A dor, que deveria apenas ser um sinal de aviso de que algo está fora de equilíbrio, já foi integrada na nossa existência do minuto-a-minuto. Sentir dor é agora “normal” neste mundo louco que a nossa mente criou.
As vítimas nada fazem com relação às suas circunstâncias porque elas acreditam que não têm poder de fazer nada e, portanto, nada é feito. A culpa é sempre de outra pessoa e, portanto, outra pessoa terá que me tirar desta bagunça. “O que eles vão fazer a respeito disto?”, é o choramingo da vítima. Se desejarmos mudar nossas vidas, nós é que teremos que fazer isso.
Quando as pessoas mudam a forma de verem a si mesmas, quando elas param de se ver como vítimas, seu padrão de energia muda. Elas começam a atrair magneticamente para si as pessoas, lugares, experiências, “coincidências” e “sorte” que muda suas circunstâncias de negativa [uma reflexão do velho eu] para positiva [o novo eu]. É apenas agora, e apenas agora, que as pessoas com problemas podem ser ajudadas. Enquanto elas manterem a mentalidade do “coitadinho de mim” não existe nada que alguém possa fazer. As “soluções” apresentadas por pessoas e políticos nunca funcionam, por criarem estruturas de dependência [controle], e a dependência diminui nossa auto-estima, nossa imaginação. A estrutura em si torna-se um veículo de controle, não de libertação [ex. Fome Zero].
Se você deseja mudar o tipo de políticos que nos representa, mude a você mesmo. Hoje existem formas sutis de programação da realidade graças às mensagens subliminares, muitas vezes via televisão, que falam diretamente à nossa subconsciência numa forma que a nossa consciência não consegue ver ou ouvir.
Podemos remover os meios desse controle. Sente e fique quieto, visualizando o que deseja para si. Veja isso acontecendo para você agora, neste momento. O pensamento cria exatamente aquilo que você pensa, e, portanto, se você visualiza algo acontecendo no futuro, isso irá sempre estar acontecendo no futuro e nunca no agora. O pensamento cria tudo. Apenas se aquilo que você desejar não for apropriado para a sua experiência de vida, haverá uma parte superior de você mesmo que irá bloquear a manifestação. Geralmente subestimamos o efeito, no mundo, daquelas coisas, que julgamos “pequenas”, que dizemos e fazemos. Cada vez que pensamos ou sentimos algo, nós afetamos o mar de energia eletromagnética e afetamos tudo que existe. Como nos tratamos em um supermercado ou no escritório pode não parecer revolucionário, mas é. Mais uma vez, VOCÊ está no controle. Você sempre esteve e você sempre está.
Libere o Gênio
Imagine uma garrafa colocada em cima de uma luz. Dentro da garrafa está uma mariposa. O topo da garrafa está aberto e a mariposa pode escapar a qualquer momento. Mas a mariposa não escapa. Ela não pode ver a abertura no topo porque ela permanece no fundo, hipnotizada pela luz. Então ela acaba morrendo, ainda desconhecendo que a porta estava aberta para o infinito o tempo todo.
No lugar da mariposa, leia-se raça humana.
Nossa “luz”, a hipnose que nos mantém no fundo da garrafa, é a invasão da nossa psique pelas mensagens tipo mantra dos faças e não-faças, podes e não-podes, etc. Também inclui todos aqueles que aceitam e alimentam a mentalidade de vítima e os “cientistas” que nos dizem que não apenas a garrafa está hermeticamente fechada, como também que não existe para onde escapar, se conseguíssemos escapar. A garrafa é tudo que existe. Estas mensagens aumentam constantemente a energia que alimenta a luz [lâmpada] e tira o poder das pessoas. Somos os gênios da garrafa e já está na hora de escaparmos. A rolha nunca esteve lá, nós fomos apenas enganados para pensar que ela estava lá.
A nossa realidade foi projetada como uma universidade espiritual e uma escola muito dura. Dentro dela está nosso mundo físico denso. Ela possui muitos planos ou dimensões – “mundos”. Esses planos são as “muitas moradias na casa de meu Pai”... Todos estes níveis estão conectados vibratoriamente e o que ocorre em um nível afeta todos os demais. Cada um deles vibra em um “tom” diferente [freqüência, comprimento de onda], mas todas as notas são partes da mesma melodia [você]. Cada dimensão superior é responsável por guiar a dimensão abaixo, que é a origem da idéia antiga dos “deuses” que guiam – de uma dimensão acima da nossa.
Que é a Fonte? A Fonte é Amor. E Amor é a Unicidade, o equilíbrio de tudo. Como fazer para retornarmos à Fonte? Amando a nós mesmos e a todas as expressões de Deus. Nós amamos e nos tornamos amor. Amar a Deus significa amar todas as coisas, porque todas as coisas é Deus. Isto inclui a Elite Global [illuminati]. Ninguém precisa mais de amor do que eles.
Você só sabe quando você atingiu o equilíbrio porque você já experimentou o desequilíbrio. A separação [polaridades] entre homem e mulher, positivo e negativo, quando harmonizados, gera o Um.
O que chamamos “matéria” é apenas energia condensada em uma baixa vibração. As pedras operam em uma baixa freqüência, numa baixa vibração, e, portanto, a sua matéria é bem “sólida”. Nossos corpos vibram em uma freqüência mais elevada e, portanto, eles são menos “sólidos” do que as pedras. Nossa consciência vibra numa freqüência ainda maior e está, portanto, fora da faixa dos sentidos físicos do nosso corpo. Precisamos expandir nossas mentes, aumentar nossa taxa vibratória e usar a visão do “terceiro olho” psíquico se desejarmos ver tais níveis. Nossa tarefa é experimentar a divisão e através dela juntar estes “opostos” numa situação de equilíbrio dentro de nós. Quando o equilíbrio é atingido, nossa taxa vibratória acelera-se e nós ascendemos em freqüência em direção à Unicidade. Simbolicamente, o Filho Pródigo volta ao lar “do Pai”.
As pessoas falam sobre viver “no mundo real”, onde identificam divisões, dor e controle neste planeta físico denso. Nada disso. O “mundo real”, se você quiser chamá-lo assim, é o nível de existência muito evoluído chamado de Unicidade. O mundo que você observa através de seus olhos é um jogo holográfico, tridimensional, de realidade virtual criado pela Unicidade como uma vasta experiência de aprendizado. Quando você olha através de seus olhos é como colocar um daqueles capacetes de realidade virtual usado nos jogos de computador. Estamos olhando uma tela de cinema, apenas isto. Este mundo não é real, é uma Hollywood espiritual. Um cenário de cinema. Um holograma é uma imagem tridimensional criada pela manipulação da luz. Cada parte de um holograma é uma imagem do todo. A única coisa que você perde, conforme você vai diminuindo, é o detalhe. Isso é exatamente o que somos, uma parte de um gigantesco holograma que chamamos universo e nós somos uma pequena imagem do todo desse holograma – o universo. Nós apenas não manifestamos todos os detalhes. Da mesma forma, cada célula do nosso corpo possui a informação contida em todo o corpo. Como se costuma dizer: "assim em cima como em baixo". Tudo é um reflexo de tudo, independente do tamanho. Na realidade não existe o aqui e o ali, apenas o “em todo o lugar”. O aqui e o ali são meramente seções do em-todo-lugar, que nossos sentidos estão percebendo em um dado momento. Se você caminha dentro de um shopping center, você irá ver apenas uma loja por vez. Mas se você vai para fora [simbolizando expandir sua consciência para níveis mais elevados], você poderá observar todo o edifício que contém todas as lojas.
Conhecimento sem sabedoria, invenção tecnológica sem amor, podem gerar combinações desagradáveis. É da quarta dimensão, e de níveis superiores, que muitos dos ÓVNIS vêm, dos tipos positivo e negativo. O nível de acobertamento dos ÓVNIS-extraterrenos é extraordinário, assim como a manipulação deste fenômeno pela Elite Global. O medo de uma “invasão” extraterrestre está sendo usado para justificar um governo e forças armadas mundial. Os filmes de Hollywood estão sendo produzidos com este tema, como parte do processo de condicionamento. O artefato espacial genuíno possui a habilidade de mudar seu estado vibratório e “mudar” de dimensões. Quando eles fazem isso, eles desaparecem de nossos sentidos físicos. Na realidade, não desapareceram, eles apenas deixaram nossa realidade espaço-tempo – a faixa de freqüências na qual a nossa visão física e os outros sentidos operam. É como mover o dial de um rádio. Vários desses artefatos e seres podem, inclusive, serem formas mentais transmitidas da quarta dimensão.
A Terra é multidimensional. Nossa consciência também é multidimensional e níveis de nós existem nessa outras dimensões, também. Nos desconectamos da maioria desses níveis, o que nos tem limitado muito a nossa perspectiva. Os extraterrestres, que têm sido chamados de “estrangeiros” [aliens] são, na realidade, outros aspectos de nós mesmos. Eles não são “estrangeiros”. Eles são parte de nós. Nós somos todos Uma consciência experimentando a si mesma subjetivamente.
A vida nesta dimensão física tem ficado mais difícil pelas interferências da quarta dimensão. A consciência negativa, operando da quarta dimensão, criou as religiões e as várias seitas que têm controlado, dividido e governado este mundo por milhares de anos. Foi ela, também, a fonte da crença na “ciência” do este-mundo-é-tudo-que-existe. Ela esteve por trás da criação do sistema educacional [doutrinação], do sistema legal de (in)justiça, das guerras, dos cartéis bancários do juros-do-dinheiro, e é a força que está pressionando – via seus fantoches físicos ou por representantes diretos encarnados – para obter um governo mundial, um banco central, uma moeda e um só exercito, junto com uma população com chips implantados.
Os membros da Elite Global são ou encarnações ou projeções físicas desta consciência extremamente negativa que as pessoas chamam de Satânica, ou, em outros casos, elas são possuídas por ela. Isto tem sido assim por milhares de anos, chegando até ao Egito antigo, Babilônia, etc. Estes manipuladores Satânicos da Quarta Dimensão possuem seus símbolos em todas as áreas da sociedade já que foram eles que criaram todos os veículos de controle. Um dos canais de interação entre a Quarta Dimensão e seus representantes fantoches são os níveis de topo da rede global de sociedades secretas. Os rituais satânicos e os sacrifícios humanos grotescos, que ainda acontecem na atualidade, são projetados para criar enormes quantidades de energia extremamente negativa, que servem de alimento para essas consciências. É por isso que os sacrifícios de animais e de seres humanos, abundantes durante toda a história humana, ainda continua hoje em dia. Alguns desses rituais até são feitos abertamente. Que é um matadouro, senão um local para o sacrifício de animais, fonte geradora de enormes terrores e sofrimentos – de energia extremamente negativa? O derramamento de sangue é muito importante para esta consciência e para seus fantoches [Elite Global] na Terra. O edifício das Nações Unidas [ONU], em Nova Iorque, foi construído em um terreno doado pelos Rockfellers. É o local de um antigo matadouro. No entanto, é vital que nós não reajamos a essa consciência com ódio, medo e agressão. Ela precisa de nosso amor, já que é a ausência de amor que a levou a este estado atual de desbalanceamento. Ódio, medo e agressão são as emoções que ela deseja estimular. Estas emoções são o poder dela.
No nível de topo [pico da pirâmide], aqueles que controlam a rede de sociedades secretas servem, de forma consciente, aos seus “mestres” da Quarta Dimensão e extraterrestres. Representantes e fantoches dos elementos negativos da Quarta Dimensão estiveram por detrás da criação dos EUA e os controlam até hoje, assim como eles controlam o sistema bancário global, as agências de inteligência [serviços secretos dos países], sistema político, os meios de comunicação, e por aí afora. Algumas pessoas acreditam que um outro símbolo dos manipuladores da Quarta Dimensão é a vestimenta preta. Qual a vestimenta usada pelo clero cristão e representantes de várias outras religiões? Uma vestimenta preta. Qual é a cor da profissão legal, muitos juízes e assemelhados? Preto. Qual o símbolo de sucesso no sistema educacional ou do topo da carreira de ensino? Uma vestimenta preta. Os manipuladores de pensamento, da Quarta Dimensão, inspiraram todas essas instituições de controle. No filme Star Wars e outros da série, qual a cor usada pelo vilão Darth Vader? Preto, obviamente, e com um capacete nazista...
A mentalidade conhecida como os Illuminati ou Elite Global, aqueles poucos que controlam o rumo do mundo pelo condicionamento da consciência das massas, possui sua origem, guiamento e motivação na Quarta Dimensão e na sua expressão extraterrestre. É desta forma que a mesma força que foi responsável pela criação das religiões, é também a força por detrás do plano de implantar microchips em todas as pessoas [como já feito com animais] e os ligar a um computador global, para as manipular como verdadeiros robôs. Ironicamente, aqueles cristãos que acertadamente se opõem à microchipagem da população e aos outros planos da Nova Ordem Mundial, estão seguindo um sistema de crença religiosa que foi manipulado à existência pela consciência da Quarta Dimensão que está por trás da microchipagem!!
Todas essas criações manipulativas da Quarta Dimensão possuem um objetivo comum: controlar a mente humana. Não interessa a eles como nós temos nossa mente controlada, seja por uma religião, um sistema político, uma teoria econômica, um sistema “educacional” [doutrinação] ou uma crença “científica” em um nada após a morte.
Crenças são limitações da visão e prisões da mente. Nós acreditamos demais e sentimos de menos. Apenas quando nós seguimos nossos sentimentos, ao invés de negá-los, nós conseguimos romper as amarras que os manipuladores possuem sobre tantas psiques. Vá com seu fluxo natural sem medo do que os outros vão pensar. A forma mais poderosa de nos libertarmos do pensar, crença, medo e intelecto vigentes, é celebrar nossa própria individualidade, permitir que todos façam o mesmo, e nunca procurar impor aquilo que acreditamos aos outros. Desta forma os conflitos diminuem, o amor e a compreensão tornam-se mais prevalentes e assim vai, até que nós voltamos para o ponto de equilíbrio de onde viemos: a Unicidade. O jogo acabou. De quê vamos brincar agora?
Estamos interagindo constantemente com um mar de campos de energia eletromagnética. Energias mais altas estão sendo introduzidas que irão aumentar o estado vibratório dos campos globais de energia, afetando tudo, inclusive as emoções e pensamentos humanos. É importante notar que a Elite Global agora possui tecnologia para manipular o clima [inclusive terremotos] para os seus desejados fins.
Independente da escala do desdobramento das mudanças, esta não é uma época para pânico. Nunca é ocasião para pânico! A vida é eterna. À “morte” sempre segue um “renascimento”. Sem preocupações. Quão atribulada ou espiritualmente orgásmica a transição será, irá depender de você e de mim e de nossa imaginação de nós mesmos e do “futuro”. Se pensarmos que ela será catastrófica, assim ela será. Mas ela não tem que ser assim. Nós podemos imaginar algo diferente e criar essa realidade.
Nós somos aquilo que nós pensamos ser e o mundo é aquilo que todos nós pensamos.

