A maioria das pessoas vive física, intelectual ou moralmente, num círculo muito restrito do seu ser potencial. Elas fazem uso de uma parte muito pequena de sua consciência possível.


( William James)


sábado, 13 de novembro de 2010

CALENDÁRIO MAIA - PRÓXIMA ACELERAÇÃO DO TEMPO E DA CONSCIÊNCIA - NÍVEL UNIVERSAL!

Faz tempo que ando pensando em fazer esse post, só que ando sem "tempo"...hehehe. Talvez seja exatamente porque estamos vivenciando outra aceleração do tempo, consoante preconizado pelos antigos maias. No livro O Código Maia, de Barbara Hand Clow, ela esclarece bastante sobre esta aceleração e seus significados, com ênfase nos cálculos e estudos sobre o Calendario Maia realizados por Carl Johan Calleman, que é relativamente dissidente de Arguelles. Para Calleman, o fim do tempo termina em 28.10.2011. Para Arguelles, em 21.12.2012, quando termina a Longa Contagem do ciclo de 5.125 anos.


Em resumo (muito resumidinho mesmo, porque a coisa toda é muuuito complexa...hehehe), Calleman explica que o calendário maia expõe a evolução da consciência, a evolução de tudo o que existe, em padrões de tempo cíclicos: "...os nove submundos são estruturas cristalinas ativadas em sequência no núcleo central da Terra. Cada um dos nove submundos está associado a fases evolutivas ou classes de consciência que são frequências de criação aceleradas por fatores de 20, e que todas as nove frequências atingem o ponto máximo simultaneamente. Ou seja, todas as nove frequências de criação estão acontecendo ao mesmo tempo, como a Nova Sinfonia de Beethoven, equivalente a 20 vezes 20 e assim por diante. ... quando subimos a pirâmide, o tempo acelera, mas desacelera ao descermos. Portanto, a evolução está acelerando exponencialmente. Agora estamos no meio do Oitavo Submundo (o Galáctico), que começou em 1999 e dura apenas 12,8 anos!" (pg.70/71 da obra citada).


Onde quero chegar e da forma que entendi é que estamos nos momentos finais desse ciclo, que termina em 28.10.11, segundo Calleman, ou 21.12.2012, segundo Arguelles. Os Maias registraram todo o ciclo de tempo e de evolução, no qual partimos de uma unidade (início celular da vida), nos direcionamos para a dualidade e, no final do ciclo, assim como o Oroboros, retornamos à unidade. É uma evolução da consciência. E, conforme os estudos de Calleman, mencionados no livro o Código Maia, da Barbara Hand Clow, o tempo é dividido em 9 ciclos, que ele chamou Submundos, sendo que estamos terminando o ciclo Galáctico (no qual a consciência galáctica é aflorada) e ingressaremos, agora em novembro de 2010 no primeiro dia do Submundo Universal, que acredito ser dia 11.11.2010 (afinal, é a data do Portal 11:11 - no 7º dia - 13º Céu do Submundo Galáctico), ciclo este que terminará em 09.10.2011, quando entra mais um pequeno ciclo de aceleração da consciência até o dia final e 28.10.2011. Neste ciclo do Submundo Universal devemos evoluir para a unificação de nossas consciências.
Ou seja, estamos caminhando para a consciência da unidade, de que somos todos um. Por isso essa coisa toda de globalização, de uma só humanidade etc, é parte de nossa evolução consciencial. Calleman, no citado livro, refere-se à data dessa aceleração de consciência em 03.11.10 até 08.10.11 e depois 09.10.11 até 28.10.11, quando ingressaremos na consciência Universal.


Cada aceleração do tempo é multiplicada por 20 e se sobrepõe à aceleração anterior. Logo, o tempo esteve acelerado 20 vezes mais de 1999 até agora, início de novembro/2010 e estamos vivenciando a segunda aceleração, novamente 20 vezes mais (que entendo ser sobre os 20 anterior). O que significa isso? Que são 20 x 20 = 400. Ou seja, cada dia, a partir de agora e até 08.10.11 corresponderá a 400 dias, esse período todo corresponderá a 400 anos. Sentiremos o tempo passando, a correria toda, muuuito mais acelerada e a condição, a possibilidade de ampliar a consciência estará igualmente super acelerada, o que entendo tratar-se de uma enorme oportunidade de rápida ampliação e tomada de consciência/iluminação nesse período. O processo começa a acelerar mais ainda. Por isso que, também, entendo que os espiritualistas falam tanto que agora é o período de queima do carma. Só pode ser mesmo, porque, pensem bem: estaremos vivendo o equivalente a 400 anos num periodozinho de um único ano, o que equivale a umas 4 ou 5 vidas, no mínimo. Temos que aprender a resolver nossos carmas com todo esse tempo, a nível de consciência, é uma grande oportunidade e, cá com os meus botões, entendo que a exigência será maior nesse período.


