A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

O que é a Realidade?



Existe uma crença dos Nórdicos que fala que quando está chovendo muito forte, com relâmpagos e trovejando muito, na verdade está ocorrendo uma batalha entre DEUSES no céu, e para nós aqui na Terra, tudo parece ser apenas fenômenos naturais.

Que desde o início das eras, o homem faz de deus a sua própria imagem e semelhança, isso já sabemos. Mas até que ponto todas as crenças que existem são falsas em nossa vida, impedindo todos os seres de alcançarem a consciência cósmica que é o nosso verdadeiro estado de espirito aqui e agora?

Até que ponto estamos presos em um planeta de MENTIRAS?
Realmente ocorre uma batalha nos céus quando chove forte...e sabe quem são os verdadeiros deuses lutando? Os prótons, elétrons e os nêutrons...como no documentário zeitgeist, que é dito que Jesus é o SOL. Sem ele não é possível haver vida neste planeta...
Esta reflexão é apenas para questionarmos tudo o que nos foi imposto como regras de crença, onde se você não aceitar o sistema imposto desde sua infância, será um excluído na sociedade por pensar diferente dos demais.
Recomendo esta ótima palestra a respeito deste assunto NESTE LINK AQUI. 



segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

RELACIONAMENTOS



Muitas pessoas têm relatado dificuldades com seus relacionamentos... 
Então, algumas reflexões sobre o assunto:
Estamos num momento de profundas resoluções e mudanças no que se refere ao que conhecíamos como "amor", "alma gêmea", “casamento”, "felizes para sempre".
As pessoas estão sendo convidadas a se tornarem inteiras e auto-suficientes. Isto não significa deixar de se relacionar, mas sim a necessidade de realizar o grande "casamento" dentro de si mesmas para só então relacionar-se integralmente com alguém que também tenha realizado o "casamento" interno.
Como humanidade, vivemos éons na ilusão da separatividade e vivíamos em busca de algo que nos completasse. O que conhecíamos como a grande fusão – unidade - era o encontro sexual, a oportunidade conhecida de estarmos inteiros. Esta ilusão fez com que buscássemos nos relacionamentos a completude que sabíamos ser necessária ao nosso crescimento. Nesta desenfreada busca de completude acabamos nos relacionando com outros seres que também estavam nesta busca, na mesma frequência vibracional, também “incompleto”; mas como ninguém é capaz de “preencher” ou “unificar” outro ser, muitos relacionamentos acabam em decepção e frustração.
Neste ponto entram os medos, as carências, as acomodações e o aprisionamento no velho padrão e na condição “kármica”, lei que só é válida para os que não despertam.
Muitos casais estão preferindo permanecer juntos, arrumando mil desculpas para justificar a falta de coragem de realizar mudanças.
O momento planetário está nos proporcionando a oportunidade de evolução, de retorno à Fonte, à consciência da UNIDADE; algo dentro de nós impele a que busquemos esta condição, que é nossa por natureza. Isso implica em olhar sinceramente para os relacionamentos que criamos e ter a coragem de realizar as mudanças necessárias.
Desapegar, deixar ir, entregar! Se necessário, romper, libertar!!!
E a partir deste ponto investir plena e seriamente no relacionamento consigo mesmo!
É necessário passar pela etapa da solitude, o grande Rito de Passagem para a completude! Amar a si mesmo, bastar-se a si mesmo, “casar” consigo mesmo! Voltar a conectar-se com a Fonte infinita de AMOR, sempre disponível!
A partir deste casamento Sagrado, as relações mudam, se refinam! Dois inteiros se encontram e compartilham o caminho, mas o “alimento” não vem do outro e sim da Fonte!
Este sim é o relacionamento que cria mundos!!!
O Universo está conspirando... Você se inspira?



Texto de Tania Ramalho