É um pedaço de excremento, afaste-se dele
Para completar nossa transição da ignorância para o infinito, precisamos flutuar para a superfície da pirâmide vibratória. Isto não é tão difícil, pois nossa consciência naturalmente gravita em direção à Unicidade, tal como um mergulhador de águas profundas flutua para a superfície quando se livra dos pesos que o mantém no fundo.
Nossos “pesos” são os lixos emocionais em nosso subconsciente, nosso sentido programado do Eu e da realidade, e a infinidade de porcarias atordoadoras da mente que assalta nossos olhos e ouvidos através da mídia, do sistema de educação [de doutrinação], políticos, economistas, e todos os outros doutores da mente que nos vendem sua visão de qual nossa realidade deveria ser. Sem essas influências, aquele peso em nossas mentes e emoções, o pássaro já teria voado há muito tempo atrás. Essas são as influências que criam a “luz no fundo da garrafa”, que nos hipnotiza e nos mantém na ignorância do nosso Eu verdadeiro e infinito.
É um pedaço de excremento, afaste-se dele.
Se a humanidade fizesse isso com mais freqüência, ela não desperdiçaria sua energia dia após dia com debates irrelevantes e argumentações sobre “temas” que são apresentados para nos desviar do que realmente interessa – nossa própria evolução para fora da ignorância e nossa habilidade própria de amar e de ser amado. Mas nós somos fisgados por esses debates fabricados e distrações. Vemos declarações e eventos irrelevantes como vitalmente importantes, ao invés de nos afastarmos e vê-los como eles são: distrações irrelevantes. Quando ficamos condicionados a pensar que essas baboseiras são importantes, nós gastamos nossas energias e investimos nossas emoções em preocupações com coisas que os outros nos programaram para acreditar que eram importantes. Você é muito gorda? Você é muito magra? Você é muito alta? Você é muito baixa? Seus seios são suficientemente grandes? São nossos pipis suficientemente grandes? Estamos perdendo cabelos da nossa cabeça? Você tem muito pêlo pelo corpo? Você está usando o último uniforme [desculpe, moda] que alguém que nunca conhecemos decidiu que agora é “in”? Recebemos uma avalanche dos marqueteiros e dos “programadores” de televisão, financiados pelos propagandistas que nos dizem como nós devemos ser, aparentar e sentir. Você está com uma ruga na face? Oh, meu Deus, sua vida acabou! É o fim da picada! A não ser que você compre este super óleo, com nome famoso e que parece exótico. Ele salvará sua vida. Ei, olhe esta loira bronzeada maravilhosa. Compre nosso bronzeador e você irá ficar como ela [O autor afasta-se um pouco para vomitar].
Há uma certa neurose para não fugir da norma, do “ideal”. Note, por exemplo, o terror que os homens têm de perder o cabelo. Que desgraça, as mulheres não sentirão atração por mim... salve meu cabelo, pegue-o das axilas, de qualquer lugar... me vende uma peruca... Quando você perde o cabelo você se transforma em uma pessoa má? Não. Torna você menos inteligente? Não. Faz você incapaz de dar e receber amor? Não. E se vivêssemos em um planeta em que o corpo físico não crescesse cabelo na cabeça e, de repente, começasse a crescer? Oh, minha vida acabou, as mulheres não sentirão atração por mim... arranque meu cabelo, coloque ele debaixo do braço, em qualquer lugar. Tudo condicionamento...
É um pedaço de excremento, afaste-se disso.
A ironia de tudo isso, e o conhecimento que irá terminar com a manipulação das emoções humanas pela indústria multibilionária do odeie-seu-corpo, é que não há necessidade de todas essas poções, cremes e cirurgiões de pênis. Nossos corpos são um reflexo do nosso senso de ser. Eles são uma expressão física de nossa mente e emoções [Retrato fiel de nosso acúmulo cármico]. Podemos ver nas faces das pessoas se elas passaram por dores emocionais extremas. Está escrito em suas feições. Pessoas que comem bastante e criam corpos grandes para si estão invariavelmente manifestando em seus hábitos alimentares um tormento emocional de algum tipo. Para elas é a comida, para outras é a bebida ou drogas, apenas um meio de escapar temporariamente da emoção que desejam abafar. Nossas mentes controlam nossos corpos e nossos corpos irão refletir nosso estado mental. Se nós nos sentirmos bem conosco, nós iremos transmitir a mesma energia para o nosso corpo. Se nos sentirmos não amadas e não desejadas, nossos corpos irão manifestar isso, também. O mesmo acontece com o envelhecimento. Não precisamos envelhecer como fazemos. Nós esperamos envelhecer porque esta é a NOSSA realidade e, portanto, nós envelhecemos. Quando evoluirmos em direção à Unicidade, o processo de envelhecimento irá diminuir e nós iremos viver por períodos de tempo incrivelmente longos. Impossível? NADA, NADA é impossível [a realidade intraterrena é de saúde perfeita e de imortalidade, e, portanto, eles não envelhecem, são imortais]. Atraímos para nós aquilo que mais tememos porque sobrepujar o medo é essencial para a nossa evolução. Relaxe. Aquilo que você é está OK. É o seu papel no filme da vida neste momento. Você é aquilo que você é e você pode mudar aquilo que você é mudando o que você pensa que você é. Isso, também, aplica-se para os nossos corpos. De qualquer forma, você escolhe o seu corpo antes de se encarnar. Você fez isso para ter a experiência que você achou que iria acelerar sua compreensão e evolução. É apenas um corpo temporário – você é uma mente e espírito eterno. Mas se formos apanhados na armadilha de aceitar a versão dos manipuladores do que é normal e sexy, nós teremos uma vida de baixa auto-estima se não tivermos um corpo que se ajusta a isso.
Eu Sou Eu, Eu Sou Livre!

Parte 3

Por Rui Fragassi
Baseado no livro "I am me, I am Free: The Robots' Guide to Freedom" de David Icke

Se você está em um constante estado de procura da felicidade, você nunca conseguirá ser feliz. A sua experiência do “agora” é sempre a procura da felicidade, nunca a felicidade em si. Sua felicidade estará sempre no futuro e não no seu agora. A única forma de ser feliz é ser feliz. Este é um estado da mente que está sob o seu controle, independente do que você faz. Não requer que você tenha uma nova Ferrari. Felicidade não é uma procura, é um estado de ser. Quanto mais você se esforça para apanhá-la, mais ela se afasta de você. Nós somos chamados de seres humanos e no entanto nós nos tornamos “fazedores” humanos. Nós somos condicionados a caçar tudo, inclusive a felicidade.
Outra coisa que nos pega e suga nossa energia por nenhum bom motivo é a forma como nós nos ofendemos pelo o que os outros dizem ou fazem. Você não precisa ficar ofendido, depende apenas de você. Está tudo na mente. Os manipuladores condicionam as pessoas para um mundo de “trabalho” e uma vida mental entorpecida para servir ao sistema. Um escravo se reportando para o dever, senhor! Uma mente para ser usada e abusada, senhor!
Esconder o que realmente aconteceu no passado é essencial para os manipuladores, se eles quiserem esconder o que está acontecendo agora. As crianças e os estudantes no mundo todo continuam a receber uma estória distorcida dos fatos. Ao professor é dito que essa versão é a verdadeira, quando eles entram no sistema, e eles dizem isso a seus alunos, tornando-se doutrinadores para o sistema. Ninguém precisa intervir para manipular diretamente as escolas e os professores, uma vez que esta estrutura já esteja montada e funcionando. Ela agora funciona sozinha.
A Economia usa um linguajar complexo, mas é extremamente simples: Você empresta ao povo um dinheiro que não existe e cobra juro do povo sobre esse dinheiro inexistente. Tudo além disso é cortina de fumaça. Por que nós tentamos segurar as paredes de nossa prisão econômica? Deixe ela cair, quanto antes melhor, e depois disso podemos criar um sistema de dinheiro sem juros e trocas baseadas na abundância para todos, e não, como hoje, na escassez proposital que leva à condição de dependência – controle.
Tudo é feito de energia e a energia é infinita. Não existe falta de nada. A escassez apenas aparece quando nós aceitamos o condicionamento de que a vida consiste de luta, escassez e mera sobrevivência.
A mídia é parte do jogo e reporta os jogadores no jogo, sem nunca questionar o jogo em si. Ela reporta algo chamado de notícia, mas é pura propaganda, projetada na fonte para manipular a consciência da população. “Tem que ser verdade, eu li no jornal e vi na televisão” (Nesse caso, provavelmente não é verdade). “Não, não, todos os jornais e todas as estações de televisão estão dizendo isso!” (Neste caso, definitivamente não é verdade). Eu acompanho a mídia porque ela é um dos atores principais no jogo, mas eu não acredito em nenhuma palavra dita, a não ser que ela seja confirmada por outras fontes independentes. A televisão se constitui em um hipnotizador residente na casa de bilhões de pessoas.
Você pode encontrar distrações em todos os lugares, para te desviar da simplicidade do entendimento. Você não precisa encontrar um “iluminado” para te dizer o que pensar – você é um iluminado. Todos nós somos. Nós simplesmente esquecemos e desligamos nossa conexão com essa iluminação. Escutar todos os pontos de vista, inclusive dos “professores” da Nova Era, é uma boa coisa se nós filtrarmos a informação deles e retirarmos dela apenas aquilo que acreditamos ser correto, deixando de fora o resto. Precisamos ser seletivos constantemente e permitir a nossa intuição fazer a seleção. Lembremos sempre que as escolas e universidades estão aí principalmente para condicionar, não para informar. Quando você perde o medo de ficar sem nada, você irá sempre ter o que você precisa.
Volto a repetir: a maioria das coisas que nos causa dor emocional, ocupa nossa atenção e destroi nossa auto-estima, simplesmente não importam. Nos é dito que elas importam porque isso irá nos manter cativos pela ilusão física e nos manter desconectados de nosso ser infinito. Eis aqui um pequeno exercício. Primeiro, lembre-se que você é um aspecto infinito da consciência eterna em uma jornada sem fim de evolução e que outros níveis de você estão desempenhando diferentes papeis nos filmes que estão sendo projetados em outras telas (dimensões) do cinema. Você não é apenas um corpo, você é uma consciência experimentando várias situações e emoções para acelerar seu retorno para a Unicidade. Correto, ponha isso na sua cabeça e faça uma respiração profunda.

