A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


quarta-feira, 27 de outubro de 2010

SAGRADO FEMININO





O sangue é um símbolo vivo, uma evidência da conexão humana com os ancestrais e com os códigos de consciência armazenados dentro de todos os seres constituindo uma biblioteca genética em sua essência espiritual, estão os arquivos de experiências pessoais, planetárias e celestiais.
O sangue é rico em padrões e desenhos da natureza geométrica que se reconhecem, de acordo com o estado de consciência e intenção de cada pessoa, os seus pensamentos são registrados pelo seu sangue, ele é rico ou pobre de acordo com o projeto de intenções do indivíduo e pode ser facilmente enriquecido ou reestruturado.
Freqüentemente as mulheres desdenham seu sangue menstrual ao invés de compreendê-lo como fonte de seu poder. O sangue menstrual pode ser empregado para nutrir a vida vegetal. Em geral as mulheres não sangram mais sobre a Terra, fazer isso constitui uma transferência direta de energia Divina Viva.
Quando as mulheres colocam seu sangue sobre a Terra, ela é alimentada. Conforme vão deixando de lado antigos tabus e trabalham com o sangue menstrual, verão que tem um efeito diferente sobre plantas e animais.
O sangue constitui uma das mais elevadas fontes de fertilização, ele pode ser diluído com água para aumentar sua quantidade e abençoado com cristais para manter a vibração, atrairá plantas e animais que tenham uma nova vitalidade.
Não há erro na menstruação, é uma das maiores dádivas, é o elixir dos deuses, se desejam ter uma horta fértil, usem o seu sangue diluído com água e esta horta florescerá e acelerará o crescimento dos alimentos. O sangue menstrual é altamente oxigenado. A Lua influência os ritmos terrestres, rege o fluxo de energia do corpo, do mesmo modo que governa as marés do planeta.

Fonte: Terra Ensinamentos das Plêiades - Barbara Marciniak


------------------------------------------------------------




Nós mulheres precisamos recobrar o sagrado que habita em nós. Muitas pessoas esqueceram do real valor e poder feminino e isto se reflete em nossa mãe Gaia, o planeta terra. Atualmente é perceptível ver como a terra está desnutrida de energia e sendo ela nossa mãe desta vestimenta física que temos, sentimos como ela precisa de nós. A matrix sempre nos bombardeou com informações falsas incentivando cada vez mais o consumismo desenfreado, causando poluições desnecessárias de rios, nascentes, desmatamentos e incentivando também a nos tornarmos seres tóxicos pois, nesta era dos shoppings centers e afins, muitas pessoas se tornaram robotizadas sem elo algum com a mãe gaia, com o lado NATURAL e correto de ser e viver.



O natural em nós é nossa força inata em cada um, por isso a matrix e os donos deste sistema escravagista pregam tanta superficialidade. A maioria das mulheres negam sua feminilidade, tem nojo da própria menstruação coisa que para nossas antepassadas era símbolo de poder e força interior pois, este sangue acumulado é o que se transformavaos seus filhos. Haviam rituais indígenas de oferecimento da menstruação como um retorno a mãe terra fechando assim um ciclo onde, a terra recebendo a menstruação cheia de nutrientes se tornava mais forte e transparecia cada vez mais força e agradecimento.


Todas as mulheres tinham a noção do poder interior que habitava cada uma, elas sabiam muito bem do sagrado feminino e infelizmente isto foi se perdendo. O que vemos hoje são mulheres que desrespeitam o sagrado feminino, querem competir com os homens em tudo, elas não se conectam mais com a natureza e vivem escravas de coisas industrializadas, cosméticos,botox,silicone e afins. A mãe terra é a geradora de tudo o que vemos manifestado no físico, e nós mulheres somos também as geradoras e transformadoras de energia.



O masculino não tem que ser ''conquistado'' ou ''superado''. Na natureza tudo deve estar em harmonia divina e sendo assim o masculino e feminino são duas forças da natureza complementares. Na filosofia oriental vemos que tudo é YIN E O YANG sendo o yin o princípio passivo, noturno, escuro, frio, e o yang o princípio ativo, diurno, luminoso, quente. Tudo em perfeito equilíbrio é a unidade trasparecida e isto a maioria de nós perdeu graças ao incentivo que recebemos por anos a fio dos negativos que nos bombardeiam com informações antinaturais.


A mulher quando se torna consciente de seu real poder, desperta a Deusa que a habita e volta a reconexão com nossa sagrada mãe Gaia transformando assim, tudo a sua volta. A nova era será intensamente feminina e maternal pois, a sabedoria ancestral da guerreira é o que dará continuidade e força para os que estiverem presente na reconstrução da nova terra. A consciência de integridade com a mãe natureza, estará em tudo e em todos e o sagrado feminino desperto nas mulheres. Que nossas ancestrais xamãs que aqui chegaram primeiramente, nos transfira sabedoria para a continuidade do caminho da Deusa...


AHO MITAKUYE OYASIN!!

2 comentários:

  1. Esta mensagem deve ser passada a todas as guerreiras deste planeta! Está linnnnda!!!
    Namastê!
    Teresa Tadeu

    ResponderExcluir