O que ando percebendo é que a oportunidade é grande, por isso mesmo a prova é mais difícil. É como querer entrar numa faculdade bem difícil - o exame é, igualmente, mais difícil. Na espiritualidade não é muito diferente disso. Quanto maior o grau, o nível da espiritualidade, mais difíceis são as coisas, as provas para se alcançar tal nível. Moleza, é só nas trevas...hehehe. Aliás, ando percebendo que as pessoas em geral estão fazendo muita confusão sobre o que significa o período de luz e alta espiritualidade que está para se iniciar, acreditando que tudo será muito mais fácil, moleza etc. Mas é exatamente o contrário!!!

No período de luz as provas são muito mais difíceis. O nível de consciência das pessoas que ingressam no período de luz é um pouco maior, então a exigência também é maior, ao contrário do período de trevas, em que o nível de consciência é menor e não se pode exigir muito delas porque não têm condições pra isso. Penso que é só comparar com algumas coisas básicos que temos na matéria, como as escolas. Não se cobra muito das crianças no primeiro grau, mas conforme elas vão avançando a níveis mais elevados, no colégio, na universidade, a cobrança vai sendo maior. Na pós-graduação então...hehe, nem pensar - a exigência é cada vez maior. É o mesmo que irá rolar no futuro período de luz.

As exigências serão maiores e não menores.
Outra coisa que meus guias andam buzinando direto no meu ouvido para escrever a respeito aqui no blog é sobre o equívoco de achar que no período de luz isso aqui será tipo um paraíso. Nada disso. A Matrix vai sofrer um upgrade, o nível geral do teatrinho a ser montado na Terra, para as almas viverem suas experiências, será mais tecnológico, mais avançado, com melhores condições de vida na matéria do que agora, relações baseadas na igualdade, liberdade e fraternidade, aquela coisa toda de Aquário, mas não será o paraíso na Terra, tampouco as almas aqui encarnadas estarão concorrendo a Budas iluminados.


É uma melhora geral e uma mudança radical de paradigmas, não terão mais famílias, não terão mais governos, vamos voltar a interagir com os extraterrestres, com outros planos, etc, mais ainda estaremos na Matrix, tentando viver experiências que nos levem em direção à iluminação e, ao contrário das impressões gerais, a cobrança nesse período será muito maior, a dificuldade será muito maior, não terá mais a moleza do período de trevas, no qual as almas aqui são tratadas praticamente como crianças, que pisam na bola e todo mundo fica "ah, é criança, tá aprendendo, deixa pra lá, não pega tão pesado" - Nada disso!!! Pisar no tomate nos próximos tempos será muito mais difícil e naõ vai mais ter essa de passar a mão na cabecinha e deixar pra lá. Por isso o pessoal anda prevendo a conformação de uma ditadura global. Vai ser mesmo, comparado com esta época, porque não vai mais haver possibilidade de escolher fazer coisas erradas, mas não vai mais ter como se esconder - tudo será "às claras", todo mundo vai saber tudo sobre todo mundo, ñao terá como se esconder.

Logo, pessoal, a coisa vai ser "fogo"...hehehe. Os tempos da moleza do período de trevas estão acabando...hehe, aproveitemos enquanto podemos essas facilidades, porque em breve não mais poderemos fazer o que quisermos, dar umas pisadinhas na bola e sair ilesos e impunes, muitas vezes sem ninguém saber...hehehe. Essas farrinhas vão acabar...
Abraços
Conexão Sirius

FONTE: http://conexaosirius.blogspot.com


OBS: Desculpinha que o pessoal da Nasa arranjou para justificar a aceleração do tempo CLIQUE AQUI

Fonte: http://evoluindo-sempre.blogspot.com/

5 comentários:

  1. Bom dia. Chamo-me Tiago Ferreira, e gostei de ler o artigo, achei muitíssimo interessante. Mas no fim, não entendi porque escreveu "a desculpinha que o pessoal da Nasa arranjou para justificar a aceleração do tempo". Não é uma desculpinha, é uma parte da realidade. A ciência e a religião/espiritualidade (eu não sou a favor de nenhuma religião específica porque isso gera crenças parciais em relação à VERDADE) terão que andar de mãos dadas se quisermos ver através de vários pontos de vista para obtermos a verdade absoluta. É um erro querermos SÓ o religioso/espiritual e negarmos o científico, tal como querermos SÓ o científico e ignorarmos o religioso/espiritual! São coisas que se complementam e, juntas, mostram-nos o processo completo sobre tudo. A Nasa mostrou que o eixo da Terra se alterou, tal como as profecias diziam (e dizem). Está tudo ligado, em conjunto, e temos que saber juntar tudo afim de obtermos a REALIDADE de todos os pontos de vista, e não a vermos só parcialmente. Deixo aqui uma frase de Albert Einstein : " A CIÊNCIA SEM A RELIGIÃO É COXA; A RELIGIÃO SEM A CIÊNCIA É CEGA" . Obrigado pelo artigo interessante! Tiago F (tiagomiguel77@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  2. Olá Tiago! Grata por sua visita..