Eu me Amo
Eu me amo? Quem é você, uma espécie de egomaníaco? Esperam que você não diga isso. Esperam que você seja humilde e que se mantenha depreciando a você mesmo. Não é a você que você deve amar, é os outros – o mundo. Oh, que pessoa adorável! Ele é sempre tão humilde, sempre se jogando para baixo, e ele ama todo mundo.
Não, ele não é nada disso. Ele não ama todo mundo porque ele não ama a si próprio. E se ele não ama a si próprio, ele não ama a todos. Como podemos dar de dentro de nós aquilo que nós não temos internamente? Amor, o verdadeiro amor no seu sentido mais amplo, não discrimina. Ele não diz: eu amo esta pessoa, mas não aquela ali. Ele apenas ama. Aquilo que você não tem internamente, você não pode dar para fora. As pessoas não irão amá-lo incondicionalmente até que você ame a si mesmo incondicionalmente. Elas irão dizer: eu amo você se você se amoldar àquilo que eu penso que você deva ser. Isso não é amor, isso é possessão e manipulação, vestido de amor. Amor por si mesmo é aquele ponto de equilíbrio quando nós permitimos a nós mesmos a libertação do medo e da culpa e ser quem e aquilo que nós somos. Por outro lado, amar os outros é permitir a eles, sem ressentimento e julgamento, serem quem eles são, mesmo se isso difere daquilo que nós gostaríamos que eles fossem. Eu amo você pelo que você é. Eu amo a mim pelo que eu sou. Isso é amor.
Minha vida foi um rio de confrontações raivosas com as pessoas, nascida de minha própria raiva interna. Eu não estava com raiva deles, na realidade, eu estava com raiva de mim mesmo e eles eram a forma através da qual eu podia expressar aquela raiva para fora ao invés de tratar com a fonte que estava dentro de mim. Após certa data eu comecei a gostar de mim mesmo. Eu não queria mais ser outra pessoa. Eu sabia quem eu era – uma consciência sempre em evolução que é amor, puro amor, um aspecto da Fonte de Tudo Que É. Assim como você. Todos nós somos isso. Nada nos acontece por acidente. Tudo acontece por um motivo, apesar que pode passar anos antes que descubramos isso.
Existe muitos conflitos no mundo externo devido aos muitos conflitos internos dentro das pessoas. O mundo físico reflete exatamente aquilo que está acontecendo dentro da psique humana. O tumulto e conflito internos cria o seu reflexo externo – assaltos, estupros, terrorismo e guerras. Os conflitos somente irão terminar no mundo externo quando nós encontrarmos paz dentro de nosso interior – em nossa consciência. Existirá paz e amor na Terra quando existir paz e amor em nossos corações. E isso começa e termina dentro de nós. Cure a si mesmo e você curará o mundo.
Desde que éramos criancinhas fomos condicionados a nos julgar de forma severa e a pensar sobre nós mesmos em termos negativos. Nos é dito o que devemos ser, como devemos ser, o que é certo e errado, sanidade e insanidade, bem e mal. Seja um clone, seu país precisa de clones. O que você pensa que é, algo único?
Estamos todos em uma jornada de aprendizado através de experiências. Nós obtemos aquilo que damos até que nós aprendemos e evoluímos. Nós temos sido homens e mulheres em nossas várias encarnações porque a consciência, em seu estado de harmonia, é um equilíbrio do masculino com o feminino. Cada um dos planos da existência possui um nível físico e um não-físico. Podemos visualizar isso como um relógio de água, com a realidade do espírito acima e o mundo denso abaixo. A passagem estreita, a “porta” entre os dois níveis, é um ponto neutro onde a freqüência vibracional do espiritual se junta com a física. É como um buraco negro. Isto é representado como um túnel com uma luz em seu fim que milhões de pessoas têm descrito após uma experiência de quase-morte. Quando as pessoas “morrem” e deixam o corpo físico elas não se movem necessariamente para a iluminação. A morte não é a cura da ignorância. A consciência continua a criar sua própria realidade. O que chamamos de fantasma é uma consciência que está tão confusa ou hipnotizada pelo mundo físico e seu sentido condicionado da realidade que ele não volta através do “túnel” para os reinos do espírito. Aqueles mais desbalanceados se manifestam como os “demônios” das lendas. Mas essas almas perdidas não devem ser temidas, elas são apenas mentes confusas.
No instante da “morte”, a nossa psique vai embora levando todos os nossos frangalhos emocionais, de conhecimentos e de informações distorcidas. Quando falo em nos desvencilhar das respostas condicionadas, estou falando sobre as atitudes e medos incrustados durante vastos períodos do que chamamos de tempo. O medo intenso de expressar nossa forma única não é o resultado de apenas a experiência desta vida atual.
Em cada “vida” na Terra, nossas emoções não-resolvidas e desbalanceadas são levadas através da psique à próxima vida. Essas emoções são os pesos amarrados a nossos pés de mergulhadores, que nos impede de flutuar normalmente para cima, em direção à superfície. Nunca iremos libertar nossa psique de sua densa prisão física até que nos libertemos desta nossa prisão emocional. Porém, no fundo não somos corpos físicos, somos consciências em evolução eterna e sem tempo e as nossas experiências e desafios são projetados para nos ajudar a alcançar o estado vibracional que pode propiciar o salto da prisão física para a liberdade espiritual.
O acúmulo de nossa bagagem emocional ocorre como resultado de acreditarmos que este mundo é real. Ele não é. Ele é uma tela de cinema tri-dimensional, de realidade virtual e holográfica, projetada para nos prover a oportunidade de experimentarmos a separação da Unicidade, como uma ajuda na nossa exploração profunda de nós mesmos. Nós temos estado sob a ilusão de que nós estamos separados. Nós não estamos. Nós todos somos aspectos da consciência do Um, de Deus, experienciando a si próprio subjetivamente através de suas partes constituintes – todos nós. Imagine você em pé em frente a um espelho gritando com você e batendo na sua cabeça com um bastão de baseball. Só um louco faria isso, não é? No entanto, na última vez que você gritou com outra pessoa ou foi violento com alguém, você estava na realidade fazendo isso a você próprio! Você tem um tumulto emocional interno porque você está suprimindo quem você realmente é e se submetendo, através do medo, ao projeto de uma outra pessoa; e/ou você está com raiva ou ressentimento com pessoas que não estão vivendo a vida delas como você acha que elas deviam.
Existem dois tipos de pessoas: aquelas participando do filme e aquelas na audiência, vendo o filme. A abordagem mais efetiva, na minha opinião, é ficar mudando entre essas duas posições, gozando ambas as perspectivas. Aquelas atoladas totalmente no filme (a grande maioria) acreditam que o filme é real. As experiências de aprendizado tornam-se enormes catástrofes emocionais e a culpa e o ressentimento que isso produz acaba sendo mantido por toda a vida e passado para a próxima vida. Neste caso, ao invés de remover bagagem e mover para frente, a cada vida na Terra acaba-se coletando mais bagagem.
As pessoas que encontramos são espelhos de nós mesmos ou atores representando um papel que nos pode ensinar algo sobre nós mesmos e sobre o mundo. Nós as atraímos para nós. Quando vemos conflito em algum lugar, nós estamos olhando para um tumulto interno sendo projetado para fora e sendo expresso como um evento físico. Quando ficamos com raiva dos outros, nós estamos ficando com raiva de nós mesmos, pois os outros são apenas espelhos. Nesta situação estamos atacando a nós mesmos. Mas a maioria das pessoas não percebe isso.
Ao invés de nos sentirmos culpados pelo que fizemos ou deixamos de fazer aos outros, precisamos aprender com nossas experiências, sabendo que o acontecido foi um presente, uma experiência de aprendizado para nós e para a outra pessoa(s). Elas criaram aquela situação, da mesma forma como nós a criamos. A experiência é a forma como nós evoluímos e nós precisamos da faixa total das experiências possíveis, para ter uma evolução balanceada. Culpa é meramente o lado negativo da experiência. Deixe ela ir embora. Não existe nada para nos fazer sentir culpados. Nunca, jamais. Um ator de cinema não se sente culpado quando ele representa o papel do bandido, não é mesmo?
Procuramos nos vingar de pessoas que ousam nos propiciar uma experiência que ajuda em nossa evolução. Como elas ousam me ajudar a evoluir? Eu estou com tanta raiva... Podemos nos manter amarrados a um ressentimento desde a infância até o final da vida. E quem sofre com isso? Certamente não será a pessoa contra a qual temos o ressentimento. Ela pode estar tendo uma ótima vida enquanto que nós sofremos e vamos para a cova mais cedo, através de um câncer, ataque do coração, e outras expressões físicas de raiva suprimida e de ressentimento. Não muito inteligente de nossa parte, não é mesmo? Deixe ir embora o seu ressentimento. Vá ao foco de sua amargura, olhe para ele, ela ou eles, nos olhos e diga quanto você os ama e você deseja que o conflito desapareça. Como eles irão reagir a esta sua oferta irá depender deles, mas você irá ter encerrado o conflito porque um conflito não pode existir sem que as duas parte tenham uma amargura entre si.
Meu medo da morte [e de voar] desapareceu quando eu descobri que não existe morte. O meu medo de ter o meu destino nas mãos de outra pessoa se dispersou quando eu descobri que o nosso destino nunca está nas mãos de outro, mas nas nossas próprias mãos. Não existem acidente, apenas criações humanas dentro de uma lei universal.
Se nos mantermos hipnotizados pelo filme e pensarmos que ele é real, a forma de percebermos essas experiências pode ser muito destrutiva. Se reagirmos contra as pessoas [espelhos] que nos provê estas experiências de uma forma que leva ao ressentimento e gerando um desejo de vingança, um inferno de situações irão ocorrer. Indivíduos, grupos, países, o mundo, estarão se destroçando enquanto as emoções sujas de séculos irão se colidir e guerrear. A estabilidade vibracional do planeta irá ser severamente desbalanceada neste tipo de cenário e as conseqüências no clima e na geologia podem realmente serem catastróficas para aqueles presentes no nível de 3 dimensões da Terra. O que fazemos, em outras palavras o que pensamos e sentimos, afeta fundamentalmente o nosso planeta.
As vibrações do planeta estão aumentando. Se desejamos subir com elas, para fora do pescoço da garrafa e para fora da prisão, precisamos nos livrar da bagagem emocional e do sentimento negativo de nós mesmos e dos outros, que fomos condicionados a aceitar como realidade. Podemos ver as pessoas que apertam nossos botões e liberam o nosso esgoto emocional como elas realmente são: nossas professoras. Colocando de outra forma, podemos amar os nossos “inimigos” [professores, espelhos]. Não existe nada para temer. Nós vivemos para sempre, aconteça o que acontecer. O amor é a energia que irá suavizar a transição, mais que tudo. O amor é a transição. Não existe maior presente que podemos dar a nós mesmos, aos nossos semelhantes e à Terra, do que o amor. O planeta está se sentindo não-amado porque ele não tem sido amado. Ocorre o mesmo com a humanidade. Ame a Terra, ame a você mesmo, ame a todos, e a jornada para o equilíbrio e a harmonia não precisará ser cheia de solavancos, como ela será se nós permanecermos adormecidos.
Nossas emoções tem sido o meio através do qual a manipulação vinda da quarta dimensão tem sido possível de acontecer. O estímulo ao medo tem levado as pessoas a entregar seus poderes para aqueles que elas acreditam que as irá proteger daquilo que elas foram encorajadas a temer.
Tudo o que você precisa é de amor [All you need is love].
E o amor é ilimitado e infinito. Não existe escassez de suprimento, independente de sua demanda. Você apenas pensa nele e sente ele, e ele estará presente. Tanto quanto você desejar, sempre que você desejar. Amor é a nossa chave de ouro e ela está sob nosso controle. Você pode amar a si mesmo ou odiar a si mesmo. Você pode amar os outros ou odiar os outros. Você pode amar a Terra ou abusar da Terra. Estas são opções – opções que levam consigo conseqüências físicas e espirituais. E essas escolhas são suas e minhas.
Pelo "Pecado" até as Estrelas
Quando percebi que o mundo está sendo manipulado pela Quarta Dimensão há milhares da anos, eu percebi que tudo que nos permite nos livrar da prisão da Terceira Dimensão tem sido suprimido ou seu significado tem sido distorcido, para nos manter escravos.
Nada tem sido mais manipulado e distorcido do que o sexo. Em sua expressão mais elevada, o sexo é a experiência espiritual mais importante entre duas pessoas no mundo físico denso. É um meio através do qual podemos no conectar com os níveis mais altos de nós mesmos e acessar nosso fantástico poder criativo. Temos sido desviados de fazer isto pelos grupos de religiões, os tablóides sensacionalistas e pela indústria pornográfica. Com relação aos efeitos, estas três áreas batalham no mesmo lado.
Para entender isso, precisamos analisar a natureza da experiência física e o traje espacial genético que chamamos de corpo. O que você observa com os olhos é apenas o nível físico de nós mesmos, aquela face e corpo que nos volta do espelho. Em níveis não visíveis pelos sentidos físicos está nossa consciência eterna, a aura, como algumas pessoas a chamam. A aura é uma amálgama dos campos de energia que juntos constituem aquilo de nós que pensa, sente e se emociona. Ou, pelo menos, aquela parte do “Eu” eterno que está trabalhando diretamente através do corpo. Um desses níveis, o etérico, é a inteligência que organiza a substituição das células, controla o sistema elétrico do corpo e, genericamente, governa as atividades do corpo. Quando a energia etérica fica desbalanceada, quando está em desarmonia emocional, a doença (dis-ease) emocional transforma-se em doença física. Alguns desbalanços etéricos, por exemplo, rompe a substituição suave das células e isto é conhecido por nós como câncer. A medicina chamada de “moderna” trata o câncer com cirurgia [cortando as células com problemas e jogando fora], envenenamento com drogas e aplicação de doses maciças de radiação. Isto reflete a obsessão “científica” com o nível físico do ser e a obsessão da medicina com o tratamento dos sintomas ao invés das causas. A causa do câncer é a ruptura etérica, geralmente estimulada por ruptura emocional, apesar de que o contato com campos de energia eletromagnética, como linhas de transmissão de potência e equipamentos elétricos, podem também acionar a substituição de células cancerosas porque o eletromagnetismo artificial desestabiliza o balanço magnético do campo de energia etérico. O sistema imunológico é também controlado pelo etérico e, portanto, as influências emocionais e eletromagnéticas podem prejudicar seriamente as defesas naturais de nosso corpo e nos tornar mais susceptíveis a doenças. Morre-se, por exemplo, devido a um coração despedaçado. Nós morremos literalmente de dor emocional.
"Chakra" é uma antiga palavra sânscrita que significa "roda de luz". Os chacras são vórtices de energia que interceptam nossos níveis de ser, e portanto um desbalanceamento no campo de energia emocional irá passar, através dos chacras, para o nível mental [nós paramos de pensar direito] e, via etérico, para o nível físico [nos tornamos doentes, dis-eased]. Temos vários desses chacras, sendo sete os principais. Cada um vibra em uma particular freqüência de cor e som. Acredito, também, que existe um chacra importante nos pés, que nos conecta e nos "aterra" com a Terra. Dos 7 chacras principais, os 3 mais baixos nos ligam à Terra, os 3 superiores nos liga ao espírito, e o coração é o centro de equilíbrio entre eles. O chacra da corôa (violeta) é nossa conexão com os chacras que estão fora do nosso corpo -- o resto do cosmos.

