A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


quarta-feira, 23 de março de 2011

Des-ilusão


Portal para satsang

Satsang é o encontro com a verdade...

Estar em Satsang é estar no vazio da ausência das crenças.
É estar no ponto onde não há necessidade de crer no que quer que seja,
pela mera investigaçao de cada crença, dando-se conta de que toda crença é condicionada.
Toda crença tem uma condição pela qual ela exista, tem uma função.
Surge para manter um estado de realidade das coisas, que não é o seu estado natural.
Se você entender a diferença entre natural e artificial, vai entender que o estado natural das coisas
é absolutamente anterior a sua existência, é anterior a qualquer condição que seja posta.

Investigando os conceitos na sua mente, é possível que entre em contato com um oceano tão vasto
de crenças não investigadas, que lhe façam pensar: “Como parar de acreditar nas coisas que eu acredito?”
Para talvez tornar mais palpável o que estou dizendo... hoje mesmo, abri uma revista
e numa das matérias alguém estava falando do “Encontro das mulheres desiludidas”.
Mas ninguém se deu conta de que as mulheres e os homens, em geral, estão iludidos.
Quando você perde algo ou alguém, você entra num grande processo de desilusão.
Na nossa cultura olhamos para isso e dizemos: “A coitada, está desiludida com o marido. A coitada, está desiludida com os relacionamentos”.
Ora! Vejamos de uma forma positiva: “des-iludir-se” é entrar em contato com a realidade.
Mas dentro da lógica à qual todos estão condicionados, entrar em contato com a realidade é algo absolutamente não-desejável.

Cada desilusão na sua vida é um portal para o Satsang acontecer.
Revela que você estava projetando algo em alguém ou num dado fenômeno, numa determinada condição...
e o que esperava não veio a acontecer. A tendência da mente é trocar de pessoa, de objeto, mas continuar com a ilusão.
Veja como você faz... Troca de carro, troca de namorado, troca de terapeuta, troca de emprego... está sempre projetando a sua realização nas mãos de algo ou alguém.

Se você olhar para Satsang, de verdade, vai ver que a sua realização não está nas mãos de ninguém,
que, inclusive, não pode ser projetada no futuro.
Você só pode ser quem você é, aqui e agora.
E uma vez que isso seja realizado há a tendência de que você sofra uma série de “des-ilusões”.

Se você olhar do ponto de vista cultural condicionado, ao conversar com sua mãe sobre a não existência do Papai Noel,
ela, certamente, sentirá muita pena de você. Mas se compartilha com alguém que já realizou o mesmo, ele dirá:
"Que bom! Finalmente você está acordando para aquilo que é”.


FONTE: http://satyaprem.blogspot.com

3 comentários:

  1. http://www.youtube.com/watch?v=xFr48tLthUo&feature=related
    cuide de vc amiga...bjos..rs

    ResponderExcluir
  2. http://www.youtube.com/watch?v=Vu_GyfW_AhI&feature=related
    pra curtir um pouqinho..rsrs..espero qe goste..rs

    ResponderExcluir
  3. oi querida viajante cósmica, tudo bem..^.^
    acabei de abrir meu e-mail, e uma amiga me enviou uma mensagem de alerta, repassem por favor.
    já não basta as drogas que os governos fabricam para nós, e ainda temos que enfrentar isso.
    bjos
    REPASSANDO

    ACONTECEU EM CURITIBA!!!!

    Vale a pena estar atento...

    No último sábado procurava um telefone público e encontrei apenas um, em frente ao estacionamento Soriana (Praça da Espanha).

    Estacionei alguns metros mais atrás e desci do carro. Quando estava falando chegou um homem sem uma perna e com muletas.

    Me perguntou se podia ajudar a anotar um número, e me deu o cartão com o número e um papel para anotar o telefone.
    Com muito prazer para ajudar, peguei o papel e comecei a marcar o número.

    Então em poucos segundos comecei a me sentir mal, sentia que estava desmaiando. Acontecia algo de anormal, então corri para o carro e me fechei, ainda me sentindo enjoado. Tonto, tentei ligar o carro e afastei-me um pouco do local, estacionando mais a frente.

    Depois, não lembro de mais nada. Mais tarde despertei ainda bastante enjoado, e com a cabeça como se estivesse estourando.Consegui chegar até minha casa, e fui imediatamente para o hospital...

    Após os exames de sangue, confirmou-se o que suspeitava. Era a droga que está na moda: a "Burundanga" ou escopolamina. "



    Você teve sorte" - me disse o médico. "Não foi uma intoxicação, apenas uma reação à droga...Não quero nem imaginar o que teria acontecido se os teus dedos tivessem absorvido toda a droga ou ficassem em contato com ela por mais 30 segundos...."

    Com uma dose mais forte, uma pessoa pode ficar até oito dias "desligada deste mundo". Nunca tinha pensado que aquilo podia acontecer comigo!

    E foi tudo tão rápido.
    Escrevo não para assustar, mas para alertar.

    Não se deixem surpreender!
    O Médico do hospital (Dr. Raul Quesada) comentou que já são vários os casos como este e me falou dos mortos que são encontrados sem órgãos, encontraram-se restos dessa droga nos dedos deles. Estão traficando órgãos utilizando-se desta droga!!!!!!!!
    Tenham cuidado e enviem a todos os familiares, amigos, vizinhos....

    Se informamos , em rede, pode-se salvar vida(s)!
    A escolopamina ou burundanga, usada também em medicina, provém da América do Sul e é a droga mais usada pelos criminosos (geralmente agem em 3) que escolhem suas vítimas.

    Ela atua em 2 minutos, faz parar a atividade do cérebro e com isso os criminosos agem a vontade, fazendo com as vítimas o que querem: roubos, abusos, etc. E o pior: ELA NÃO SE LEMBRARÁ DE NADA!! Em doses maiores essa droga pode fazer a vítima entrar em coma e até levar à morte.
    Pode ser utilizada em doces, papéis, num livro... ou ainda em um pano, que uma vez aberto, deixa escapar a droga em forma de gás....

    Cuidado com pessoas que vem falar conosco como se nos conhecessem... especialmente nos pontos de ônibus...

    E não deixem estranhos entrarem em casa!!

    Reenvie este alerta para todos os seus contactos.

    Não custa se prevenir, maldade existe em todos os lugares e cada dia que se passa os bandidos estão inventando algo diferente..

    Vamos ficar alertas então.

    ResponderExcluir