    Sabemos que tanto a Nasa como o FBI dos EUA, fazem parte dos fantoches da NOM e apenas cumprem a ''AGENDA'' deles..

    Quando eu disse ''desculpinha'' foi no sentido de dizer ''despistar'' curiosos sobre o que realmente está acontecendo nos bastidores da humanidade, enquanto 99% da humanidade vive hipnotizada nesta matrix capitalista do consumo ilusionista.

    Não acredito que só podemos crer no que A CIÊNCIA prova como você enfatiza, mas cada qual com sua crença não é mesmo?!

    Sinto uma enorme necessidade de re conexão com a naturalidade do ser que não tem a ver em hipótese alguma com primitivismo..

    Apenas voltar a enxergarmos GAIA a mãe terra como unidade juntamente conosco.. a partir daí nenhuma ciência que visa somente deixar tudo superficial e robotizado, será mais necessária..

    Creio que o conhecimento predominante na nova era será extremamente voltada aos conhecimentos xamanicos da natureza e respeito de cada ser vivo como um todo..cada qual no seu lugar com sua devida função com extremo respeito e liberdade de ser..

    Sem domínio, sem devastações, sem experiências idiotas com animais indefesos, sem cobaias,sem colonização de povos e planetas vizinhos..isto tudo é de uma tremenda idiotice..

    Enfim, nada humano..apenas um ciclo predatório infindável onde poucos tem muito e muitos quase nada para desenvolver suas reais capacidades mentais de um ser humano extraordinário do qual TODOS são capazes e não apenas uma dúzia de NERDS cientistas que se dizem gênios..

    Gênios do que? da destruição? pois os mesmos criam bactérias para destruição dos próprios irmãos humanos..os mesmos criam bombas..e antes de você dizer que criam remédios, é melhor dizer DROGAS pois, todo antibiótico tem SIM efeitos péssimos no seu organismo com sintomas depois de anos..,isto definitivamente não é para ser LOUVADO como ciência..a natureza tem a verdadeira sabedoria..

    ABRAÇO!PAZ LUZ IRMANDADE SEM DOMÍNIO ;)

    ResponderExcluir
  3. Tiago Ferreira (tiagomiguel77@hotmail.com) - Olá outra vez. Sim, sabe, eu concordo com isso tudo (inclusivamente já conversei com uma amiga que estuda medicina (que é Ciência) e tentei explicar-lhe o quanto mais importante é a essência e energia humana e espiritual, do que a Ciência que embora tenha coisas boas, é limitada, mas não consegui que ela compreendesse isto..) mas só estava a dizer que também a Ciência não é totalmente inútil. Acho que só é quase-inútil. Porque ajuda nalguns aspectos como explicar alguns fenómenos, ou para ajudar na cura (eu sei que na verdade íntima, a cura vem de NÓS) e por isso acho que ,apesar de não ser essencial, acho ainda assim, que ajuda a perceber algumas coisas. Não digo que seja determinante, mas só que ajuda. Já ouvi que o Albert Einstein, era primeiro um Filósofo, antes de ser grande cientista. E ele próprio, Einstein, criou a teoria E=mc ao quadrado que é sobre a energia! E isso já nos mostra o quanto a energia é determinante,infinita e ilimitada, ao contrário daquilo que é SÓ material. Ele próprio o demonstrou, e acho que a frase que ele disse ("A ciência sem a religião é coxa, a religião sem a ciência é cega") até vem no seguimento de tudo isto. Não acho que a Ciência seja aorigem do ser, NÃO. Mas ach o que não é má ideia deixá-la dar uma (pequena mas útil) ajuda na compreensão de todo o processo. Se ela é mal utilizada, é por causa de seres humanos (ainda) "disfuncionais" também. Mas em resumo: Penso que também tem coisas de que nos podemos servir para compreender o todo, mas sim, concordo plenamente que na verdade NÓS como espíritos e seres infinitos somos determinantes. Não sei se compreendeu o que eu quis dizer? Um abraço , Tiago

    ResponderExcluir
  4. Olá Tiago!! entendi perfeitamente seu ponto de vista..A cura nunca esteve fora de nós e tudo o que prega o contrário disso, é somente para nos distrair a respeito do nosso real poder interior do qual todos nós temos sem exceção..

    Se você não tem auto domínio da sua mente, corpo e espírito alguém controlará seus sentidos por você, já que está distraído quanto a sua verdadeira essência..

    GRANDE ABRAÇO!! PAZ E BEM..;)

    ResponderExcluir
  5. Ciência vs Religião
    Um dia irão se unir. ~

    ResponderExcluir