O "halo" traçado em torno da cabeça de Jesus e de outras figuras em quadros de arte religiosa são uma representação da energia luminosa emitida do chacra da corôa. A mesma explicação vale para as "asas" dos anjos: as asas são a energia fluindo para fora do chacra da coroa, como uma fonte. Elas não são asas físicas, mas asas energéticas que podem nos elevar até as estrelas. Os chacras transmitem seu estado de ser diretamente para o físico através das glândulas do sistema endócrino. O centro de controle deste sistema é a glândula pineal no centro do cérebro, que conecta-se com o chacra do "terceiro olho", nossa visão psíquica. A pineal está bastante conectada com os olhos físicos e portanto é verdade que "os olhos são a janela da alma". Quando olhamos nos olhos de alguém, nós estamos olhando profundamente em sua consciência multidimensional via conexão olhos-glândula pineal-terceiro olho-cosmos. A pineal e as outras glândulas do sistema endócrino soltam hormônios no corpo em resposta a mudanças nos estados dos chacras e estes hormônios afetam o estado do corpo físico de forma positiva ou negativa.
É neste ponto que entra a ciência médica oficial, com a liberação dos hormônios e seus efeitos no corpo. Eles fecharam suas mentes ao que acontece ANTES disso, as instruções transmitidas dos chacras para as glândulas, já que o reconhecimento da existência dos chacras iria levar ao reconhecimento dos níveis multidimensionais do ser e de seus efeitos no corpo físico. Em outras palavras, toda a base sobra a qual a ciência médica opera (drogas e facas) iria ruir e assim como os lucros das companhias multinacionais de drogas que controlam o sistema "médico". É o auto-interesse que criou o desinteresse em ver o ser humano como algo mais que apenas um corpo físico.

Reconhecer a existência do sistema de chacra é vital para compreender o significado real do sexo. O chacra da raiz, na base da coluna vertebral, recolhe uma energia da Terra conhecida como kundalini, outro termo sânscrito que significa serpente ou cobra adormecida. A kundalini é parte da força da vida e ela provê a energia sexual que aciona nosso potencial criativo. A energia que as pessoas usam para criar uma pintura, livro, discurso ou peça de vaso criativos é a mesma energia que estimula a atividade sexual e que explode no orgasmo. É a força criativa, a mesma força criativa que cria uma nova vida. Nós somos bombas sexuais caminhantes e falantes... Esta é a razão porque os rituais satânicos sexuais envolvendo o amedrontamento de adultos e crianças são rotineiramente feitos -- para acessar e acionar a força criativa em sua forma mais negativa.

Se a energia criativa é suprimida, pela supressão dos sentimentos sexuais e dos talentos naturais, seu poder torna-se desbalanceado. Isto acabará por se manifestar de outras formas -- através da violência, estupro, crimes, guerras e depressão. Quanto mais sexo espiritual, menos violência global! Quando é permitido e encorajado que as pessoas expressem suas próprias criatividades únicas, a kundalini flui em harmonia, e o conflito, dentro e fora, acaba baixando.
Um fato curioso, na língua inglesa, é que a palavra "evil" [mal] é igual à palavra "live" [vida] escrita em reverso. Quando a força criativa é suprimida ela torna-se destrutiva. Isto se aplica certamente ao sexo. Como sabemos, a puberdade aciona mudanças hormonais massivas e isto corresponde à kundalini estimulando os chacras, que por sua vez causa as glândulas do sistema endócrino liberarem os hormônios.

O desenrolar da kundalini nos afeta de muitas outras formas, além de sexualmente. Ela ressoa com a cor vermelha e é simbolizada pelo fogo. Isto é apropriado porque quando ela flui através de todos os chacras, ela os colocam incandescentes vibratoriamente. Quando a kundalini está fluindo sem obstáculos e poderosamente, nós nos tornamos mais sensiveis, e nossas mentes tornam-se mais alertas, inquisidoras e abertas. A kundalini estimula nossa memória e nossa habilidade de reter informações. Nosso potencial criativo eleva-se muito. Uma kundalini poderosa nos dá uma forte conexão magnética com a Terra e quando ela eleva-se até o chacra da coroa no topo da cabeça, ela nos conecta com nossos outros chacras em níveis mais elevados de nosso ser. Nós nos tornamos tanto da Terra como do espírito, um equilíbrio perfeito. Isto é o que os seres humanos supostamente deveriam ser, um equilíbrio do físico com o espiritual.
Os manipuladores deste mundo desejam transformar a raça humana em escravos prisioneiros desta realidade de três dimensões e, para isso, é essencial estancar, ou desbalancear massivamente, o fluxo da kundalini. Com isso você desconecta as pessoas da ligação poderosa com a Terra e, também, com os reinos superiores do espírito. Para subir através dos chacras e nos conectar com os níveis superiores, a kundalini precisa passar pelo chacra sacral, o centro da sexualidade, e pelo chacra do plexo solar, o centro das nossas emoções. No entanto, estes centros podem estar com tanta quantidade de negações, medo e emoções negativas, que eles agem como uma represa vibratória, revertendo a kundalini para voltar sobre si mesma e criando uma vida inteira de tumulto naquela parte inferior do abdomen que geralmente resulta em doença [dis-easy] física. Estas "represas" também previnem o fluxo poderoso da kundalini de ativar o potencial dos chacras superiores, o do coração, da garganta, do terceiro olho e da coroa, e portanto tornando impossível uma conexão verdadeira com as dimensões espirituais superiores de nós mesmos. Desta forma, tornamo-nos uns fantoches dos manipuladores. As pessoas neste estado [a grande maioria] não estão nem na Terra e nem no espírito. Elas estão na terra do limbo, em algum lugar entre esses dois locais. Uma forma de se conseguir isso é através do sexo.

Os manipuladores criaram e usam as religiões [cristianismo, judaísmo, islamismo] para destruir a verdade sobre o sexo, e também inspiraram a cultura da pornografia. O tema comum dessas áreas é fechar o chacra raiz, desbalanceando os chacras sacral e emocional, estancando o fluxo da kundalini, que se deixado funcionar livremente iria ativar e conectar todos os níveis do ser em uma integração completa. As religiões transformaram o sexo em um alvo para a explosão da culpa de proporção gigantesca. A instituição do casamento está no centro disso. O casamento institucionalizou a separação. Ele é meu, ela é minha! Eu casei com você, portanto eu sou seu proprietário [você me pertence]. Esta é a ralidade dita ou não dita do casamento e dos relacionamentos em geral. É uma maneira através da qual as pessoas compram um sentido fabricado de segurança e uma versão muito limitada do "amor". Essas pesssoas compram as estórias da carochinha sobre "se casaram e viveram felizes para sempre". A maioria dos casamentos não acontem por amor, mas por possessão e por controle. Apenas uma quantidade ínfima de casamentos estão satisfazendo completamente os parceiros.
A mentalidade social dominante é que é melhor continuar um casamento em que os parceiros se odeiam, do que terminá-lo e libertar os parceiros para encontrar o amor em outro lugar. Essa mentalidade também cria a situação incrível na qual as crianças são taxadas de "ilegítimas" quando os pais não estão ligados por um pedaço de papel timbrado, no momento de nascimento. Não existe algo como vida ilegítima! Apenas o amor deveria ser o vínculo que mantenha duas pessoas em um relacionamento, não um pedaço de papel ou um sentido de dever. A maioria dos casamentos não está baseado no amor, mas em companhia, segurança pessoal, hábito, conformação social e medo das situações alternativas. Um aspecto destrutivo do jogo do casamento é que ele institucionaliza e legaliza a crença que você pode apenas amar uma pessoa num dado instante, e de preferência pela vida toda. Ele torna oficial a Lei da Separação e nega a Lei da Unidade.

Isto tem efeitos fundamentais sobre o fluxo da kundalini. Algumas vezes você precisa interagir sexualmente com mais de uma pessoa em sua vida, mesmo após o casamento, porque diferentes pessoas afetam você de formas diferentes. A consciência de uma pessoa - seus campos de energia - irão ativar os seus de formas sutis ou dramáticas do que outra pessoa. A kundalini não é apenas uma bolha de energia, ela tem muitos elementos diferentes que necessitam ser estimulados e despertados se nós desejamos desfrutar nosso potencial criativo infinito e verdadeiro. Não é apenas a atividade sexual que abre a kundalini, mas ela é uma forma rápida e muito poderosa de acionar a transformação da serpente.
Por causa do abuso sobre o sexo que ocorre na igreja, estado e nos tablóides sensasionalistas, o sexo tornou-se um "pecado" e uma razão para uma culpa e condenação enormes quando se tem um relacionamento sexual com mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Se você além disso é casado, nooooooosa! Amarre ele em grossas correntes de ferro! Ele está desqualificado para viver! Enquanto a igreja papagaia o cliché sobre o mundo precisar de amor, no momento que você expressa esse amor fisicamente por mais de uma pessoa, ele torna-se repentinamente em uma coisa terrível. No entanto, você pode amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Somos uma Consciência Única. Você acha que nós podemos apenas amar - fisicamente, mentalmente, emocionalmente, espiritualmente - apenas um aspecto de nós mesmos num dado instante? Meu Deus... O amor incondicional apenas ama. Totalmente e sempre.

Cada pessoa nos dá algo que as outras não conseguem nos dar, porque cada pessoa é diferente da outra. Nós somos únicos, e portanto podemos ver que podemos adquirir conhecimento, compreensão e um maior insight sobre o amor e sobre nós mesmos, através da experimentação e interação com diferentes pessoas e de formas diferentes. Nosso amor por alguém não tem que diminuir o nosso amor por outra pessoa; na realidade, aquele amor pode aumentar na medida em que nós verdadeiramente compreendemos o que é o amor, e quando o nosso poder de expressar o amor se expande. Quando nossa kundalini flui e nos abre para nossa beleza multidimensional, certas partes de nossa personalidade emergem que nós não sabíamos que tínhamos. É como puxar a cordinha daquelas boias auto-infláveis: de repente, nossa consciência, que estava trancada e dobrada em um pequeno volume, se expande enormemente, de tal forma que você tem dificuldade em acreditar quando você olha o pequeno espaço [a mente fechada] de onde ela veio. Diferentes partes do nosso eu eterno algumas vezes precisam estímulos de pessoas diferentes.
Uma pessoa não pode me dar tudo que necessito para crescer multidimensionalmente e nem eu consigo fazer isso com elas. Apesar disso, os manipuladores do mundo, por milhares de anos, pregaram que isso é possível e este mito foi institucionalizado e transformado em lei dos países.

Esta ignorância sobre o sexo, tem criado um ciclo vicioso de medo, culpa e ressentimento. Um exemplo: um homem ou uma mulher sente uma necessidade instintiva de ficar íntimo de uma pessoa fora de seu casamento ou parceiro usual; eles podem suprimir esta pulsão por causa do medo das conseqüências na sociedade que não entenderia, ou eles podem ir em frente e se sentirem terrivelmente culpados pois eles, também, estão condicionados a acreditar que isto é algo terrivelmente errado. Em ambos os casos, os seus chacras da raiz, sacral e emocional são jogados em um tumulto vibratório e o fluxo da kundalini fica diminuído e desbalanceado. Quando o parceiro souber desse relacionamento, ele/ela ficará muito ressentido e como esse ressentimento está relacionado à sexualidade, seus chacras da raiz, sacral e emocional se fecham ou desbalanceiam a kundalini. Isto não irá afetar apenas a sexualidade das três pessoas, isso irá diminuí-los emocionalmente, intelectualmente e espiritualmente devido aos chacras envolvidos perderem a conexão poderosa com a energia que os acionam no plano físico - a kundalini. No entanto, não é que essas situações de relacionamento estão erradas, mas meramente que a sociedade está condicionada a acreditar que elas estão erradas. Estas situações não são certa ou erradas, elas apenas são. Elas são parte da jornada única de conhecimento e experiência para todos os envolvidos.
A religião tem sido a maior força no desligamento da humanidade de seu destino verdadeiro e o abuso do sexo tem estado na linha de frente disso. Em algumas religiões chegaram a fazer do celibato uma virtude. Como você acha a chave do céu? Você cruza as pernas, morde seus lábios e deixa sempre dois baldes de água fria prontos para o uso.... Se alguém escolhe ser celibato, tudo bem. Devemos todos fazer aquilo que nós achamos certo para nós e não precisamos fazer sexo para despertar a kundalini. Isso pode ser feito também através da meditação e da visualização, assim como ela pode ser acionada por influências astrológicas. Se uma pessoa é celibatária e não compreende nada sobre kundalini, algumas coisas desagradáveis podem acontecer. Se a kundalini for suprimida, isto cria uma "guerra" entre a kundalini que quer se desenrolar e a mente e emoções da pessoa que trabalha para empurrá-la para trás. Este conflito vibracional pode se manifestar como uma sexualidade bem desbalanceada e como outras desarmonias mentais e emocionais. Veja, por exemplo, o abuso sexual de crianças na Igreja Católica Romana: é uma expressão de kundalini desbalanceada causada pela supressão do processo natural do desenvolvimento humano e, muitas vezes, envolve a manipulação satânica da energia sexual da criança na forma de práticas de magia negra do Culto do Olho que Tudo Vê. A maioria das religiões têm medo do sexo e, portanto, usam o medo do sexo para manipulação e controle.
O que é válido para a igreja é igualmente válido para os tablóides sensacionalistas e a pornografia. Se uma pessoa deseja posar nua para fotógrafos, isto está OK para mim. E se outras pessoas desejam comprar esses papeis e olhar as fotografias, isto também está OK. Não procuro julgar, apenas apontar o que acredito serem conseqüências de certas ações. A hipocrisia dos tablóides assemelha-se à da igreja. Eles vendem seus papeis usando apelo sexual, mas eles têm uma atitude moral sobre o comportamento sexual das pessoas cujas "exposição" ajuda a vender seus jornais. O tablóide procura excitar seus fregueses enquanto, ao mesmo tempo, passa a mensagem que o sexo é ultrajante e malicioso. Eles desejam causar ereção, mas condenam a conexão. O sexo do chacra raiz, como promovido pela religião e pelos tablóides, pode mantê-lo em uma prisão mental e emocional, enquanto o sexo cósmico pode elevá-lo às estrelas.

O que é sexo no nível cósmico? Sexo tornou-se um evento físico quando ele realmente tem o potencial para ser um êxtase multidimensional. Existe o sexo do chacra básico, uma experiência física extraordinária, cujo objetivo é a ejaculação - a projeção para fora da energia, uma perda de energia. Isto deixa os parceiros cansados e freqüentemente com uma sensação de anticlimax e vazio. Esta é a visão do sexo encontrado nos tablóides e na pornografia. Mas existe o sexo multichacra que nos eleva para os reinos espirituais do ser. Isto acontece quando a energia estimulada no chacra raiz sobe através de todos os outros chacras e explode para fora na aura como um orgasmo espiritual ao invés de apenas uma ejaculação física, apesar que pode haver uma combinação dessas duas coisas. Isto é um amor espiritual ao invés de sexo porque é predominantemente espiritual, e não físico. Neste caso nós nos retiramos deste mundo programado e acessamos níveis de consciência muito além deste planeta físico. Quando você sentir isso com alguém, você pode não mais precisar ou desejar expressar amor fisicamente com outro alguém.
Eu Sou Eu, Eu Sou Livre!

Parte 4

Por Rui Fragassi
Baseado no livro "I am me, I am Free: The Robots' Guide to Freedom" de David Icke

Não estou pregando liberdade sexual para todos, pois quando temos atividade sexual nós, em maior ou menor escala, acabamos incorporando as energias da outra pessoa. Nós absorvemos, vibratoriamente, parte dessas pessoas, a sua essência verdadeira. Com quem fazemos amor tem conseqüências para ambos os parceiros muito tempo após esse evento. Tudo que estou dizendo é que não é certo ou errado fazer amor com mais de uma pessoa. É apenas uma experiência ao longo do caminho para encontrar o êxtase sexual-espiritual. Uma vez que você tenha experimentado isso, você pode passar o resto de sua vida com essa pessoa e nunca necessitar uma união sexual com outra pessoa. Não existe normas, apenas experiências no caminho da Unicidade. Cada pessoa é diferente e precisa experimentar coisas diferentes.

O sexo cósmico te deixa tinindo de energia, ao invés de cançado, e isto é transmitido para cada célula do seu corpo, estimulando-as para vibrarem mais rápido e assim nos fazer sentir "vivificado". Existirá um ganho de energia, ao invés de uma perda. Isto nos provê com mais energia criativa que pode ser expressa em outras áreas de nossas vidas.
Para alcançar estes níveis cósmicos do sexo, nós precisamos parar de tentar com empenho excessivo. O sexo, como tudo, se tornou uma competição, um concurso, um símbolo de nossa feminilidade e masculinidade. Isto trouxe mais medo à experiência sexual porque cada parceiro fica tentando "desempenhar-se" para o outro. O correto não é fazer algo, mas ser algo. Se você relaxar e apenas ser você, sem tentar fazer ou conseguir nada, você começa a deixar ir embora as respostas programadas do que é o sexo ou do que não é. Se você não focar sua mente no objetivo final [ejaculação e orgasmo], você entra em estados relaxados atemporais de alta consciência por períodos mais longos. Você pode apenas desfrutar cada momento do seu maior potencial se você tirar sua cabeça do passado e do futuro. Ejaculação e orgasmo estão no futuro e se isso está na sua cabeça desde o início, você acaba perdendo o poder de cada momento. O sexo não deve ser um show em um palco, ele é uma experiência única cada vez que é praticado, se você permiti-lo ao invés de atuar na forma do roteiro fornecido pela religião, pelos tablóides sensacionalistas e pelos rapazes do bar.

As tentativas de diminuir nossa sexualidade incluem inclusive o mito e a manipulação chamada de Aids. As histórias aterrorizantes sobre a Aids criaram medos tremendos sobre o sexo. Nos é contado que o vírus HIV causa a destruição do sistema imune, conhecido como Aids, e que o HIV é transmitido sexualmente. Ambas as afirmações são falsas. O HIV é um vírus fraco e a última coisa que ele faz é destruir um sistema imunológico. Milhares de pessoas morrem de "Aids" não sendo HIV-positivo e milhões que são HIV-positivos por 10 anos estão ainda com saúde perfeita. Os números associados à Aids tem sido manipulados! Se você morre, digamos, de tuberculose e você é HIV-positivo, dizem que você morreu de Aids. Se você morre de tuberculose e você não é HIV-positivo, e dito que você morreu de tuberculose. Os mitos e as mentiras são construídos já na fase de diagnóstico.

O Dr. Robert Gallo, o homem que disse que HIV causa Aids, já foi acusado de má conduta científica e dois de seus assistentes foram acusados de ofensas criminais. Gallo patenteou o teste de anticorpos do HIV e ele obtém um royalty por cada teste feito. E esse é um outro ponto. Eles não testam para achar o vírus HIV, apenas para achar os anticorpos que o sistema imune produz para combater o vírus! A Aids possui muitas causas, mas o HIV não é nenhuma delas. Qualquer coisa que arrebenta o sistema imune causa Aids e isso inclui drogas recreacionais e os remédios, como o AZT, usados para "combater" o HIV, um vírus que não causa Aids! É tudo uma trapaça que tornou-se um bomba temporal para nossa atitude sobre a sexualidade.
A razão para a evolução espiritual da humanidade acontecer muito mais lentamente do que ela poderia ser, é que nós negamos a nós mesmos e aos outros o direito de experimentar. O caminho da evolução é muito simples: experimentação, aprendizado, evolução. As regras e regulamentos, os pode e não pode, deve e não deve, impostos por séculos pelas religiões e outros controladores do pensamento, estreitou enormemente a profundidade da experiência que somos permitidos ter antes de encontrar a resistência do ridículo e da condenação. Acabamos nos atendo a modos de vida e atitudes que não nos trazem novas experiências porque nós fomos condicionados a ter medo de experimentar. A vida torna-se uma série de repetições tediosas e é esta mesma repetição de pensamento e de comportamento que nos faz tão fácil de sermos controlados. A visão da sociedade ocidental sobre o sexo é o mais potente exemplo disto. Uma vez que você obtém um certificado de casamento, você supostamente não poderá ter qualquer experiência sexual com qualquer pessoa, a não ser seu/sua parceiro(a) oficial.

É bom lembrar que tudo é um e um é tudo. Quando fazemos amor com um outro ser humano nós estamos, na realidade, fazendo amor com uma parte de nós mesmos. Quando atingimos o estágio de orgasmo multichacra cósmico, nós estamos fazendo amor com o universo, com a Criação, com tudo que existe, e nós estaremos disponibilizando mais energia criativa para todos usarem e se beneficiarem.
A moralidade sempre está relacionada a limitação e hipocrisia. Moralmente você não pode. Ela nega um direito humano básico - o direito de experimentar e ser quem e o que nós unicamente somos. A moralidade estabelece o ponto de vista de outra pessoa como deve ser o ser humano perfeito e exige que todos se conforme a isso. Como ninguém se encaixa nessas condições deste humano "perfeito" (inclusive, quase sempre especificamente, o moralista que especificou as condições), todos acabam ficando negando seus sentimentos verdadeiros e se sentindo culpados por não ficarem em conformidade com as regras morais. Como a sociedade condena qualquer um que fique abaixo dos padrões estabelecidos pelos moralistas, as pessoas acabam colocando máscaras e tentando fingir que elas estão vivendo vidas "morais", mesmo quando elas não estão. Este é um mundo de negação, medo, mentiras, hipocrisias e segredos. E não precisa ser assim. Isto apenas acontece porque nós tememos o que as outras pessoas pensam de nós e o que as outras pessoas pensam de nós está condicionado por uns poucos que decidem os chamados "padrões de conduta".
Voltemos novamente às Zonas Livres de Controvérsia. Quem são os moralistas que nos dizem o que podemos e não podemos experimentar? Das minhas observações, eles são pessoas com graves problemas emocionais e, ironicamente, desajustados nos tópicos em que pregam sua moralidade. Quando você suprime algo, isso passa a ter uma importância muito maior. Quando você deseja perder peso, a comida fica na sua cabeça muito mais tempo do que quando você está comendo as coisas que você escolhe. A negação sempre estimula uma obsessão com aquilo que você está negando. Ao invés da energia fluir através de você de uma forma natural e harmônica, como quando você permite a você mesmo ir nesse fluxo, ela se recicla e acaba ficando no centro de seus pensamentos. Se você procurar negar seus sentimentos sexuais, você irá ficar pensando em sexo muito mais tempo do que se você deixasse fluir seus sentimentos. Os moralistas que procuram suprimir seus próprios sentimentos sexuais, por causa do medo e da culpa, acabam tornando-se obsecados com a atividade sexual dos outros. São aqueles que dizem: "Este filme de sexo é um ultraje moral e eu sei do que falo: eu já vi esse filme cinco vezes". A negação de suas próprias sexualidades os fazem obsecados por sexo. Estes são os guardiões da moral de nossa sociedade, que nos dizem o que pensar e procuram ditar o que nós podemos e não podemos fazer, ver e dizer.
Nunca tenha medo de experimentar algo se sua intuição, o fluxo de energia dentro de você, está te encaminhando nessa direção. Nós vivemos para sempre. Somos imortais. Que é uma experiência? Se você não gostar dela e ela não funcionar para você, você irá aprender com a experiência e irá evoluir. Se você gostar dela e ela funcionar para você, você também irá aprender com a experiência e irá evoluir. Novamente, uma experiência não é boa ou má, ela apenas é. Uma coisa é certa, quanto mais você nega a si mesmo as experiências para a qual seu ser interno está te levando, mais tumulto você irá sentir quando o conflito entranha em sua psiqué e mais tempo irá levar para você alcançar os níveis mais altos de compreensão.

Tirando a própria vida, nada é para sempre e nada é para nunca. Tudo está aí para se experimentar no caminho para a Unicidade. Tudo na Criação está em constante movimento, cada expressão da energia está dançando no ritmo impermanente da vida. Se desejarmos permanecer imóveis e tornar nossas vidas e atitudes em padrões concretos de pensamento e previsibilidade rígida, nós estaremos na realidade tentando permanecer parados em um vasto rio que flui e logo isso irá se transformar em uma grande onda, pois as vibrações continuarão a se acelerar. Nós procuramos ser cascas de ovo estáticas enquanto estamos rodeados pro um mar vibracional de movimento e fluxo. Não é de se admirar que a vida seja uma batalha mental, emocional e física nessas circunstâncias. Você está literalmente usando toda sua energia apenas para permanecer parado!! Mas, ou você aceita de bom grado e celebra a experiência, ou você a nega, isso na realidade não importa. De qualquer modo, você sempre irá chegar lá, no final. A negação apenas significa que vai tomar mais tempo e irá causar para você um alto grau de tumulto emocional que você poderia evitar se você permitisse, ao invés de negar, seus sentimentos. O ponto que estou enfatizando é que nós devemos ter o direito, sem pressão, sem ridicularização e sem condenação, de fazer nossas próprias escolhas sobre aquilo que experimentamos sem um moralista que-sabe-tudo ditar aquilo que nós podemos e que não podemos fazer.
A Criação consiste de um mar de relacionamentos. A Criação é relacionamentos, relacionamentos entre átomos, elétrons, estados vibracionais, pessoas, comunidades, países, estrelas, planetas, galáxias, etc. Existem também relacionamentos, geralmente esquecidos, entre pessoas e o resto da família terrena, como as árvores, flores, ar, água, animais, insetos e o espírito da Mãe Terra. Muitos desses relacionamentos acabaram ficando baseados na dominação, ao invés do amor. Pode ser um homem dominando sua esposa ou parceira (ou vice-versa), para impor seus pontos de vista e suas crenças no relacionamento, ou a humanidade procurando dominar os animais e o mundo natural; o que vemos é um "lado" de um relacionamento procurando modificar e moldar o outro para se ajustar aos seus pontos de vista de como as coisas devem ser.

Quando paramos de abusar de nós mesmos, nós pararemos de abusar do planeta. O casamento e o companherismo, em geral, acabou tornando-se uma prisão de imposição e de negação. A insegurança de um parceiro, algumas vezes dos dois, leva a desejar preservar seu senso equivocado de segurança, ditando os termos do relacionamento com o outro. Isto leva a um "amor" que diz: Eu amo você se você se ajustar àquilo que eu acredito que você deveria ser. Isto está a anos luz de: Eu amo você independente do que você diz, faz ou pensa.

Amor é desejar o que é melhor para o outro, mesmo que seja algo que não desejamos que aconteça, do nosso próprio ponto de vista. Amor, na sua forma mais pura, pode também consistir no recuo emocional e na permissão de que alguém passe por uma experiência negativa ao invés de protegê-la de uma oportunidade de aprendizagem, que irá acelerar sua compreensão da vida e de si mesma. O maior amor que alguém pode ter por outro é deixá-lo ir embora, se isso é o que é melhor para ele/a, nas suas jornadas de evolução através da experiência. Certamente é permití-las, sem julgamento ou retirada de seu amor, experimentar o que elas precisam experimentar para acelerar suas jornadas para a Unicidade. O amor verdadeiro é amar alguém tão completamente que nada que elas possam fazer poderá destruir a maneira que você sente a respeito delas. Em geral, nós desejamos impor a nossa marca nos outros, e apenas quando as pessoas se ajustam a isso é que nós as amamos, ou melhor, nós pensamos que as amamos.
Os relacionamentos têm sido réplicas do medo e da insegurança que têm atolado a psiqué humana por milhares da anos. Esta insegurança levou ao casamento prisão e à submissão à vontade do outro por medo de o perder. O casamento e os relacionamentos também se transformaram em Zonas Livre de Embaraço. Nós temos medo de ficarmos sozinhos se nós expressarmos nossa individualidade única porque nos falta auto estima e auto segurança. Nós perdemos nossa "integridade" [wholeness] porque nós desligamos nosso ser multidimensional. Os relacionamentos, como o casamento, têm consistido em duas "partes" que procuram formar um conjunto integral. O macho procura balancear a si em um relacionamento com uma fêmea, ao invés de balancear sua harmonia masculina-feminina acessando o feminino dentro de sua própria psiqué. O homem macho nega sua polaridade feminina e procura por essa polaridade em uma mulher. Isto tem criado relacionamentos que sufocam e aprisionam ao invés de liberar, porque o companheirismo torna-se uma entidade na qual as duas partes batalham pela dominação ou se submetem à dominação. O mesmo se aplica à mulher que procura sua polaridade masculina em um homem, ao invés de dentro de si.

Os relacionamentos irão passar por grandes transformações. Uma vez que tenhamos evoluído para a integridade, equilíbrio e completude, não existe forma de nós aceitarmos a imposição sobre nós da marca do outro. A integridade celebra sua individualidade única e recusa ser um clone de outro.

Eu ouço as pessoas falarem sobre a necessidade do amor incondicional e elas inclusive fazem palestras de como isto é importante. Mas elas não vivem isso em si mesmas. Seu amor pessoal é ainda condicional ao outro se conformar com a sua marca.

Amor incondicional é um estado de ser que irá transformar o mundo. Mas apenas se nós pararmos de apenas falar sobre ele e começarmos a viver o que nós dizemos. Igualmente vital, ele apenas irá acontecer se nós permitirmos todos viverem o amor incondicional, sem moralizações ou procurando apavorar e embaraçá-los para se conformarem ao comportamento de um outro.
Chegamos ao grande destruidor de relacionamentos e o principal criador de sofrimento emocional: as espectativas. Nós passamos nossas vidas pensando que nós estamos vivendo no presente, quando na verdade nós estamos vivendo no passado e no futuro. Existem aqueles que acreditam que o passado, presente e futuro estão acontecendo ao mesmo tempo e eu concordo com isso, mas eles estão acontecendo em vibrações diferentes. Nós precisamos decidir em qual dessas vibrações nós desejamos ocupar. Nós vivemos no passado por causa da culpa e ressentimento em que nos mantemos e nós vivemos no futuro porque temos medo do que está por vir. As espectativas também nos mantém, mentalmente e emocionalmente, no futuro. O tempo todo nós temos espectativas sobre o que vai acontecer, como uma pessoa vai se comportar, o que eles irão fazer e dizer. E então, quando aquela pessoa não reage da forma que nós esperávamos, nós ficamos desapontados. É a pessoa que cria as espectativas que cria o desapontamento subseqüentes. Este desapontamento é causado por alguém não se comportando de acordo com as espectativas criadas por outra pessoa. Se não existissem espectativas, não haveria desapontamentos. E sem espectativas nós acabamos vivendo no presente, não no futuro, e nós gozamos cada momento como ele acontece, sem destruir aquele prazer com o desapontamento das espectativas não realizadas. Espectativas = desapontamento. Não espectativa = viver cada momento naquele momento.

Se você entra em um relacionamento com espectativas, sexuais ou outras, você quase certamente irá ficar desapontado porque as pessoas não são clones de nossas espectativas delas. Por que elas deveriam ser? Que arrogância nós exigirmos que as pessoas sejam o que nós esperamos que elas sejam, ao invés de elas expressarem aquilo que elas realmente são. Se nós amarmos alguém incondicionalmente, sem exigir que elas preencham nossas expectativas, o relacionamento toma uma dimensão totalmente nova e torna-se muito mais estável e permanente. Medo da alternativa é o que mantém a maioria dos relacionamentos entre pessoas. No entanto, o medo irá diminuir ao trilharmos o caminho em direção à integridade e à Unicidade, o que deverá aumentar o número de rompimentos de casamentos.

Um dos grandes obstáculos para nos expressarmos de forma verdadeira é o desejo de não magoar alguém. Nós suprimimos nossos sentimentos porque nós desejamos evitar a ferida emocional que nós sabemos que nossas ações podem causar. Isto é aplicável a relacionamentos de qualquer tipo. Suprimir nossa situação única com uma torrente de regras, regulações e certezas morais absolutas é suposto proteger a sociedade da violência e do crime quando, de fato, isto está causando-os.
O ponto básico é este: é a sua intenção magoar alguém? Não, claro que não. Você está apenas sendo você e indo para onde o seu coração o está levando. Se você suprime isso você está permitindo que sua vida seja controlada pelas atitudes de outra pessoa e não por você próprio. Você torna-se um fantoche nas cordas das crenças e emoções de uma outra pessoa.

Como nós atraímos para nós aquilo que mais tememos, se nós não deixarmos o medo de perder alguém ir embora, nós iremos perder essa pessoa. A única pessoa que nos pune é nós mesmos. Destravando nossa dependência emocional de outra pessoa ou estilo de vida, é parar de tomar para si os problemas de outras pessoas.

"Suma da minha frente, eu estou tendo um péssimo dia... não tome isso como algo pessoal." Não tome como algo pessoal. Nunca é pessoal. É sempre alguém lidando com seu próprio lixo emocional que muito longe de se relacionar diretamente com você, pode ir a milhares de anos atrás. Você é apenas o gatilho para aquela emoção suprimida e os outros são os gatilhos para você. Independente de como as pessoas se comportam com relação a nós ou com outra pessoa, apenas as amem. Quanto mais negativas elas agem, mais amor elas estão pedindo. Nós não precisamos aprovar suas ações para as amar. Mas o que nós fazemos? Nós damos nosso amor para aquelas que se conformam com nossa marca, nossas expectativas, e negamos o amor para aquelas pessoas que não se comportam dessa forma. Como quase ninguém se conforma à nossa marca, nós verdadeiramente não amamos quase ninguém, geralmente ninguém. Como os outros insistem que nós nos conformemos às suas marcas, quase ninguém, geralmente ninguém, verdadeiramente nos ama. Esta é a razão porque o mundo está tão carente de amor. Amor é amar sem condições de qualquer espécie. Amor nunca deve envolver possessão e ser dono da mente, corpo, emoção ou espírito de uma outra pessoa.

"O verdadeiro amor não dá sempre o que o receptor gostaria de receber, mas ele irá sempre dar aquilo que é melhor ao receptor. Portanto agradeça tudo que você receber, goste você disso ou não. Pondere sobre tudo que você não gosta e veja se você vê o porque isso foi necessário. A aceitação então irá se tornar muito mais fácil."

O amor deve se tornar independente emocionalmente da outra pessoa até o ponto onde você pode ajudar as pessoas experimentarem o que elas precisam experimentar para acelerar suas evoluções à Unicidade. O que temos chamado de 'amor' neste mundo tem sido freqüentemente o oposto dessa definição. Ele tem procurado negar experiências, não as encorajando; possuir, e não liberar; esperar, e não respeitar. Uma reavaliação do amor está emergindo para levar embora as limitações e nos lançar para o ilimitado. Afinal de contas, aqueles limites são feitos por nós mesmos. Se nós não os tivéssemos criados, eles não poderiam existir.

Eu acredito que as pessoas podem amar mais de uma pessoa, mesmo fisicamente, em uma dada época e que a energia chamada amor não possui limites. O fluxo de amor nunca se esgota. O amor está disponível sempre que nós escolhermos. É apenas uma escolha.

O abuso e a negação do amor e de sua expressão física tem feito danos sérios à evolução humana. Ele tem suprimido e desequilibrado a kundalini e, fazendo isso, ele tem nos desligado de nosso verdadeiro potencial sexual, intelectual, emocional e espiritual. O desequilíbrio, o poder descontrolado da kundalini, causado por medo, culpa e negação, tem também levado ao abuso sexual, agressão, ódio, suicídio, conflitos internos e guerras globais. É como tentar parar o fluxo da água pressionando seu polegar contra a boca da torneira. A água esparrama-se para todos os lugares, fora de controle. É isto que ocorre, simbolicamente, com a kundalini quando você tenta segurar seu fluxo natural, dado por Deus. Isto tem atrapalhado a psique humana quando, se permitida fluir naturalmente e sem obstáculos emocionais, a kundalini tem o potencial de nos levar para casa, para a Unicidade multidimensional. Relaxe. O que você é e o que você faz não precisa de desculpas. Apenas quando nós crescermos como raça humana, e pararmos de ditar para os outros o que devemos ser, fazer, dizer e experimentar, iremos começar a relaxar entre nós mesmos e teremos a paz interior para permitir à kundalini fazer seu trabalho sem medo das experiências que ela irá trazer.

E nós podemos crescer agora, hoje, neste segundo. Como tudo o mais, é apenas uma escolha.

O Passado Acabou - Adeus
Desejamos fortemente voltar novamente para a Unicidade que está no fundo de nossa consciência, uma memória que torna muito mais doloroso e frustrante o mundo que observamos hoje. Nos voltamos às drogas e às bebidas para estancar esta dor e para escapar do tumulto emocional que a separação criou. Nós temos um lar para ir e ele é chamado paraíso. Atualmente, as terceira e quarta dimensões da consciência estão se juntando na quinta dimensão.

O corpo humano é uma matriz e as linhas de energia da matriz corporal constitui a base da arte antiga de cura chamada acunpuntura. Quando uma matriz muda, tudo dentro dela muda, e a nossa matriz está mudando... agora!

A matriz é a mente coletiva de tudo que existe em cada dimensão e portanto ela está presente em cada nível. A matriz da Terra, por exemplo, é a mente coletiva de tudo que existe neste planeta. É a mente coletiva da humanidade. Nossos pensamentos são absorvidos pelo "computador" da matriz e, nesse nível, tudo que já aconteceu na Terra está gravado e armazenado. Isto é uma fonte do que é chamado Registros Akáshicos os quais muitos psíquicos acessam quando eles estão relembrando de eventos passados e de vidas passadas. Eles estão sintonizando suas consciências com a "livraria" vibratória, a matriz, que possui essa informação. Eu acredito que isto pode ser a origem da idéia antiga de que "Deus" registra cada um de nossos movimentos.
Essa matriz é também a fonte de informação dos "profetas" e dos psíquicos, antigos e modernos, que conseguem "ver" o futuro. Não é o futuro que será inexoravelmente. É o futuro que irá ser se nós não mudarmos. Cada mente da matriz pega toda a informação disponível, incluindo o comportamento e atitudes humanas atuais, e a projeta para a frente dizendo como o futuro irá ficar mantida a tendência atual. Este é o "futuro" que pessoas tais como Nostradamus e outras entraram em contato. Ele existe como um campo de pensamentos criado por uma mente da matriz. O futuro não está gravado em concreto. Se nós mudarmos, ele muda, porque nós criamos a realidade futura assim como nós criamos nossa realidade presente. Nossos pensamentos e atitudes estão afetando a matriz da Terra e, através disso, afetando os pensamentos e as atitudes de todos que estão conectados com a matriz - todos nós. Os pesquisadores já documentaram a "síndrome do centésimo macaco" a qual está muito relacionada com a estrutura da matriz. Eles mostraram que uma vez que um certo número de membros de uma espécie foi ensinado algo novo, de repente todos ou quase todos daquela espécie pode fazer o mesmo, puramente por "inspiração", e sem ter sido mostrado. Isto aparenta ser um mistério, mas não é. Eles estão apenas sintonizando-se com a matriz, a mente coletiva.

Este processo pode também nos afetar de forma negativa, obviamente, e a matriz da Terra tornou-se um prisão de pensamento programado desequilibrado. A matriz da Terra já vem de longa data sendo dominada pela mentalidade de rebanho. Isto pode se auto-perpetuar porque a matriz absorve esta mentalidade e então alimenta estas atitudes de volta para a raça humana. Como podemos mudar o mundo? Mudando a nós mesmos.

O que tem acontecido com a raça humana, tem acontecido com a matriz da Terra. A Terra irá liberar suas emoções confinadas da mesma forma como a humanidade está fazendo agora. Amarre-se firme e segura forte! A mudança está batendo no ventilador! Quando a matriz atual da Terra for substituída por uma nova grade durante nosso atual período de vida, nossas mentes irão se expandir rapidamente e nós acharemos muito mais fácil nos conectar com os níveis mais altos da matriz.
Atualmente em todo o planeta existem milhões de pessoas que trabalham para mudar o padrão de pensamento da atual matriz da Terra e para introduzir um novo para a nova era da evolução humana. Algumas vezes isto requer ir a certos pontos da superfície da Terra, muitos mas não todos, onde estão os locais considerados sagrados deste a antiguidade. Estes estão localizados nos pontos de chakra e de “acupuntura” da matriz da Terra. Os locais sagrados, como eles são freqüentemente chamados, são pontos da rede de linhas de energia em torno e através do planeta que ficaram conhecidos como linhas ley ou meridianos. A acupuntura tradicional consiste em colocar pequenas agulhas em certos pontos das linhas de energia dos meridianos que circundam o corpo humano. Isto equilibra o fluxo de energia e desta forma nos mantém livres dos desequilíbrios, das doenças. O mesmo princípio básico se aplica para a Terra. Ela possui uma grade de linhas de energia, de acupuntura, e de pontos de chakra, nos quais as pessoas podem colocar “agulhas de acupuntura” e provocar enormes mudanças no equilíbrio e desequilíbrio do fluxo de energia dentro da matriz da Terra. Os manipuladores da quarta dimensão tem inspirado a destruição de muitos pontos importantes da grade com o assentamento de cidades, usinas de energia, estradas e campos de batalha. O Culto ao Olho que Tudo Vê sistematicamente efetua seus rituais de magia negra nesses locais para preenchê-los com energia negativa. Eles sabem que se eles mantiverem baixa a vibração da grade e desequilibrá-la negativamente, isso irá garantir que a humanidade, como um todo, irá operar dentro da faixa de freqüência “satânica”. Isto desvincula as pessoas de seus eus multidimensionais e facilitam que eles sejam fechados, controlados e manipulados. O fluxo desbalanceado de energia tem afetado em grande escala o pensamento da humanidade. As formações de “círculos” nas plantações são criadas por inteligências superiores usando energia magnética e os símbolos traçados freqüentemente estão presentes na antiguidade. Um símbolo, um padrão, é também uma energia, como tudo. Estas formações geralmente surgem sobre as linhas ley e sobre, ou próximo, os pontos de energia da Terra. Eles estão estimulando e inserindo uma potência na grade, a matriz da Terra, e aumentando sua vibração. Além disso, eles dispersam os bloqueios a este fluxo.
Os elementos positivos da quarta dimensão e aqueles mais acima, particularmente da quinta, estão trabalhando para coordenar e guiar a transformação da humanidade e da Terra. A nova grade foi criada em uma dimensão mais elevada e ela precisa ser “aterrada” nesta, para substituir a grade velha controlada pelo Culto do Olho que Tudo Vê. A transformação consiste na introdução desta nova matriz. A nova grade foi criada com a energia do coração – amor puro – e ela somente pode ser aterrada pelos seres humanos que vibram dentro desta faixa de freqüência conhecida como amor. Quando as pessoas abrem seus corações e permitem seus amores incondicionais fluírem, eles acoplam-se vibratoriamente a este campo de energia e o “aterram” nesta terceira dimensão, da mesma forma como os raios são aterrados pelas pessoas e pelas árvores. Cada vez mais pessoas tem despertado para seus guiamentos superiores, abrindo seus corações e seguindo suas intuições para os locais de energia, os pontos de acupuntura na superfície da Terra. Elas então permitem a si mesmas para serem usadas como canais para aterrar a nova grade de amor nesses pontos. Com esse progresso – e isto já está bem avançado – o controle da Elite Global sobre o mundo irá cessar de acontecer porque seu poder de fazer isso terá ido embora.
Tudo é energia elétrica e magnética. Ocorre apenas que algumas coisas são mais poderosamente elétrica e magnética do que outras. Pesquisa tem mostrado que a grande maioria das círculos e pedras levantadas foram construídos sobre ou muito próximo das falhas na superfície da Terra, o que produz efeitos elétricos e magnéticos particulares. A maioria dos avistamentos de UFOs ocorrem sobre ou muito próximo de círculos de pedra e outros locais sagrados ou linhas ley. Muitas pessoas acreditam que isso é por causa do “combustível” elétrico e magnético que eles provêem para estas naves interdimensionais, mas isso poderia também ser que os efeitos eletromagnéticos das linhas ley e dos pontos de poder aumentam a percepção psíquica e torna mais fácil “ver” aquilo que chamamos UFOs em outras dimensões e freqüências. As rochas, cristais e minerais [petróleo, por exemplo] não estão aonde estão pela saúde deles – eles estão lá para desempenhar seus papeis no equilíbrio do campo de energia da Terra, nosso campo de energia.
O amanhecer e o entardecer são ocasiões poderosas por causa de seus efeitos sobre as energias. A lua, especialmente a lua cheia, afeta as pessoas por causa de seu efeito magnético sobre o campo de energia da Terra e sobre a consciência humana. É isso que ocasiona as marés alta e baixa. Uma amiga minha costumava ter fortes dores de cabeça em todas as luas cheias até que ela fez uma conexão. Ela concluiu que sua consciência estava sendo “puxada” para fora de seu corpo pelo efeito do magnetismo da lua cheia. Ela saiu para fora de casa com os pés descalços para fazer um forte conexão magnética com a Terra (sem sola de borracha) e a dor de cabeça desapareceu imediatamente. Quando você toca uma pedra levantada ou qualquer rocha, na verdade qualquer coisa, você está fazendo um contato elétrico e magnético que permite ocorrer uma troca de energia nos dois sentidos. Isto é o que está ocorrendo com as mãos que curam e, obviamente, com o sexo. Pessoas doentes possuem suas potências diminuídas nos seus campos de energia, ao passo que os curadores possuem campos extremamente poderosos. As pessoas aceitam que o relâmpago existe porque eles conseguem vê-lo. Mas isto é meramente um fenômeno eletromagnético que está acontecendo dentro da faixa de freqüência de nossos sentidos físicos. Os fenômenos “paranormais” são apenas o mesmo princípio em ação em freqüências que nossos sentidos físicos geralmente não conseguem ver ou sentir, mas nossos sentidos psíquicos mais elevados podem. O conhecimento de como acessar esta potência eletromagnética infinita de energia gratuita já está disponível, mas a tecnologia está sendo suprimida pela Elite Global que controla a indústria global de combustível fóssil.
A presente transformação da consciência humana está sendo inspirada pelas energias introduzidas nos campos elétrico e magnético da Terra - a matriz da Terra. Elas estão aumentando o estado de vibração do campo de energia global. Isto necessariamente afeta a consciência humana porque nós somos parte desse campo e ele também afeta os padrões de clima, etc. , os quais são também uma expressão desse campo. Os elementos positivos das dimensões superiores estão trabalhando com milhões de humanos para fazer essa transformação do campo de energia global da forma mais suave possível. O plano é aumentar a taxa vibratória da Terra até o limite da grade antiga e, em seguida, mudar para a nova. É o mesmo princípio de chavear de um computador para outro. No entanto, a grade antiga está em tal estado que existe uma separação entre as vibrações máximas que ela é capaz de sustentar e os níveis mais baixos da nova grade. No instante de chaveamento existirá um "salto" vibracional rápido através do espaçamento [gap] que poderá enviar ondas de choque através da Terra, muito parecida com a volta rápida da eletricidade em seu sistema elétrico caseiro. Fusíveis podem estourar! Quão grande este salto vibracional será irá depender mais uma vez de nós. Vamos curar a grade com amor ou vamos diminuí-la ainda mais com conflitos? Voltamos ao nosso velho amigo - a escolha.

Falar e pensar a sua verdade é vital para esta transformação. Toda vez que você pensa de forma que desafia os limites, você está transferindo esse conhecimento para a matriz da Terra e dando um outro passo em direção à massa crítica. Quando você fala em público, suas palavras e pensamentos são também absorvidos pela matriz da Terra, permitindo ao público ouvir a informação. Isto pode abrir a mente deles para rejeitar seus sentimentos de limitação e seus pensamentos também se adicionam à massa crítica. Ocorre o mesmo com os livros. O processo torna-se cada vez mais rápido e isto está acontecendo hoje.
Quando palavras e pensamentos são criados nos pontos de chakra da rede de linhas ley, eles entram na matriz de forma poderosa e eles passam para todo o planeta na rede de energia global. Dessa forma, palavras ditas em um determinado ponto na Escócia, pode afetar alguém que mora na China. Esse conhecimento torna-se disponível, através da matriz, à pessoa que vive em Pequim. Óbvio que ela não ficará lá acessando cada palavra da conversa, como se estivesse ouvindo o rádio. Será mais na forma de um pensamento "inspirado" ou um questionamento rápido do status quo. Se você simplesmente ficar em pé e projetar pensamentos de amor, como um grupo ou individualmente, o mesmo efeito se aplica. Este é o princípio que permite a telepatia acontecer - a leitura dos campos de pensamento de uma outra pessoa. Quando você pensa em amor em Nova Iorque, você pensa em amor para todo o mundo. Nós somos todos Um.

Dentro de nossa geração, nós iremos alcançar a massa crítica, o momento quando a matriz da Terra - a mente coletiva da humanidade - chaveia da limitação para o infinito, do medo para o amor. Essas energias e mudança na consciência humana estão afetando os padrões de clima global e irá, muito provavelmente, levar a atividades geológicas sem precedentes nos tempos modernos. As terceira e quarta dimensões da consciência estão se juntando e com o avanço da transformação, elas irão se fundir com a quinta dimensão. Esses níveis separados de nós irão se tornar Um e nossa percepção da vida e de nós mesmos estão se encaminhando para uma mudança incrível. Pessoas com atitudes fixas e programadas irão mudar de forma que pareceriam impossível agora. Essa transformação da consciência não tem limites de raça, cor, credo ou faixa de renda. Não irá reconhecer "os escolhidos" ou os "povos escolhidos". Estará disponível para todos e para tudo. Tudo que é necessário é abrir nossas mentes e abrir nossos corações. Em outras palavras, abrir a porta de nossa prisão mental e emocional, arrebentar a casca de ovo à nossa volta, e permitir a entrada das energias que irão nos libertar. Isto significa sair das Zonas de Conforto [livre de constrangimentos, de embaraços], deixando ir embora o medo, a culpa, o ressentimento e o julgamento, e celebrando nosso direito, e de todos os demais, de ser único. Este é uma época de se ficar alegre. Nós estamos indo para casa. Nós estamos retornando para a Unicidade multidimensional e nós estamos sendo levados para o nosso "lar" vibracional no planeta Terra. Isto irá envolver mudanças de residência, inclusive de países, para muitas pessoas, quando a casca de ovo rachar.

Não há necessidade de sentir medo ou entrar em pânico. Você é um aspecto inacreditável da consciência multidimensional. Você é capaz de tudo. As pessoas falam sobre o tempo do apocalipse como se ele fosse apenas sobre morte e destruição. Mas quando você pega a palavra apocalipse da língua grega, de onde ele foi traduzida, ela significa algo bem diferente: divulgação, descobrimento e revelação. O apocalipse geralmente é visto com o temor difundido pelos illuminati. Eles não querem perder seu poder de manipulação, que deverá ser destruído pelo apocalipse. Nós vivemos para sempre e nós aprendemos eternamente. Não há nada a temer.

Ninguém entra em pânico quando o Sol some durante a noite. Nós sabemos que ele irá voltar novamente na manhã seguinte. Ninguém entra em pânico quando as folhas começam a cair na estação do outono, já que sabemos que haverá uma nova primavera...Se entendermos o jogo, nós sabemos onde ele começa e onde ele termina. Devemos deixar um ciclo ir embora, para substituí-lo pelo outro.
A humanidade tem tido medo de novas experiências. Ela tem se agarrado aos status quos de todos os tipos, tentando preservar sua segurança pessoal. Preferimos despender grande quantidade de emoção e energia super-colando estas estruturas de palitos, ao invés de deixá-las ruir e usando nossa energia para criar algo melhor. Nós podemos criar o paraíso externamente se nós pudermos encontrar o paraíso dentro de nós mesmos.

Nós procuramos o equilíbrio. Equilíbrio positivo-negativo, equilíbrio masculino-feminino, equilíbrio físico-espiritual. Tudo que nos acarreta desequilíbrio nós estamos sendo desafiados a descarregar. Nós estamos atraindo para nós mesmos experiências que nos dão a oportunidade de enfrentar nossos desequilíbrios e atravessá-los até a harmonia. Isto irá elevar nossa consciência, aumentar nossa taxa vibratória, e nos permitir passar pelo "Portal Quântico" no topo da garrafa simbólica [prisão, matriz]. A enorme limpeza emocional que está ocorrendo é potencialmente catastrófica na vida diária no curto prazo - se continuarmos a acreditar que este filme é "real". Se, no entanto, vermos uns aos outros como atores desempenhando papéis que nos ajudam a vermos a nós mesmos e a descarregarmos a bagagem emocional, este período de limpeza emocional e de re-equilíbrio da consciência irá ser muito menos traumático, porque não iremos acumular mais culpa e ressentimentos com cada nova experiência. Depende apenas de nós. Nós precisamos lembrar que nós não somos nossos lixos emocionais. Nós somos o vaso eterno que tornou-se entupido com lixo emocional.

Para alcançar os níveis vibracionais necessários para passarmos pelo "portal" da garrafa prisional, necessitamos largar os pesos emocionais que está nos mantendo lá embaixo vibracionalmente. Tudo a que estamos ligados emocionalmente, até o ponto em que isso se torna uma muleta, será levado embora até que deixemos ir embora essa dependência. As pessoas com muletas andam com uma perna só e nós não temos tempo para isso. Nós precisamos correr. Se você possui uma ligação emocional com o dinheiro, se ele é seu senso de segurança, é provável que você irá perdê-lo. Se você tem uma ligação emocional com uma pessoa ao ponto que você está dependente emocionalmente delas, é provável que você as irá perdê-las. Você não precisa perder nada ou ninguém que você ama, se você amá-las incondicionalmente e sem dependência emocional. Fique em equilíbrio e em paz com você mesmo. Deixe ir embora a dependência emocional e você não precisará enfrentar a experiência de perder algo ou alguém, porque você já terá aprendido as lições que essas experiências foram projetadas para oferecer.
A limpeza também inclui enfrentar cada novo desequilíbrio assim que ele acontece. Isto é o que você pode chamar de carma instantâneo. Não é bom livrar-se de desequilíbrios de séculos e então acrescentar novos hoje. Nesta situação iremos descobrir que aquilo que nós jogamos fora acaba voltando para nós bem depressa para nos permitir enfrentarmos constantemente nossos desequilíbrios e os dispersar. Um aspecto interessante deste mundo denso e separado é que o processo de causa e efeito freqüentemente ocorre muito lentamente. O "carma" de uma ação pode não voltar para a pessoa até uma outra encarnação. Com a aceleração da freqüência, o período entre a causa e o efeito está ficando menor, até que em um certo ponto ele será literalmente instantâneo. O tempo está ficando mais rápido, como mais pessoas têm notado. Se nós não simplificarmos nossas vidas e não termos mais períodos para descançar, nós correremos o risco de entrarmos em combustão. O tempo como o conhecemos neste mundo tridimensional move-se com uma certa velocidade. Ele é uma energia, como todas as coisas. Quão rápido o tempo parece passar depende de como nossa taxa vibratória se compara com a taxa vibratória do "tempo". Se você fica parado em um vento de 80 quilômetros por hora, seu cabelo irá espalhar-se em todas as direções. Mas se você estivesse se movendo na mesma velocidade do vento, tudo à sua volta estaria calmo. Com o aumento das vibrações nesta dimensão, nosso relacionamento com o "tempo" também muda e o tempo parece passar mais depressa. Isso irá tornar-se mais óbvio a cada ano. As mudanças de nossa ralação com o "tempo" irá nos ajudar a sincronizarmos com o seu fluxo natural. Por exemplo, os nossos mantenedores do tempo cósmico natural são os ciclos da Lua, não o relógio do homem. A manipulação e a representação deturpada do tempo tem sido crucial para o desequilíbrio da psiqué humana e seu aprisionamento na realidade da terceira dimensão. O ciclo da natureza e do cosmos relaciona-se com os 13 ciclos da Lua, cada um durando 28 dias. Esses 13 ciclos da Lua constituem o ano natural. Este é o fluxo verdadeiro do tempo e você pode ver isso no ciclo menstrual de 28 dias da mulher. Mas então em 1572 vem o édito do Papa Gregório que introduziu o calendário gregoriano com seu ano ilógico de 12 meses desiguais, baseado no Sol (masculino) e não na Lua (feminino). Este sistema de 12 meses, 60 minutos e 60 segundos remonta ao antigo Egito e à Babilônia e ele se tornou aceito como medida de "tempo" em todo o mundo. O problema é que ele está fora de sincronismo com o tempo natural, o tempo cósmico, e como nós sintonizamos nossas mentes com esse sistema gregoriano, nós ficamos fora de sincronismo com o ritmo da natureza. Isto nos desligou da natureza e nos travou no ritmo fabricado do materialismo. Não é de se espantar, portanto, que nós tratemos do ambiente como nós fazemos. Nós estamos desligados da natureza. Nós precisamos urgentemente nos resintonizarmos com o ciclo de 13 luas e 28 dias, especialmente os homens que não possuem o ritmo menstrual para os ajudar. Quando nós aumentarmos nossa velocidade vibratória durante o deslocamento da consciência, nós iremos eventualmente passar através do tempo como ele é medido no mundo de três dimensões e entraremos no tempo natural ou na sensação de ausência de tempo. Este é o estado que as pessoas acessam durante a meditação e em outros momentos quietos de devaneio, quando a mente consciente está aquietada.
Outro aspecto do salto quântico é que mais pessoas estão liberando seus sentidos psíquicos. Para a maioria das pessoas eles estiveram fechados pelo medo e pelo ridículo constante e pela condenação secular pela religião e pela "ciência" dos poderes psíquicos. A última coisa que os manipuladores da quarta dimensão desejam para a humanidade é que ela fique ciente, em massa, do nosso potencial multidimensional. Nos persoadir para desligarmos nossos canais psíquicos foi essencial para conseguir isso. Estórias de espíritos maus, demônios e bruxas foram planejadas para nos assustar e para negarmos nossa habilidade de comunicarmos com outros níveis e dimensões. É verdade que algumas consciências muito desviadas existem em freqüências próximas à nossa, que é o motivo da baixa qualidade de algumas informações "canalizadas" e de tentativas de manipulação. A magia negra, o vudu, etc. domaram estes níveis altamente desbalanceados de energias negativamente dominadas. Mas estes níveis também estão sendo limpos pelo salto quântico e se você puder elevar sua consciência além dessa freqüência, você pode começar a acessar conhecimentos e informações que permitem uma visão muito maior da natureza da vida e do que está acontecendo por aqui. Em nosso estado natural, nós deveríamos nos comunicar com outros níveis e dimensões. Foi quando nós fechamos esses canais que nós entramos na célula de prisão vibracional e o movimento da população para as grandes cidades com tecnologia eletromagnética que polui o campo de energia magnética da Terra tornou essa conexão ainda mais difícil. De onde vêm os conhecimentos inspirados que nos leva a certas descobertas e invenções? Nós os canalizamos dos níveis mais elevados. Nós somos canais psíquicos, saibamos disso ou não. A única questão é: qual nível de consciência pode acessar nossos sentidos psíquicos?

Com o deslocamento da consciência, as pessoas irão ver, ouvir e sentir outros níveis além do físico; iremos nos divertir com sonhos vívidos de nossas jornadas noturnas para outras dimensões da consciência que iremos relembrar claramente e nós sentiremos que isso irá ocorrer, antes de isso ocorrer; veremos cada vez mais UFOs e atividades extraterrestres e espantosas formações nas lavouras, quando nossa dimensão se fundir com a deles. As barreiras vibracionais entre as outras dimensões e esta estão se dispersando rapidamente e muito conhecimento está chegando nesta realidade tridimensional através de nossos canais psíquicos. Mas, como tudo, é importante não aceitar todas as informações, psíquica ou não, como elas se apresentam. Elas parecem corretas e fazem sentido para você? Não? Então as rejeite, qualquer que seja a fonte, e isso também inclui o que você está lendo aqui.

A re-emergência do feminino para equilibrar o excesso de masculino está no coração desta transformação e no estabelecimento do equilíbrio. O lado esquerdo do cérebro manifesta o aspecto masculino "racional" de nós. Em contraste, o cérebro direito manifesta nossa intuição feminina, os níveis psíquicos. O cérebro direito representa o Eu Sou Eu, Eu Sou Livre, e o cérebro esquerdo é o lar do "Oh, Meu Deus!". É o equilíbrio entre masculino e feminino que nós devemos procurar, dentro de nós mesmos e no mundo lá fora. O homem "macho" irá se tornar uma relíquia da história, uma peça de museu. Um futuro muito melhor espera por você, como uma pessoa integral. Diferente, sim, porém melhor.
As divisões no mundo podem parecer que estão aumentando ao invés de diminuindo, mas isto é a crise de cura - o despedaçamento do velho para que o novo possa emergir. O velho foi criado por um padrão de pensamento que usou a mentalidade de rebanho. O novo padrão de pensamento está se preparando para vencer - aquele que acredita na liberdade, liberdade verdadeira, para todos e por todos. O seu reflexo físico será dramaticamente diferente do que nós observamos hoje. A transição entre o velho e o novo irá nos parecer o caos. Mas o que irá resultar no final, em um mundo de liberdade verdadeira, será tudo menos o caos.

Ao rompermos nossa casca de ovo de pensamento condicionado, percepção e respostas, irá aflorar nossa intuição. A intuição vem a nós de níveis de consciência fora das limitações do "Oh, meu Deus!". Quando atuamos com nossa intuição, nós nos movemos para além do pensamento e com a nossa sensação. Vamos além da mente - saímos de nossas cabeças e entramos em nossos corações. Diferentemente dos nossos pensamentos, iremos freqüentemente achar impossível descrever o que sentimos em meras palavras. É um conhecimento, uma sensitividade fora da alçada da linguagem humana. É dito que as mulheres são mais intuitivas que os homens. Isto ocorre porque as mulheres estão trabalhando mais com a energia feminina, a energia intuitiva, mas quando os homens se equilibrarem e se conectarem com seu lado feminino, eles, também, possuem um potencial igual para a intuição. Não é a forma do corpo, mas a natureza da energia que decide quão intuitivos nós somos. O futuro não será um caos, ele será um ordenamento fascinante, mas de uma forma imprevisível. A vida cessará de ser um penar e começará a se tornar uma aventura diária. Estaremos sempre no lugar certo, no momento certo, com as pessoas certas, fazendo o que precisamos fazer naquele momento. Pode não ser sempre o que nós queremos fazer, mas será sempre o que nós precisamos fazer.

O exposto aqui são as barreiras mental e emocional que não permite nosso nível de consciência desfrutar a conexão natural e poderosa com o eu multidimensional e infinito. Quando essa conexão acontecer, você não precisará mais do guiamento e conselhos daqueles presentes no mundo físico denso. Você irá obter tudo que precisar das dimensões mais elevadas de você mesmo - dimensões que operam bem além das ilusões do físico. Somos todos únicos. O que eu preciso não é necessariamente aquilo que você precisa. Quem sabe o que é melhor para nós é...nós, os níveis mais altos de guiamento em nós. Ao nos conformarmos através do medo, nós sofremos uma dor emocional e um desespero mental que são acionados pela batalha diária para suprimir quem e o que nós realmente somos. Quem vai se importar quando você fizer sua transição de um robô para um rebelde? Não importa o que eles vão pensar de você. O que importa é o que você pensa de você. Você vai deixar sua vida ser governada pelos pontos de vista da ovelha que meramente absorve as opiniões programadas da outra ovelha e vai aceitá-las como suas? Ou você vai se libertar e escapar totalmente da manada? Esta é a escolha que o infinito está desafiando você a fazer.

Vamos respeitar nosso próprio direito de sermos únicos e expressemos esta condição de sermos únicos; vamos respeitar o direito dos outros de expressarem sua unicidade, livres da ridicularização e da condenação; e vamos nunca procurar impor o que nós acreditamos em qualquer outra pessoa. Esta filosofia simples irá transformar a sua vida e a vida neste planeta.

Se respeitarmos nosso próprio direito de sermos únicos, nós cessaremos de ser um escravo dos comportamentos e pensamentos impostos. Se nós respeitarmos o direito de todos de ter essa mesma liberdade, nós cessaremos de ser a força policial desses outros escravos. Com isso, a manada e a manipulação da manada já eram. Precisamos lembrar de quem somos. Não somos nossos empregos e você não é a sua raça. Você não é um varredor de rua, um piloto de avião ou uma "dona de casa". Você não é um árabe ou um judeu. Você não é um europeu, um alemão ou um asiático. Você não é inclusive seus pensamentos. Você é o silêncio entre dois pensamentos, o silêncio do qual os pensamentos são gerados. Você é um aspecto único de uma consciência em evolução. Faça suas malas, abra seu coração e vamos embora daqui.

Vamos lá galera. Nós vamos para casa.

O que você realmente deseja fazer com sua vida? OK, o que você está esperando... FAÇA!
Paz e amor para todos,
(Rui Fragassi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário